Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251402
Type: TESE
Title: Professores de filosofia para crianças = quem são eles? Uma análise crítico diagnósticas da construção de identidade profissional dos professores que trabalham com o Programa Filosofia para Crianças de Matthew Lipman
Title Alternative: Teachers of philosophy for children : who are they? A smooth critical diagnosis of the construction of identity of teachers who work with the Program Philosophy for Children by Matthew Lipman
Author: Oliveira, Marinês Barbosa de
Abstract: Resumo: A presente pesquisa visa a constituir-se uma análise delineadora da identidade profissional dos professores que trabalham com o Programa Filosofia para Crianças - Educação para o Pensar, formulado pelo professor norte-americano Matthew Lipman. Nossa análise recairá sobre o papel atribuído ao professor dentro do Programa, conhecimentos, habilidades e competências que deve demonstrar para exercer seu papel, em contraposição aos pré-requisitos mínimos exigidos e ao modelo de formação/capacitação idealizado pelo próprio criador da proposta. Como fontes de consulta foram utilizadas as obras de Lipman, publicadas no Brasil, trabalhos de seus principais críticos e comentadores, bem como registros e anotações feitas a partir da observação dos cursos oferecidos pelo centro responsável pela formação desses professores em Minas Gerais. Nosso objetivo é verificar, à luz das concepções de Filosofia e de Educação subjacentes ao Programa, se existem contradições entre o papel que o professor deverá desempenhar em sala de aula e a formação/capacitação que lhe é oferecida para que ele chegue a ser quem é, profissionalmente. A partir da constatação da impossibilidade da equivalência entre "Professor de Filosofia para Crianças" e "Professor de Filosofia", procuramos situar a questão específica, relativa aos professores que trabalham com o Programa, no debate mais amplo acerca da proletarização técnica e ideológica sofrida pelo docente, para tentar conhecer o lugar ocupado por esses professores nesse processo.

Abstract: This research aims at formulating an analysis that delineates the professional identity of the teachers who work within the programme Philosophy for Children - Education for Thought, created by the American professor Matthew Lipman. Our analysis will focus on the role attributed to the teachers inside the programme and on the knowledge, skills and competences that teachers should demonstrate in order to perform their role, in contraposition to the minimum requirements needed and to the model of education/training idealized by the very creator of the proposal. Sources used included works by Lipman published in Brazil, some papers written by his main critics and commentators, as well as records and notes taken from the observation of courses offered by the centre responsible for the education of these teachers in Minas Gerais. Our goal is to verify, in the light of the conceptions of Philosophy and Education inherent to the Programme, if there are contradictions between the role that teachers should perform in the classroom and the education/training that is offered to them so that they can reach who they are professionally. After noting the impossibility of equalling a 'Philosophy Teacher for Children' and a 'Philosophy Teacher', we sought to situate the specific question, related to the teachers who work with the programme, within a wider debate about the technical and ideological proletarization undergone by teachers, in order to try to understand the place taken by these teachers in this process.
Subject: Filosofia
Educação
Formação de professores
Filosofia - Estudo e ensino
Filosofia e crianças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_MarinesBarbosade_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.