Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/244482
Type: TESE
Title: Relações dos parâmetros aeróbios e anaeróbios do modelo de potência crítica determinados de maneira convencional e por all-out de três minutos em esteira rolante não motorizada
Title Alternative: Relationship of aerobic and anaerobic parameters derived from critical power model determined by conventional way and all-out of 3-min test in a nonmotorized treadmill tethered running
Author: Gama, Maria Carolina Traina, 1983-
Advisor: Gobatto, Claudio Alexandre, 1964-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi viabilizar a utilização da esteira rolante não motorizada (ENM) em corrida atada com sensor de carga para obtenção de potência de corrida, em homens ativos fisicamente. Além disso, analisar possíveis correlações entre os valores de capacidades aeróbias e anaeróbias obtidos no teste convencional de Potência Crítica e all-out de três minutos realizados em esteira rolante não motorizada, e teste de Lactato mínimo realizado na esteira rolante motorizada. Para isto, dez indivíduos do sexo masculino, com a faixa etária média de 23 ± 4 anos compareceram ao laboratório nove vezes, para a coleta dos dados. Nas duas primeiras, foram concretizadas a avaliação antropométrica e a adaptação ao ergômetro. Após essa adaptação, foram utilizadas quatro visitas para aplicação do protocolo convencional de determinação da potência crítica. Para realização do teste e reteste de all-out de três minutos (AO3) foram utilizadas mais duas visitas, seguidas de mais uma para aplicação do teste de Lactato mínimo. É importante ressaltar que foi respeitado um intervalo de no mínimo 24 horas entre todos os testes para recuperação muscular dos avaliados. Além disso, com a escessão da adaptação aos ergômetros e antropometria. Os dados coletados foram posteriormente inseridos em pacote estatístico Statistica 6.0 (Statsoft, EUA), SPSS 16.0 para Windows (SPSS Inc., EUA) , verificada a normalidade da distribuição pelo teste de Shapiro-Wilk e a homogeneidade pelo de Levene, para decisão de uso de estatística paramétrica (Anova One-way e Two-way e quando necessário post-hoc Newmann Keuls, para comparação das variáveis. Teste t de Student e teste de correlação de Pearson e intra classe (ICC) de concordância absoluta também foram aplicados. Para todas as análises foi adotado nível de significância de p ? 0,05. Os principais achados da presente pesquisa sugerem que AO3 em corrida atada na ENM é uma metodologia reprodutível. Além disso, fundamentado nos valores de r2, ausência de diferenças estatísticas entre todas as aplicações, e alta correlção entre os modelos da potência crítica convencional e AO3, podemos concluir que os testes de potência crítica convencional e AO3 em corrida atada na ENM, e LM em corrida atada na EM são metodologias viáveis para obtenção de parâmetros fisiológicos de capacidade aeróbia em unidade de potência mecânica, em ergômetro específico para corredores. Em relação aos parâmetros anaeróbios de capacidade, a aplicação de AO3 parece ser mais confiável pela maior coerência aos valores encontrados na literatura

Abstract: The aim of this study was to enable the use of nonmotorized treadmill tethered running (NMT) with load sensor for obtaining output power of runnung in physically active men. Furthermore, to analyze the correlation between the values of aerobic and anaerobic capacities obtained in the conventional test Critical Power and all-out three minutes in NMT, and lactate minimum test (LM) performed on the motorized treadmill (MT). For this ten males, mean age 23 ± 4 years attended the laboratory nine times for data collection. In the first two, anthropometric assessment and adaptation to the ergometer were implemented. After this adaptation, four visits to applying the conventional protocol for determining the critical power were used. For the test and retest of all-out three minutes (AO3) plus two visits, followed by a further application to the lactate minimum test were used. Importantly, an interval of at least 24 hours between all tests for muscle recovery was evaluated respected. Moreover, with the adaptation to escessão ergometers and anthropometry. The data collected were subsequently included in the statistical package Statistica 6.0 (Statsoft, USA), SPSS 16.0 for Windows (SPSS Inc., USA), checked for normal distribution using the Shapiro-Wilk test and homogeneity by Levene for decision use of parametric statistics (ANOVA One-way and Two-way when necessary and post hoc Newman-Keuls test for comparison of variables. Student's t test and Pearson correlation test and intra-class (ICC) for absolute agreement were also applied. for all analyzes the level of significance was set at p ? 0.05. principal findings of this study suggest that in AO3 in a nonmotorized treadmill tethered running NMT is a reproducible methodology. Moreover, based on r2 values, no statistical differences among all applications, and high correlção between models of conventional critical power and AO3, we can conclude that tests conventional critical power and AO3 in the NMT , and LM tethered running in MT are viable methodologies for obtaining physiological parameters of capacity aerobic mechanical power in unity, in particular ergometer for runners. Regarding anaerobic capacity parameters, the application of AO3 seems to be more reliable for greater consistency with the values found in the literature
Subject: Potência mecânica
Corridas
Avaliação física
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gama_MariaCarolinaTraina_M.pdf1.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.