Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/250742
Type: TESE
Title: Relação trabalho-educação e questão social no Brasil : uma leitura do pensamento pedagógico da Confederação Nacional da Indústria - CNI (1930-2000)
Title Alternative: Relationship between work and education and social question in Brazil : a reading of the pedagogical thinking of the National Confederation of Industry - CNI (1930-2000)
Author: Souza, Elisabete Gonçalves de, 1962-
Advisor: Saviani, Dermeval, 1944-
Saviani, Dermeval, 1943-
Abstract: Resumo: O presente trabalho discute a relação trabalho-educação e questão social no Brasil a partir da análise de documentos produzidos no período de 1930-2000 pelas lideranças industriais e pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), principal intelectual coletivo da burguesia nacional. Tem como referencial teórico-metodológico o materialismo histórico, mais especificamente os estudos de Gramsci sobre Estado, classes sociais e hegemonia, destacando suas análises sobre o papel da escola nas sociedades capitalistas, sua crítica à escola interessada e a defesa da escola única de formação geral e humanista, entendida como a forma mais avançada de escola no quadro das lutas democráticas. Analisa a emergência de uma fração da classe dominante brasileira, os empresários industriais, no jogo político pós-1930, período de reorganização do Estado face à crise de hegemonia das oligarquias agroexportadoras. Mostra como se configurou o Estado corporativo e as exigências trazidas pelo projeto industrialista: o uso da legislação social e trabalhista no disciplinamento da classe trabalhadora; a preparação técnico-burocrática do executivo; a organização de aparelhos privados de hegemonia, como o IDORT, a CNI, o SENAI e o SESI e a influência destes na educação formal e não-formal da força de trabalho no Brasil. Demonstra, a partir de categorias gramscianas como "transformismo", "bloco histórico" e "hegemonia" que a materialização da revolução burguesa no Brasil se deu centrada no Estado, sendo este a expressão máxima do nível de compromisso firmado entre as classes dominantes cujos aparelhos de hegemonia foram articulados tanto para o exercício da repressão e controle da classe trabalhadora, quanto para alavancar acordos que favoreceram os empresários rendendo-lhes apoio financeiro para gerir com autonomia, por exemplo, serviços educacionais e assistenciais para trabalhadores. Avança analisando as conjunturas de 1950-1970, período que marca a integração do Brasil de forma subordinada ao capitalismo monopolista; a reorientação da política econômica sob a tese da teoria do capital humano e seus impactos nas reformas na educação básica e profissional. Discute a crise orgânica do "sistema capital" e seu reflexo no Brasil nas décadas de 1980-2000 e a reorientação do projeto burguês sob o neoliberalismo, os avanços proporcionados pelas novas tecnologias à produção e seus impactos na organização das forças produtivas e nas relações de trabalho, sendo a diminuição do número de empregos, um dos fatos mais relevantes para compreendermos a questão social hoje. Destaca, no quadro atual, as orientações das políticas educacionais, a ênfase a temas como competitividade, empreendedorismo e responsabilidade social, novas estratégias para a busca do consenso ativo das classes sociais face à crise de hegemonia vivida pelo capitalismo nos últimos anos. Por fim, ressalta o quanto é importante conhecermos as contradições que este sistema engendra, pois só assim seremos capazes de desvelar seu projeto político-ideológico e avançar na "guerra de posição" rumo à construção de um novo projeto societário.

Abstract: This thesis discusses the relationship between work, education and social question in Brazil from the analysis of documents produced in the period 1930-2000 by industrial leaders and also by CNI (National Confederation of Industry), the most important collective intellect of the national bourgeoisie. It's based on theoreticalmethodological historical materialism, specifically studies of Gramsci on the state, social class and hegemony, emphasizing his analysis on the function of schools in capitalist societies; his criticism the vocational school and the defense of a "single school", a school of education general and humanistic, understood as the most advanced type of school in capitalist societies, and should be the object of those who are committed to true democracy. Examines the emergence of a fraction of the Brazilian ruling class, the industrialists, and their insertion into the political game after 1930, period of reorganization of the state in the face the crisis of hegemony of the agro-export oligarchy. Shows how the apparatus of hegemony created by the industrial bourgeoisie were used both for political and ideological control of the working class, and to interfere in social and labor laws. Advances analyzing the decades of 1950-1970, period that marks the subordinate integration of Brazil to monopoly capitalism, the reorientation of economic policy, the human capital theory and its impact on reforms in education and vocational training. Discusses the organic crisis of capitalism and its impact in Brazil (1980-2000); the political reforms aimed at restructuring of the state and the economy. Study the influence of neoliberalism in education policies, the emphasis on issues such as competitiveness, social responsibility and entrepreneurship, new strategies for finding the consensus of the social classes, so as not to show the crisis of hegemony experienced by capitalism in recent years. Finally, we emphasize the importance of knowing the contradictions generated by the capitalist system, because only then will we be able to reveal their political-ideological and to continue the "war of position" toward building a new society project.
Subject: Confederação Nacional da Industria
Educação para o trabalho
Empresários
Brasil - História - 1930-2000
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_ElisabeteGoncalvesde_D.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.