Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/244488
Type: TESE
Title: Treinamento com jogos : a importância das regras e da dimensão dos campos nas variáveis físicas e na movimentação de jogadores de futebol durante os treinamentos
Title Alternative: Training with games : the importance of the rules and the size of the fields in the physical variables and time-motion characteristics the soccer players during training
Author: Belozo, Felipe Lovaglio, 1984-
Advisor: Scaglia, Alcides José, 1972-
Abstract: Resumo: A utilização dos jogos reduzidos (JR) para o treinamento do futebol aumentou consideravelmente nos últimos anos. As regras impostas pela comissão técnica e a dimensão do campo causam efeitos significativos na movimentação dos jogadores de futebol durante os treinamentos. O objetivo desse estudo foi avaliar a influência da regra, com o princípio tático da manutenção da posse de bola, e o efeito da dimensão de campo e número de jogadores na intensidade e movimentação dos jogadores durante o treinamento em pequenos, médios e grandes jogos, em duas condições de campo, controle e experimental. Participaram voluntariamente da pesquisa onze atletas da categoria sub-20 de um clube profissional do Estado de São Paulo-Brasil, com idade 18±1,2 anos, estatura 174,04±6,93cm, massa corporal 66.58±7,75kg. Por meio da videogametria, foi possível conhecer as faixas de velocidades que os atletas percorreram durante os jogos e ao correlacionar com a avaliação de Limiar Ventilatório (LV), estabelecer individualmente quatro diferentes faixas de intensidade (baixa intensidade, intensidade moderada, moderada/alta e alta intensidade). Os resultados apontam que os jogos controle (somente com regras da FIFA) são mais intensos do que os jogos experimentais, pois no campo controle 3x3+G, os atletas percorreram 141,5±55,3m em alta intensidade contra 101,6±55,6m no experimental. No 6x6+G, 389±179,6m no controle e 175,8±65,3m no campo experimental. Para os campos de 10x10+G, percorreram 560,5±165,9m no campo controle e 361±135,1m no experimental (p<0,05). Ao observar a dimensão de campo, os resultados apontam também que nos jogos controle a movimentação dos atletas no campo 6x6+G, (360,89±155,7m), foi significativamente maior do que no campo 3x3+G, (139,71±49,3m) e o campo 10x10+G, (579,89±173,9 m) foi maior que os formatos 3x3+G e 6x6+G, (p<0,05). Essas diferenças significativas também podem ser observadas na distância total percorrida, quantidade de ações em alta intensidade, velocidade máxima, distância das ações em alta intensidade e intervalo entre as ações de alta intensidade. Porém no campo experimental, existe diferença significativa apenas do campo 10x10+G para os campos 3x3+G e 6x6+G. Contudo, conclui-se que a manipulação da dimensão do campo e número de jogadores causa efeito significativo na movimentação dos jogadores, porém as regras estabelecidas pela comissão técnica também causam efeito nas movimentações dos atletas independente da dimensão de campo e número de jogadores. As regras tornam-se importantes para um comprometimento tático e consequentemente um efeito na intensidade e movimentação dos jogadores durante os treinamentos com jogos

Abstract: The use of Small-Sided Games (SSG) for soccer training has increased considerably in recent years. The rules imposed by the coaches and the size of the field have significant effects on the time-motion characteristics of soccer players during training. The aim of this study was to evaluate the influence of the rule, with the tactical principle of possession of maintenance, and the effect of field size and number of players in the intensity and time-motion of players during training in small, medium and large games, in two field conditions, control and experimental. Voluntarily participated in the survey eleven athletes of the U-20 a professional club of São Paulo-Brazil, with age 18±1,2 years, height 174.04 ± 6,93cm, body mass 66.58 ± 7,75kg. Through videogametria was possible to know the tracks speeds that athletes covered during games and correlate with the evaluation ventilatory threshold (VT), individually establish four different intensity ranges (low intensity, moderate, moderate/high and high intensity). The results show that the control games (only with FIFA rules) are more intense than the experimental games, as in 3x3+G control field, athletes covered 141.5 ± 55,3m for high intensity against 101.6 ± 5,6m in the experimental. In 6x6G, 389 ± 179,6m in control and 175.8 ± 65,3m in the experimental field. For the fields of 10x10+G, covered 560.5±165,9m in the field control and 361±135.1m in the experimental (p <0.05). Observing the fild size, note also that in the control games by increasing the field size and number of players there is a significant increase in the time-motion of athletes 6x6+G field for 3x3+G and field 10x10+G field for the fields 3x3+G and 6x6+G. But in experimental games (with rules imposed by the coaches), there are significant differences only field 10x10+G to the fields 3x3+G and6x6+G. However, it is concluded that the size of the field and the number of players in effect causes time-motion of athletes during training, but the handling becomes important rules for a tactical engagement and consequently an effect on the intensity and time motion of the players during training with games
Subject: Futebol
Treinamento
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Belozo_FelipeLovaglio_M.pdf2.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.