Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/249485
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Sorção do tiabendazol em solos do Estado de São de Paulo
Title Alternative: Sorption of thiabendazole in the state of São Paulo soils
Author: Oliveira Neto, Odilon França de, 1973-
Advisor: Fostier, Anne Hélène, 1960-
Abstract: Resumo: A presença de resíduos de produtos farmacêuticos de uso humano e veterianário no meio ambiente tem sido motivo de preocupação na comunidade científica. Um desses produtos é o agente anti-helmíntico Tiabendazol (TBZ), amplamente usado na medicina veterinária e na agricultura. Os dados referentes ao comportamento do TBZ em solos brasileiros são escassos, e a extrapolação de dados oriundos de outras regiões não é coerente devido às especificidades do clima e dos solos de cada região. A sorção do TBZ foi avaliada seguindo as recomendações do guia 106 da OECD, e sua quantificação nas soluções de solos foi feita por espectroscopia UV (299 nm). Além disso, foram realizados estudos cinéticos e construção de isotermas, para quatro solos do estado de São Paulo, Neossolo Quartzarênico (N1), Latossolo Vermelho (N2), Latossolo Vermelho-Amarelo (S1) e Argilossolo Vermelho-Amarelo (S2). A distinção de comportamento cinéticos nas duas faixas de pH, onde predominam formas distintas do TBZ (catiônica e neutra), reforça a diferenciação dos mecanismos de sorção em função do pH. Três modelos de isotermas foram testados em três faixas de pH (2,5 a 3,0; 3,8 a 4,2 e 5,5 a 5,7) ¿ Freundlich, Langmuir e partição hidrofóbica. As isotermas de partição hidrófóbica apresentaram altos coeficientes de correlação (r2 > 0,97), nas três faixas de pH, no entanto, devido ao caráter ionizável do TBZ as correlações não podem ser relacionadas diretamente a hidrofobicidade do composto. As isotermas de Freundlich apresentaram correlações > 0,97, para as três faixas de pH. Os valores de KF mostraram que a especiação do TBZ, promovida pelo pH, influencia em sua capacidade de adsorção nos solos. O solo N1 apresentou a menor capacidade adsortiva nas três faixas de pH, o N2, a maior, nas duas faixas mais baixas e o solo S1, a maior capacidade na faixa de pH 5,5 a 5,7. As isotermas de dessorção apresentaram valores de KF superiores à etapa de adsorção. Os resultados obtidos indicam que o TBZ apresenta boa mobilidade nos perfis dos solos estudados, podendo acarretar riscos aos recursos hídricos. E a fração que permanece retida pode oferecer riscos a microbiota do solo, considerando que medicamentos são projetados para serem eficientes mesmo em baixas concentrações

Abstract: The presence of pharmaceuticals residues for human and veterinary use in the environment has been concerned in the scientific community. One of these products is the anthelmintic drugs Thiabendazole (TBZ), widely used in veterinary medicine and in the agriculture. The data regarding to TBZ behavior in Brazilian soils are scarce, and data extrapolation from other regions is not consistent due to the peculiarities climate and soils of each site. The sorption of TBZ was evaluated following the OECD guideline 106 recommendations, and its quantification in soil solutions was made by UV spectrophotometry (299 nm). Furthermore, kinetic studies were performed and isotherms were constructed for four soil for the State of São Paulo, Neossolo Quartzarenic (N1), Oxisol red (N2), Oxisol Red-yellow (S1) and Argisol Red-yellow (S2). The distinction in the kinetic behavior at the two pH ranges, where the most distinct TBZ forms (cationic, neutral) predominate, enhances the differentiation of the sorption mechanisms as a function of pH. Three models of isotherms were tested in three pH ranges (2.5 to 3.0; 3.8 to 4.2 and 5.5 to 5.7) ¿ Freundlich, Langmuir and hydrophobic partitioning. The hydrophobic partitioning isotherms presented high correlation coefficients (r2 > 0.97) on the three pH ranges, however, due to the ionizable TBZ character the correlations may not be directly related to the compound hydrophobicity. The Freundlich isotherms showed correlations > 0.97 for the three pH ranges.The KF values showed that the speciation of TBZ, promoted by pH, influence on its adsorption capacity in the soil. The N1 soil presented the lowest adsorptive capacity in the three pH ranges, the N2, the largest in the two lower pH ranges and the soil S1, the largest capacity in the pH range from 5.5 to 5.7. The desorption isotherms showed KF values higher than the adsorption step.The obtained results indicate that TBZ has good mobility in soil profiles studied and this may carry risks to water resources. Moreover, the retained fraction can present risks to soil microbiota, considering that drugs are designed to be efficient even at low concentrations
Subject: Tiabendazol
Solos
Sorção
Especiação
Contaminantes emergentes
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
OliveiraNeto_OdilonFrancade_M.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.