Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251214
Type: TESE
Title: Manifestações expressivas e simbólicas
Title Alternative: Expressive and symbolic expressions
Author: Moraes, Ana Luisa Fernandes de
Advisor: Jesus, Adilson Nascimento de, 1962-
Abstract: Resumo: O objetivo da pesquisa foi buscar expressões que revelassem uma experiência simbólica através de práticas corporais oferecidas tanto aos internos de uma instituição psiquiátrica como para mulheres universitárias. O método utilizado no trabalho foi qualitativo e baseado nos estudos de Eloísa Penna (2005, 2007). Os dados dos internos da clínica psiquiátrica vieram através da atuação profissional da pesquisadora durante o período de três anos. E para as mulheres universitárias foram realizados dezesseis encontros. Em ambos os grupos foram utilizados recursos expressivos, como a criação em dança e o desenho livre. Dentre todos os participantes, foram selecionados três casos para seguir com as análises. Os dois primeiros casos, que são os do grupo dos internos da instituição psiquiátrica, mostraram a expressão de imagens circulares que revelaram uma saudade do estado primordial vivido no primeiro ano de vida. Também associou tais manifestações com o arquétipo do Self e sendo uma tendência do inconsciente em compensar o caos vigente na consciência. O terceiro caso corresponde ao grupo de improvisação em dança e com o foco nas imagens de árvores que foram desenhadas por uma participante ao longo dos encontros. Através destas imagens, foi compreendida a árvore novamente como um arquétipo do Self. Também percebeu na pesquisa que os símbolos, por serem abstratos, apenas existem quando se notam suas manifestações no tempo presente. Além do mais que jamais é possível expressá-los de maneira satisfatória, já que a própria linguagem acaba perturbando a verdadeira essência de um símbolo.

Abstract: The research objective was to seek expressions that reveal a symbolic experience through bodily practices offered to interne in a psychiatric institution as college women. The method used in the study was qualitative and based on studies of Eloisa Penna (2005, 2007). The data of inmates of the psychiatric clinic came through the researcher's professional performance during the period of three years. And for the college women were held sixteen meetings. In both groups significant resources were used as dance creation and drawing freedom. Among all participants, we select three cases to proceed with the analysis. The first two cases, which are the group of inmates of the psychiatric institution, showed the expression of circular images that revealed a longing for the primordial state lived in the first year of life. Also associated with such manifestations of the archetypal Self and the unconscious is a tendency to compensate for the chaos prevailing in consciousness. The third case corresponds to group improvisation in dance and with the focus on images of trees that were drawn by a participant during the meetings. Through these images it was understood the tree again as an archetype of the Self. It has also been realized in the research that the symbols only exist when we perceive its manifestation in the present time, due to the fact they are abstract. Furthermore we can never express them in a satisfactory manner, since the language itself ends up disturbing the real essence of a symbol.
Subject: Dança
Criação (Literária, artística, etc.)
Símbolos
Desenhos
Corporeidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moraes_AnaLuisaFernandesde_M.pdf5.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.