Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251332
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Os saberes profissionais dos professores = a problematização das práticas pedagógicas em estatística mediadas pelas práticas colaborativas
Title Alternative: Teacher's professional knowledge : the problematization of pedagogical practices in statistics mediated by collaborative practices
Author: Coelho, Maria Aparecida Vilela Mendonça Pinto
Advisor: Carvalho, Dione Lucchesi de, 1946-
Abstract: Resumo: O foco de interesse deste estudo é a aprendizagem profissional de um grupo de professores e seus objetivos são: investigar como professores de Matemática da Escola Básica que pertencem a um grupo do tipo colaborativo problematizaram suas concepções sobre Educação Estatística nas práticas de ensinar e aprender Estatística; e compreender como o movimento do grupo possibilitou a sistematização de saberes profissionais dos professores. A questão de investigação ficou formulada da seguinte maneira: Como o movimento do grupo mobilizou práticas de ensinar e aprender Estatística e possibilitou a sistematização de saberes profissionais dos professores? A pesquisa é de natureza qualitativa, buscando uma abordagem histórico-dialética, em uma vertente interpretativa, procurando apreender o caráter dinâmico, contraditório e histórico dos fenômenos educativos. O trabalho de pesquisa, que teve a duração de um ano, se orienta segundo duas vertentes: o Desenvolvimento Profissional de Professores e a Educação Estatística. Foi fundamentado nos aportes teóricos dos estudos histórico-culturais de Bakhtin e na perspectiva de Investigação como Postura de Cochran Smith e Lytle, que trabalham as relações entre conhecimento e prática e o papel do conhecimento gerado pelos professores em suas práticas pedagógicas. O grupo do tipo colaborativo, tomado como objeto do estudo, foi criado inicialmente por cinco professoras, entre elas a pesquisadora, com o objetivo de promover estudo e reflexões que pudessem ter efeitos positivos nas práticas pedagógicas das participantes, tendo como base os trabalhos de Fiorentini. O grupo de professoras estudou textos sobre Educação Estatística, planejou aulas de Estatística nas suas próprias classes das escolas públicas, escreveu histórias sobre as aulas e um livro. As aulas das professoras foram filmadas e assistidas por outros membros do grupo. O material de análise foi constituído da transcrição das fitas das aulas, narrando as práticas pedagógicas em aulas de Estatística. Buscamos analisar as interações discursivas das professoras no grupo, segundo a orientação de três eixos: o grupo GCOEM e a produção de sentido nas interações discursivas, a problematização das práticas pedagógicas das professoras em Educação Estatística e os saberes que emergiram a partir da prática profissional das professoras. Foi dado destaque aos saberes produzidos pelas professoras através da emergência de um novo conceito: os saberes professionais. Nossa pesquisa apontou a necessidade de uma reformulação no currículo da Escola Básica, na qual seja privilegiada a Literacia Estatística, ou seja, a interpretação e a compreensão dos resultados estatísticos, e não apenas o seu cálculo matemático e a representação simplificada de gráficos. O estudo mostra também que alguns saberes das professoras foram sistematizados e mobilizados pelas interações dialógicas do grupo e pela contribuição do outro na produção do conhecimento, sempre aberto a mudanças, e pelo debate e a contradição como instigadores da produção de sentidos. Concluímos que o fato de socializarem seus saberes levou as professoras a um sentimento de poder e de identificação profissional.

Abstract: This paper's central focus is the professional learning of a group of teachers; it aims at looking into how Elementary School Math teachers who are members of a collaborative group problematized their concepts of Statistical Education in the Statistics' teaching and learning practices, as well as understanding how the group movement generated the systematization of the teachers' professional knowledge. The investigation question was formulated as: How did the group movement mobilize the Statistics teaching and learning practices and enable the systematization of the teachers' professional knowledge? The research is qualitative, seeking a historic-dialectic approach with an interpretive angle, in order to apprehend the dynamic, historical and contradictory character of the educational phenomena. The one-year-long research work looks into two distinct fronts: Teachers' Professional Development and Statistical Education. It has been founded on the theoretical bases of Bakhtin's historic-cultural studies and on Cochran-Smith and Lytle's Inquiry as Stance perspective, which work the relationships between knowledge and practice and the role of the knowledge generated by teachers in their pedagogical practices. The collaborative group taken as test subject was originally formed by five teachers, the researcher among them, aiming at promoting inquiries and reflections that could positively affect the members' pedagogical practices, based on Fiorentini's works. The group of teachers studied texts on Statistical Education, planned Statistics lessons for their own public-school classes and wrote stories about the lessons, as well as a book. The classes were observed by other members of the group. The analysis material was based on transcriptions of the class' recordings narrating the pedagogical practices in the Statistics classes. We aimed at analyzing the teachers' discourse interactions in the group, according to three axes of perspective: GCOEM group and the production of meaning in the discourse interactions; the problematization of the teachers' pedagogical practices in Statistical Education and the knowledge which emerged from the teachers' professional practice. We highlighted the knowledge produced by teachers through the emergence of a new concept: the professional knowledge. Our research revealed the need of a restructuring of the Elementary School curriculum which emphasizes the Statistical Literacy, or the interpretation and understanding of statistical results, not only the mathematical calculations and simplified graphic representation. The study also shows that the teachers' professional knowledge have been systematized and mobilized through the group's dialogic interactions and by the contribution of the other in the production of knowledge, always open to changes, and by the debate and the contradiction as instigators to the production of meaning. Our conclusion is that the fact of socializing their individual knowledge has led the teachers to a sense of empowerment and professional identification.
Subject: Professores - Desenvolvimento profissional
Educação matemática
Estatística
Saberes do docente
Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Coelho_MariaAparecidaVilelaMendoncaPinto_D.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.