Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251375
Type: TESE
Title: Língua, subjetividade e opressão linguística = interrogações a uma pedagogia (ab)surda
Title Alternative: Language, subjectivity and linguistic oppression : interrogations to teacher (ab)deaf
Author: Agrella, Regiane Pinheiro
Advisor: Souza, Regina Maria de, 1957-
Abstract: Resumo: Neste texto procuro trazer a memória o que pode me dar esperança. Faço de minha historia de vida, um caminho de reflexão, perpassando por autores como Freud, Lacan, Foucault, Souza, etc; que me oferecem recursos para estabelecer um olhar critico só passado na busca do "conhece-te a ti mesmo" (Sócrates e Foucault 2006). Nestas muitas memórias apresento os entraves pelos quais se deparam na pessoa surda em todo seu processo de construção da subjetividade. Bem como aquisição dos "saberes" que por hora se perdem nos emaranhados lingüísticos de uma comunicação truncada diante do outro que se nega o embasamento das leis e decretos parcialmente cumpridos, camuflando uma construção social e educacional excludente enquanto sujeitos surdos, "somos construídos" á luz do outro (ouvinte), vivemos uma constante batalha na incansável luta por vaporização da língua de sinais e neste caminho, construo minhas memórias a linha do tempo, e nela encontro a opressão, a marginalidade, o acaso, e descaso. Discorro a submissão imposta enchendo-me de questionamentos. Envolvo-me em delírios? Sim, os autores que estudo permitem. Assim segue esta minha historia buscando construir novos caminhos com passos firmes.

Abstract: In this dissertation I try to make my life story a way for reflection, by going through the lines of authors such as Freud, Lacan, Foucault, Souza, etc, who provided me with resources to establish a critical viewpoint on my past experiences in the seek of "knowing yourself" (Sócrates in Foucault, 2006). Through those experiences I show the obstacles that a deaf person must face during the whole process for developing his subjectivity, as well as for acquiring knowledge. As deaf individuals, we are "built" based on the other (the hearing person) and we have to fight for the recognition of sign language. Through my memories I show the oppression, the social exclusion and the negligence. Herein I talk about the submission I have been imposed and the questions I have asked about it. Can I be day-dreaming? Yes, but the authors whose work I am based on allow it. So, what follows is my life story in the seek of new ways.
Subject: Subjetividade
Surdez
Opressão (Psicologia)
Linguística
Educação
Decretos-leis
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Agrella_RegianePinheiro_M.pdf1.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.