Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/250992
Type: TESE
Title: A cultura do teatro de Augusto Boal : processos socioeducativos
Title Alternative: Augusto Boal theater culture : socio-educative processes
Author: Altieri, Antonio Luís de Quadros, 1958-
Advisor: Gohn, Maria da Gloria Marcondes, 1947-
Abstract: Resumo: Trata-se de tese sobre os processos artísticos socioeducativos criados e desenvolvidos por Augusto Boal e suas extensões ao Teatro do Oprimido. A pesquisa apresenta, inicialmente, a trajetória de vida de Boal, como forma de contextualizar sua produção. A seguir, aborda as características e propriedades do processo de construção da representação teatral brasileira que se deu com Boal no Teatro de Arena; e a ação intelectual artística socioeducativa resultante, caracterizando-se como uma nova cultura política. Foram realizadas pesquisas bibliográficas, biográficas e documentais; realizaram-se entrevistas narrativas a fim de compor a historia de vida de quatro Curingas - artista: praticante, estudioso e pesquisador do Método; especialista em processo de aprendizagem - e um estudo de caso no Ponto Educandário de Cultura, localizado na Zona Oeste do município de São Paulo, no Estado de São Paulo. A opção metodológica evidenciou as estruturas de sentimento que materializaram as diversas produções observadas e analisadas. A pesquisa de campo revela a existência de processos artísticos socioeducativos com aprendizagem e saberes não formais para a autonomia, para a desopressão e formação de sujeitos que se apropriaram das ferramentas da produção cultural em teatro. Dentre as principais conclusões destacam-se: entre os praticantes do teatro de Boal, quando atuando insertos na cultura política de um dado território e a par com os movimentos sociais existentes, encontram-se processos intencionais de educação não formal cidadã e para a liberdade. Isto significa a possibilidade destes praticantes passarem da condição de oprimidos para a de produtores de subjetividades e novas identidades, podendo se apropriar da produção cultural em benefício da própria emancipação. A perspectiva foi de que os formados nestes processos podem vir a ser sujeitos de mudanças importantes e significativas, entendida a condição de que não é a educação que muda o mundo: a educação muda as pessoas que mudam o mundo, se houver intenção e condições objetivas.

Abstract: This thesis is about the artistic, social-educational processes created and developed by Augusto Boal and their extensions to the ?Teatro do Oprimido?. At first, it is presented Boal's life trajectory in order to contextualize his production. Next, it is discussed not only the characteristics and properties of the construction of the Brazilian theater representation that happened with Boal in the ?Teatro de Arena?, but also the social educational artistic action resulting, characterized as a new political culture. There were bibliographic, biographic and documental searches; furthermore, narrative interviews for composing the life story of four Jokers - artist: practitioner, learner and researcher of the Method; specialist of the learning process - and a case studied at ?Ponto Educandário de Cultura?, located at the West side of São Paulo, Capital city. The methodological option showed the structures of the feeling that materialized the several productions observed and analyzed. Field research reveals the existence of artistic social educational processes with non-formal learning and knowledge for autonomy, against oppression and to form the subjects who have appropriated the tools of the cultural production in the theater. Amid the main conclusions stand out: among practitioners of Boal's theater ideas, acting as inserts in the political culture of a certain territory and knowing the existing social movements, there are intentional processes of non-formal education for citizenship and for freedom. That means, the possibility of those practitioners to overcome from the condition of oppressed to producers of subjectivity and new identities, being able to appropriate themselves the cultural production for benefit of their own emancipation. The perspective was that the ones formed on such processes could be the subjects of important and significant changes, understood and accepted the condition that it is not education that changes the world: education changes the persons who change the world if there is intention and objective conditions.
Subject: Sociedade
Cidadania
Emancipação
Educação não-formal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Altieri_AntonioLuisdeQuadros_D.pdf6.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.