Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251318
Type: TESE
Title: Recursos orais e gestuais usadas por crianças surdas no processo de construção da linguagem escrita
Author: Martins, Sandra Eli Sartoreto de Oliveira
Advisor: Torezan, Ana Maria, 1946-
Abstract: Resumo: Muitas propostas de alfabetização para crianças ouvintes tem ressaltado o papel da língua materna como mediadora no processo de aprendizagem da escrita. Com base na constatação de que, em geral, as crianças surdas iniciam o processo formal de alfabetização a partir de um domínio precário da língua oral majoritária, é possível supor que elas possam vir a utilizar de uma série de outros recursos semióticos no processo de construção da escrita. A partir dessa suposição e amparada na teoria sócio cultural, esta pesquisa tem como objetivo analisar a utilização dos recursos orais e gestuais durante o processo de sistematização da língua escrita por um grupo de crianças surdas educadas em uma proposta oralista. Considerando esse objetivo, foram descritas e analisadas situações de interação entre os participantes do estudo: quatro crianças surdas e a terapeuta, que desenvolvia diferentes atividades com o objetivo de promover a aprendizagem da linguagem escrita. Os dados de interesse foram obtidos através de video-gravação dessas diferentes atividades de aprendizagem. Na análise do material coletado, foram identificados os recursos orais e gestuais empregados pelos participantes do estudo no processo de construção da escrita, estes últimos reconhecidos no decorrer dessa pesquisa como: gestos interpretantes de fonemas, gestos culturalmente significados e gestos mímicos. O conjunto dos dados indicou que os gestos assumiram estatuto lingüístico para as crianças, que, ao compartilharem entre si os seus conhecimentos sobre a escrita, informavam o modo como estavam significando esse processo

Abstract: Many proposals of literacy to listener children have been emphasized the function of other tongue as a mediator in the process of learning writing. Based on the observations, usually deaf children start the formal process of literacy from precarious command of majority oral language, is possible suppose that they could use a series of others semiotic resorts in the construction of the writing. From this supposition and supported in the presumed socio-cultural theory, this survey has as an aim analyse the use of oral resorts and gesture during the process of system of the writing language, for a group of deaf children educated in an oralisty proposal. Considering this aim, situation of interaction between the participants of the studies were described and analyzed: four deaf children and a therapist who developed different activities with the objective to promote a learning of the writing language. The data of interests were obtained through video-recorder from different activities of learning. In the analyses from the collected material were identified the oral and gesture resorts used by participants from the studies on the process of the construction of the writing, this lasts recognized in line of this research like: interpreter gestures of phoneme, culturally significative gestures and mime gestures. The group of data indicates that the gestures assumed linguistic statute for the children, who share among them their konowledge on writing, they informed the way they meant this process
Subject: Surdez
Escrita
Surdos - Educação
Gestos
Alfabetização
Educação especial
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Martins_SandraEliSartoretodeOliveira_M.pdf14.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.