Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/250819
Type: TESE
Title: Vitória vai à escola : o papel da afetividade na formação de professores da educação infantil
Title Alternative: Vitoria goes to school : the role of affectivity in teacher education in early childhood education
Author: Lima, Mariana Parro, 1983-
Advisor: Jesus, Adilson Nascimento de, 1962-
Abstract: Resumo: No momento em que, no Brasil, se discute a Formação de Professores da Educação Infantil, este trabalho pretende fazer uma reflexão, junto com professoras de uma escola da rede pública de Piracicaba, acerca da afetividade na Educação e da importância do toque para a Formação de Professores que atuam na Educação Infantil. Procurou-se pensar o toque como um encontro afetivo entre professores e crianças. Como ponto de partida, procurou-se conhecer a trajetória de vida destas professoras, percebendo a sua formação e seus saberes a cerca das relações afetivas dentro dos espaços escolares. Para isso, este trabalho teve como elemento central a vivência para a consciência corporal e compreensão da dimensão do toque, dessa linguagem essencial para o ser humano, que é imprescindível nessa trajetória. Entrar em contato com o outro e consigo mesmo, permite também fazer uma reflexão sobre o papel da professora e do professor que lidam com bebês e crianças pequenas. Além das vivências, foram utilizados questionários e alguns instrumentos da etnografia, como entrevistas, observação e registo em caderno de campo. Proporcionar uma formação que pense e sinta o corpo é necessário para poder transmitir esse cuidado para as crianças. A vivência da educação e do cuidado corporal para os professores pode auxiliar suas atividades dentro dos espaços escolares, permitindo um olhar mais sensível para com a infância. Com crianças ainda tão pequenas, são necessárias formas diferentes de linguagem e interação, que não a escrita ou a fala. Ao repensar o papel e a formação do professor, foi possível notar a importância de se promover espaços que permitam aproximar os educadores das várias linguagens presentes no mundo das crianças.

Abstract: At the moment that, in Brazil, the formation of teachers for the early childhood education is discussed, this paper aims to reflect, along with teachers from a public school in Piracicaba, about the affection in education and the importance of the touch as a subject for the education of teachers who work in early childhood education. We tried to think on touch as an affective meeting between teachers and children. As a starting point, we sought to know the life trajectory of these teachers perceiving their training and their knowledge about the emotional relationships within the school spaces. To this end, this work focused on the experience of body awareness and understanding of the dimension of the touch, this language that is essential for human beings and essential in this trajectory. Self-contact and contact with others also allows reflecting on the role of the teacher who deals with babies and small children. Besides the body experiences, questionnaires and some tools of ethnography were used, such as interviews, observation and recording in a field notebook. Provide training to think and feel the body is necessary in order to convey that care for children. The experience of education and body care for teachers can assist their activities within the school spaces, allowing a more sensitive eyeing to childhood. With children still so small, different forms of language and interaction are necessary, not only writing or speaking. By rethinking the role and the education of teachers, it was possible to note the importance of providing opportunities that allow educators to approach to the various languages present in the children world.
Subject: Afetividade
Tato
Corpo
Educação de crianças
Formação de professores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_MarianaParro_M.pdf2.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.