Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/249405
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Determinação de elementos metálicos em nutrição enteral
Title Alternative: Determination of metallic elements in enteral nutririon
Author: Macarovscha, Greice Trevisan, 1978-
Advisor: Cadore, Solange, 1956-
Abstract: Resumo: A nutrição enteral é um alimento com finalidade de suprir todas as necessidades nutricionais de um indivíduo que está incapacitado de se alimentar da forma convencional. São alimentos encontrados comercialmente em forma sólida ou liquida, prontos para o consumo, cuja composição inclui carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais em quantidades suficientes para atingir a ingestão diária recomendada para um indivíduo saudável. A legislação brasileira regula os elementos metálicos essenciais e o limite máximo de contaminantes em alimentos. Para o estudo dessas espécies metálicas nas nutrições enterais, as técnicas de ICP OES e GF AAS foram utilizadas. As amostras foram analisadas por ICP OES após o tratamento em forno de microondas fechado. Após a otimização das condições experimentais do ICP OES (potência da RF, vazão de nebulização e vazão auxiliar) as espécies Al, As, Ba, Ca, Cd, Co, Cr, Cu, Fe , Hg, K , Mg, Mn, Mo, Na, Ni, Pb, Sb, Se, V e Zn tiveram sua exatidão avaliada através de experimentos de adição e recuperação, obtendo-se valores entre 90 e 110% e RSD menores que 5%, para a maior parte dos elementos. Ca, Fe, K, Mg, Mn, Na e Zn foram quantificados nas amostras enquanto que as espécies contaminantes (Cd, Hg, Pb e Se) e outros elementos essenciais (Cu, Cr, Mo, Se) não puderam ser quantificados pois estavam abaixo do LOQ do método. Com as condições de GF AAS (tempo e temperatura de pirólise e de atomização, uso de modificador químico) otimizadas e as amostras suspensas em CFA-C foram obtidas exatidões adequadas e RSD menores que 5% para as determinações de Al nas amostras. Diferentes tipos de embalagem não influenciaram o teor de Al nas amostras. Chumbo e cádmio também foram determinados por GF AAS, usando amostras mineralizadas em forno de micro-ondas fechado. Nas condições experimentais otimizadas a exatidão foi avaliada por um estudo de recuperação obtendo-se recuperações adequadas. O LOQ para Pb e Cd atendem os valores da legislação vigente. Essas espécies foram quantificadas nas amostras e todos os resultados observados se encontram abaixo do limite máximo tolerado de contaminantes. Um estudo de disponibilidade foi feito para avaliar a fração disponível dos elementos metálicos declarados na amostra. Esse estudo foi realizado in vitro, visando uma simulação dos processos digestivos e de absorção que ocorrem no trato gastrointestinal de um indivíduo. Os resultados mostraram que a disponibilidade dos elementos estudados nas amostras de nutrição enteral tornam esse tipo de alimento adequado para o seu fim

Abstract: Enteral nutrition is a food that aims to supply all the nutritional necessities of a person who is incapable of feeding in the conventional way. They are meals commercially available in solid or liquid forms, usually ready for consumption. These commercial meals include carbohydrates, proteins, lipids, vitamins and minerals in sufficient quantities in their composition, in order to reach the daily recommended amounts for a healthy individual. Brazilian legislation regulates the essential metallic elements and the maximum contaminants in food. For the study of metallic elements in enteral nutriments, the techniques of ICP-OES and GF AAS were used. ICP OES was used for the analysis after sample treatment in a closed microwave oven. After experimental optimization of the ICP OES parameters (RF power, nebulization flow, and auxiliary flow) the method accuracy was evaluated using addition and recovery experiments. For the majority of the elements recoveries between 90 and 110% and RSD less than 5% were obtained. Ca, Fe, K, Mg, Mn, Na and Zn were quantified in the samples. The contaminants species (Cd, Hg, Pb, Se) and the other essential elements (Cr, Cu, Mo, Se) were below the LOQ and could not be quantified. Using GF AAS optimized conditions (pyrolysis and atomization time and temperature and use of chemical modifiers) with the samples suspended in CFA-C it was possible to obtain adequate accuracies and RSD lower than 5% for the determination of Al in the enteral samples. Different types of packaging did not influence the content of Al in the samples. Lead and Cd were determined by GF AAS after sample treatment by microwave radiation. Under the optimized experimental conditions the method accuracy was evaluated by an addition and recovery study. The LOQ for Pb and Cd using GF AAS are in accordance with the values established by the legislation. The determination of Cd and Pb showed that the concentrations in all the samples analyzed are below the maximum tolerated value. A bioavailability study was carried out to evaluate the available fraction of the metallic elements declared in the sample¿s label. The in vitro study simulated the digestive and absorption processes that occur in the gastrointestinal treat of an individual. The results showed that the availability of elements in the samples of enteral nutrition make this type of food suitable for their purpose
Subject: Alimentação enteral
ICP OES
GF AAS
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MACAROVSCHA, Greice Trevisan. Determinação de elementos metálicos em nutrição enteral. 2011. 76 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Química, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/249405>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Macarovscha_GreiceTrevisan_D.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.