Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251112
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Relações entre os estilos cognitivos, as estratégias de solução e o desempenho dos estudantes na solução de problemas aritméticos e algébricos
Title Alternative: Relation between the cognitive styles, the strategies of solution and performance of the students in the solutin of arithmetic and algebraic problems
Author: Quintiliano, Luciane de Castro
Advisor: Brito, Marcia Regina Ferreira de, 1950-
Abstract: Resumo: O presente estudo teve como objetivo verificar a existência de relações entre os estilos cognitivos e as estratégias de solução de problemas, os estilos cognitivos e as variáveis gênero e série, os estilos cognitivos e o desempenho dos estudantes na solução dos problemas, bem como o desempenho e o tipo de estratégia utilizada na solução dos problemas. Para tanto, foi solicitado à 168 estudantes da primeira, segunda e terceira série do Ensino Médio provenientes de duas escolas públicas que respondessem à um questionário informativo, uma escala tipo Likert para categorizar os estilos cognitivos, e uma prova matemática, abordando os conceitos e procedimentos algébricos e aritméticos. Através da análise em relação aos estilos cognitivos deste estudo, verificou-se a predominância da Divergência sobre a Convergência de pensamento. E a partir da análise das médias das variáveis, estilo cognitivo e gênero, as médias encontradas indicaram que as mulheres, em comparação aos homens, apresentaram um maior predomínio nos estilos Reflexividade e Serialista e menor nos estilos cognitivos Impulsividade e Independência de campo. Ambos os gêneros apresentaram predominância no estilo Dependente de campo, Serialista, Reflexividade. Verificou-se ainda a existência de diferenças significativas nos estilos cognitivos, quando considerada a série de estudo, reveladas entre os grupos de acordo com o estilo cognitivo Convergente, Dependente, Serialista e Reflexividade, indicando que os estilos cognitivos variaram em função da idade do estudante. Notou-se também que todas as relações entre as variáveis estilos cognitivos e desempenho na prova de matemática estão abaixo de 0,3, indicando correlações fracas, não sendo possível afirmar a existência de relações entre elas. Observou-se ainda a existência de relações entre o desempenho dos estudantes na prova de matemática e as estratégias de solução de problemas, indicando que a ?estratégia para frente", a mais empregada pelos sujeitos, mostrou-se adequada para a solução dos problemas propostos pelo estudo. Com relação à existência ou não de possíveis relações entre os estilos cognitivos e as estratégias de solução de problemas, foi verificada uma única relação encontrada entre o estilo Reflexibilidade e as estratégias de solução de problemas empregadas no problema A, na amostra masculina. Em relação ao gênero feminino observa-se 6 correlações de pequena intensidade (r < 0,3), e apesar das relações apresentarem pouca intensidade, pode-se ponderar que existe uma tendência do gênero feminino em apresentar relações entre as variáveis estilo e estratégias. Apesar de tais resultados, torna-se necessária uma análise mais aprofundada em relação aos estilos cognitivos e as estratégias utilizadas, na tentativa de explicar as causas das relações encontradas, mesmo que baixas. Por esses dados encontrados, enfatiza-se a importância de replicar este estudo em amostras maiores, para a confirmação ou não dos resultados obtidos.

Abstract: This study aimed to verify the existence of relationships between cognitive styles and strategies of problem solving, cognitive styles and the variables gender and grade, cognitive styles and student performance in problem solving, as well the performance and type of strategy used in solving problems. To this end, was asked 168 students to the first, second and third grade of High School from two public schools that responded to a questionnaire information, a Likert type scale to categorize the cognitive styles, and a mathematical test, addressing the concepts and procedural algebraic and arithmetic. Through analysis of cognitive styles in relation to this study, the predominance of divergence on the convergence of thought. And from the analysis of means of variables, cognitive style and gender, the means obtained indicated that women compared to men, had a higher prevalence in the styles Reflective and Serialist and lower in cognitive styles Impulsive and of Field-Independence. Both gender were predominant style Field-Dependent, Serialist, Reflective. There was still significant differences in cognitive styles, when considering the series of study revealed between the groups according to cognitive style Convergent, Dependent, Serialist and Reflective, indicating that the cognitive styles vary depending on the student's age. It was also noted that all relations between the variables cognitive styles and performance in mathematical test are below 0.3, indicating weak correlations, it is not possible to affirm the existence of relations between them. We also observed the existence of relationships between student performance on the mathematical test and strategies of problem solving, indicating that the "forward strategy", the most used by the subjects, proved adequate to solve the problems proposed the study. Regarding the existence of possible relationships between cognitive styles and strategies of problem solving, there was a unique relationship founded between the style Reflective and strategies of problem solving used in problem A, the male sample. Regarding females there were 6 low intensity correlations (r <0.3), and although relations were low intensity, can be considered that there is a tendency for females to present relationships between variables style and strategies. Despite these results, it is necessary a further analysis in relation to cognitive styles and strategies used in an attempt to explain the causes of the relationships found, even that low. For these findings, we emphasize the importance of replicating this study in larger samples to confirm or not the results.
Subject: Estilo cognitivo
Estratégias de solução
Aritmética
Álgebra
Desempenho
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: QUINTILIANO, Luciane de Castro. Relações entre os estilos cognitivos, as estratégias de solução e o desempenho dos estudantes na solução de problemas aritméticos e algébricos. 2011. 236 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/251112>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Quintiliano_LucianedeCastro_D.pdf2.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.