Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251088
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Medos, mimos e cuidados. Leituras úteis para educar as mães = os guias maternos brasileiros (1919-1957)
Title Alternative: Fears, pampering and care. Useful reading to educate mothers : brazilian maternal guides (1919-1957)
Author: Magalhães, Maria das Graças Sandi, 1961-
Advisor: Rocha, Heloísa Helena Pimenta, 1963-
Abstract: Resumo: O mercado editorial brasileiro, em expansão nas primeiras décadas do século XX, incorporou, à sua maneira, os discursos produzidos tanto pelo movimento higienista como pelos que compreendiam a educação como forma de regenerar a nação e encaminhá-la em direção ao progresso e à modernidade. Escritos em sua maioria por pediatras, os guias maternos fizeram parte de coleções que se destinavam à educação da população. Apesar das referências nesses impressos aos procedimentos científicos em relação à criação dos filhos, a identificação dessas publicações como leituras úteis permitiu analisá-las enquanto uma das práticas médicas dirigidas às mulheres, para difundir modelos de comportamento familiar que garantissem a geração, o desenvolvimento saudável e a educação das crianças brasileiras. Este texto adota como principal referencial teórico as contribuições de Roger Chartier, em torno da história do livro e da leitura, e de Michel Foucault, no que se refere à compreensão dos mecanismos de poder sobre a população, definidos pelo autor como biopolítica. Os processos de produção e os indícios da circulação dos guias maternos foram considerados como elementos fundamentais para a compreensão da difusão das representações sobre as mulheres, as crianças e sua educação, nos moldes propostos pela medicina, como parte de um processo mais amplo de intervenção na sociedade brasileira. Ao mesmo tempo, a análise das prescrições de leitura, presentes nas características textuais e tipográficas desses impressos, permite uma aproximação das práticas propostas às mães. Por essa razão, os guias maternos que integram o corpus desta pesquisa, publicados entre 1919 e 1957, foram compreendidos tanto como objeto quanto como fonte de estudo. Entre as questões suscitadas, a principal interrogação refere-se ao espaço que esses impressos teriam ocupado no processo de difusão de práticas higiênicas que abrangiam tanto o cuidado com o corpo infantil como a educação da criança, com base nas recomendações médicas. O tratamento privilegiado dado à mulher leitora, a partir desse redimensionamento das funções maternais, em acordo com os princípios científicos, também permitiu indagar sobre as representações que teriam sido produzidas em torno da leitura feminina, veiculadas por autores e editores dos guias maternos estudados, a partir da inserção de diferentes dispositivos textuais e gráficos.

Abstract: The Brazilian publishing market in expansion since the first decades of the XX Century has incorporated at its own manner the speeches produced either by the hygienist movement as well as by those who understood upbringing as a way to regenerate a nation, leading it into progress and modernity. Written mostly by pediatricians, mother guidebooks were part of a collection that was intended for the education of the population. Despite the references contained in such publications regarding the scientific procedures related to children upbringing, identifying such publications as useful reading material allowed for analyzing them as one of the medical practices directed to women, in order to spread familial behavioral models that would guarantee the generation, the healthy development and upbringing of the Brazilian children. This work adopts, as its main theoretical reference, Roger Chartier's contributions about the history of books and reading, and Michel Foucalt's contributions to the understanding of power mechanisms over the populations, defined by the author as biopolitics. Production processes and indications of circulation of mother guidebooks were regarded to as fundamental elements to the understanding of the diffusion of representations over the women, the children and their upbringing, according to models proposed by medicine, as part of a bigger process of intervention in the Brazilian society. At the same time, the analysis of the reading prescriptions contained in the text and graphic characteristics of such printings allows for the approaching of the practices proposed to mothers. Due to this reason, mother guidebooks that form the corpus of this survey, published between 1919 and 1957, have been taken both as subject and as source of study. Among the raised issues, the main inquiry is concerned with how much space such printings might have taken in the process of diffusion of hygienic practices regarding either the care with the child's body as well as the child's upbringing based on medical recommendations. The privileged treatment given to woman readers beginning with the redesigning of maternal functions, according to scientific principles, also allowed for questioning the representations that might have been produced about the women's reading, published by authors and publishers of such guidebooks that have been studied, based on the insertion of different text and graphic devices.
Subject: Maternidade - Manuais, guias, etc.
Mães - Livros e leitura
Higiene
Infância
História da educação
Mulheres
Leitura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MAGALHÃES, Maria das Graças Sandi. Medos, mimos e cuidados. Leituras úteis para educar as mães = os guias maternos brasileiros (1919-1957). 2011. 280 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/251088>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Magalhaes_MariadasGracasSandi_D.pdf56.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.