Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/244484
Type: TESE
Title: Avaliação do uso de leite desnatado como bebida hidratante em indivíduos fisicamente ativos desidratados após exercício em cicloergômetro e seu impacto no padrão alimentar
Title Alternative: Evaluation of the use of skimmed milk as hydrating drink in physically active individuals dehydrated after exercise on a cycle ergometer and the impact on dietary
Author: Pegoretti, Cássia, 1986-
Advisor: Antunes, Adriane Elisabete Costa, 1975-
Moraes, Adriane Elisabete Antunes de, 1975-
Abstract: Resumo: O leite desnatado (LD) apresenta potencial para hidratação no pós exercício mas seu consumo com esta finalidade pode resultar no aporte muito elevado de nutrientes e mesmo causar desconforto intestinal, devido à alta concentração de lactose. Foi realizado ensaio clínico controlado, randomizado, cross over e longitudinal com participação de 9 adultos de ambos os gêneros. Empregou-se exercício em bicicleta estacionária, com razão esforço/pausa 2:1 e variações de intensidade compreendidas entre 80 a 110% da frequência cardíaca do limiar anaeróbio, até os participantes atingirem a perda de massa corporal equivalente à 1,5% massa corporal inicial. Foi avaliado o potencial de reidratação através do consumo de diferentes doses de água mineral (AM) e LD, sendo os grupos assim constituídos: grupo água (AM-AM-AM = 5 pessoas); grupo leite (LD-LD-LD = 5 pessoas); grupo leite-leite-água (LD-LD-AM = 4 pessoas); grupo água, leite e leite (AM-LD-LD = 4 pessoas); grupo água, leite e água (AM-LD-AM = 9 pessoas) e grupo água, água e leite (AM-AM-LD= 9 pessoas). Os participantes foram instruídos a realizarem um registro alimentar de três dias para avaliação dos seus padrões alimentares e preencherem questionário subjetivo sobre a percepção em relação ao consumo de cada uma das bebidas e potenciais desconfortos. Foi analisada a ingestão de proteínas, cálcio, fósforo, vitaminas D e B2 e o valor energético total (VET) resultante do consumo de leite para hidratação. O poder hidratante das proporções ofertadas foi avaliado através de análises de urina, antes do exercício e ao final do período de recuperação; quais sejam: osmolalidade e densidade urinárias; volume total de urina produzida e retenção hídrica. Os resultados mostraram que o grupo que consumiu apenas LD produziu menor quantidade de urina durante o período de recuperação e através dos dados de osmolalidade e densidade urinários esse consumo proporcionou melhor hidratação comparado ao grupo que consumiu apenas uma dose de LD para hidratar. Porém, o consumo de duas ou três doses de LD desencadeou diarreia na maioria dos participantes. Ao diminuir o consumo de LD para apenas uma dose, os episódios de diarreia cessaram para a maioria dos participantes. Os dados de osmolalidade e densidade urinários demonstraram ainda, que uma dose de LD não representa melhor hidratação que AM somente. O aporte de cálcio, vitaminas D e B2 aumentou significativamente com o consumo de uma dose de LD bem como observou-se aumento significativo do VET. Em conjunto, nossos resultados, apontam que o consumo somente de AM pareceu ser melhor que o consumo de LD, seja ele através de três, duas ou uma dose, para repor os líquidos perdidos durante exercício em cicloergômetro

Abstract: Skimmed milk (SM) has the potential for post exercise hydration but its use for this purpose may result in a very high nutrient input and even cause intestinal discomfort due to the high lactose concentration. A controlled clinical trial was carried out as a randomized, crossover, longitudinal study with 9 adults of both genders. A stationary exercise bike was used with 2:1 stress / break and intensity variations between 80 and 110% of the anaerobic heart rate threshold, until the participants reached a loss of body mass equivalent to 1.5% of the initial body mass. The potential for rehydration using different doses of mineral water (MW) and SM was evaluated, the groups being constituted as follows: water group (MW-MW-MW = 5 people); milk group (SM-SM-SM= 5 people); milk-milk-water group (SM-SM-MW = 4); water, milk and milk group (MW- SM-SM= 4); water, milk and water group (MW- MW- SM= 9 people) and water, water and milk group (MW- MW- SM= 9 people). The participants were instructed to carry out a three day food record to assess their eating patterns and fill in a subjective questionnaire about their perception of the consumption of each beverage and potential discomfort. The intakes of protein, calcium, phosphorus, vitamin D and B2 were analyzed and the total energy value (TEV) resulting from the consumption of milk for hydration calculated. The hydrating power of the different ratios of water and milk offered was evaluated by way of urine tests carried out before the exercise and at the end of the recovery period. The tests were osmolality and urinary density; total volume of urine produced and water retention. The results showed that the group that only consumed SM presented the lowest amount of urine during the recovery period and the data for urinary osmolality and density showed better hydration for this group as compared to the group that consumed only one dose of SM. However, the use of two or three doses of SM triggered diarrhea in most participants. By decreasing the consumption to a single dose of SM, the episodes of diarrhea ceased for most participants. The data for osmolality and urinary density also showed that a single dose of SM did not show better hydration than MW only. The amount of calcium, vitamin D and B2 increased significantly with the consumption of a single dose of SM, and there was also a significant increase in TEV. Together, the present results suggest that the consumption of MW alone was better than that of SM, be it with three, two or one dose, to replace fluids lost during exercise on a bicycle ergometer
Subject: Hidratação
Exercícios físicos
Desidratação
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pegoretti_Cassia_M.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.