Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/250881
Type: TESE
Title: O professor no novo capitalismo : representações sociais de professores do ensino fundamental, formadores e alunos de pedagogia
Title Alternative: The teacher in the new capitalism : social representation of the teachers of elementary school, professors and pedagogy students
Author: Pedrinho, Mara Rosana, 1965-
Advisor: Soligo, Ângela Fátima, 1956-
Abstract: Resumo: Pesquisar as subjetividades que se forjam e são forjadas na contemporaneidade marcadas, neste início de século, pela incerteza, pelo efêmero e pelo descontínuo nos remete, necessariamente, a uma aproximação do fenômeno "globalização", que, neste estudo, é entendido não apenas como resultante de fatores econômicos/tecnológicos, mas também como um fenômeno que diz respeito à interação dinâmica entre cultura e economia, e, para tal necessita de um discurso, constituído e constituinte, estrutural e estruturante. Nesse sentido, pode ser tomada como fator causal na construção social que serve de "pano de fundo" para medidas regulatórias. Nesse cenário, as reformas ocorridas nas políticas públicas, em especial no que tange à Educação, encontram-se no chamado Estado-avaliador, modelo que, elitista, é orgânico às demandas da sociedade globalizada e do mundo do trabalho flexível. O objetivo desse trabalho foi o de identificar se as mudanças ocorridas no "novo capitalismo", bem como as políticas públicas e educacionais frutos do chamado "Estado-Avaliador" - expressas pelo futuro professor, professor formador e professor em serviço em uma instituição privada de Ensino Superior e duas escolas públicas municipais (pesquisadas para este trabalho) de uma cidade de porte médio no interior do Estado de São Paulo - já estariam presentes no pensar, ser e agir desses profissionais, engendrando novos entendimentos e ações, por meio de suas representações sociais. Para tal, foram consideradas como objeto de estudo as representações sociais do professor. Utilizou-se como instrumentos de pesquisa questionários contendo questões diretas e projetivas. Foi adotada a análise de Conteúdo (temática), na busca de estabelecer relações entre o contexto vivido e o fenômeno social no seu sentido mais amplo, identificando categorias conforme os temas emergiam do texto, analisando o que nelas há de comum, bem como discursos que apontam para visão divergente e análise diferenciada. Como resultado, foi possível perceber que todos os grupos, em maior ou menor grau, nas suas representações de professor, trazem as marcas da performatividade e do gerencialismo, características do Estado-avaliador, especialmente quando os pesquisados veem: a) sua atividade mais restrita à sua ação individual, solitária e acompanhada de ansiedade, nos quais a iniciativa, o empreendedorismo, a flexibilidade, a busca de inovações em um mundo em mudança (entendido de uma forma naturalizada) se constituem em meios para que ocorram os resultados esperados; b) entendem de que eles são (ou devem ser) profissionais de resultados, nesse novo cenário. Foi possível identificar congruências de discursos em dois grupos (Professor formador e futuro professor) que, "mergulhados" em um universo discursivo comum, apresentam-se mais próximos desses. Nos futuros professores, é possível notar que sentem com clareza a contradição existente, expressos em colocações de vão do deboche à melancolia, quando não um discurso cínico.No professor formador é possível visualizar um espaço onde persiste uma "incerteza moral" e a utilização de um "conhecimento moral", convivendo com o discurso performativo; um grupo que sofre pela precariedade, conflitos, ansiedade, acúmulo de trabalho e pela incerteza quanto ao futuro. Dentre os professores em exercício, no grupo com maior tempo de experiência é possível perceber que sentem a mudança, mas sua história anterior permite um enraizamento, o que não se percebe no grupo com menos tempo de exercício profissional que mostra mais nitidamente as marcas do sofrimento, somado à precarização e à incerteza. Dado interessante que marca todos os grupos é a ideia de que são distintos os entendimentos sobre ser um "bom professor" e ser um "professor competente". Analisar as escolhas e desdobramentos desse entendimento, nesse novo cenário, poderá contribuir para a reflexão da formação oferecida aos futuros pedagogos, bem como aos alunos desses futuros pedagogos, delineando suas possibilidades e seus limites.

Abstract: Researching the subjectivities that forge themselves and are forged in contemporaneity and which are characterized, in the beginning of this century, by uncertainty, ephemeral and discontinuity, takes us necessarily to approximate "globalization", which, in this study, is understood not only as a result of economic/ technological factors, but also as a phenomenon that regards the dynamic interaction between culture and economy, and, for this, it needs a speech, a constituted and a constituting one, a structural and a structuring one. Hence, it can be considered as a causal factor in a social construction that serves as "background" to regulatory measures. In such a scenario, reforms in public policies, especially regarding Education, lie in the so called Evaluative State, an elitist model that is inherent to the demands of the globalized society and to the world of flexible work. The purpose of this work was to identify if the changes occurred in the "new capitalism" as a well as the public and educational policies, result of the so called - expressed by the future teacher, the training teacher and in-service teacher on duty in higher education institution and two public schools (research for this work) in a mid-size city in the interior of the State of São Paulo - would be already present in the way of thinking and acting of this professionals. For this purpose, the teacher social representations were considered as object of study. Questionnaires composed of open and projective questions were used as of research. The Content Analyses (thematic), searching to establish relationships between the contex experienced in life and the social phenomenon in its largest sense, identifying categories as the themes emerge from the text, analyzing what is a common in them, as well as the discourses that point to a divergent vision and a differentiated analysis. As a result, it could be noticed that all of the groups, in higher or lower degrees, in their representations of teacher, bring the mark of the performance and management characteristic, of the Evaluative State, specially when the researchers see at first, their activities more restrict to their individual action, solitary and even plain of anxiety. In these, the iniciative and the entrepreneurship, the flexibility, the search for innovations in a word in change (in a naturalized) become ways to the waited results. In the other hand they understand they are (or should be) resulted professionals, in this new scene. It was possible to identify congruencies in the discourses of both groups (training teachers and future teachers) that, "engulfed" in a common discursive universe, show themselves nearer to these ones. In the future teachers, it is a possible to notice they fell clearly the existent contradiction, expressed in statements that go from de mockery to melancholy when not in cynic discourse. In the training teacher it is possible to visualize a space where persist a "moral uncertainty" and the use of a "moral knowledge", living together with a performativity discourse; a group that suffers for the precariousness, conflicts, anxiety, accumulation of work an by the uncertainty in relation to the future. Among the training teacher, in the group with more time of experience it is possible to notice they fell the change, but their former history allows a deep-rooted situation, what is not noticed in the group with less professional working time that shows more clearly the marks every group is the idea that the understanding about being "a good teacher" and being a "competent teacher" is distinct. Analyzing the choices and sequels of this understanding, in this new scenario, is necessary and can contribute to the reflection on the training offered to the future pedagogues, as well as on the education offered to these future pedagogues' pupils, outlining possibilities and limits.
Subject: Representações sociais
Professor
Educação
Psicologia
Políticas públicas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pedrinho_MaraRosana_D.pdf2.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.