Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/202326
Type: Artigo de periódico
Title: Complicações imediatas e tardias após cirurgia de reservatório ileal na polipose adenomatosa familiar
Title Alternative: Short-term and long-term postoperative complications after ileal pouch-anal anastomosis in familial adenomatous polyposis
Author: Leal, Raquel Franco
Ayrisono, Maria de Lourdes Setsuko
Coy, Cláudio Saddy Rodrigues
Fagundes, João José
Góes, Juvenal Ricardo Navarro
Abstract: BACKGROUND: Restorative proctocolectomy is the procedure of choice to treat familial adenomatous polyposis, however it can be associated to short-term and long-term postoperative complications. AIM: To evaluate the occurrence of complications related to the surgical treatment of familial adenomatous polyposis with ileal pouch technique. METHODS: Retrospective study of 69 patients with familial adenomatous polyposis after rectocolectomy with ileal reservoir between 1984 and 2006, operated on Coloproctology Group, Medical Sciences Faculty, State University of Campinas, Campinas, SP, Brazil. The median follow-up period was 82 (2-280) months. Data obtained were surgical techniques and postoperative complications. RESULTS: The morbidity and mortality were 63.8% and 2.9%, respectively. The most frequent complications were small-bowel obstruction (17.4%), anastomotic stricture (15.9%) and pelvic sepsis (10.1%). Acute ischemia of the ileal pouch (4.3%), pouchitis (2.9%) and ileal pouch-related fistula (2.9%) had poorer frequency than others. CONCLUSIONS: The morbid-mortality was similar to the literature?s data and it is acceptable for a complex surgery in two terms like the ileal reservoir-anal anastomosis. The small-bowel obstruction was the most frequent complication. However, ischemia of the reservoir, pouchitis and pelvic sepsis were important complications and was related to the failure of the ileal reservoir.
RACIONAL: A retocolectomia total com confecção de reservatório ileal é cirurgia ideal para o tratamento do cólon e reto dos doentes com polipose adenomatosa familiar, no entanto pode estar associada a complicações no pós-operatório imediato e tardio. OBJETIVO: Estudar as complicações pós-operatórias da cirurgia do reservatório ileal na polipose adenomatosa familiar. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 69 doentes com polipose adenomatosa familiar submetidos a cirurgia de reservatório ileal no período de 1984 a 2006, pelo Grupo de Coloproctologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas, SP. O seguimento médio pós-operatório foi de 82 (2-280) meses. Dados de interesse: ocorrência de complicações no pós-operatório. RESULTADOS: A morbidade e mortalidade foram de 63,8% e 2,9%, respectivamente. As complicações mais freqüentes foram obstrução intestinal (17,4%), estenose da anastomose (15,9%) e sepse pélvica (10,1%). Outras complicações foram isquemia aguda do reservatório ileal (4,3%), ileíte do reservatório ( pouchitis ) (2,9%) e fístulas relacionadas ao reservatório (2,9%). CONCLUSÕES: A morbimortalidade foi semelhante à da literatura e aceitável para uma cirurgia complexa como é a do reservatório ileal, realizada em dois tempos operatórios. A obstrução intestinal foi a complicação mais freqüente. Entretanto, isquemia do reservatório,pouchitis e sepse pélvica constituíram importantes complicações relacionadas à perda do reservatório ileal.
Subject: Polipose adenomatosa do colo
Íleo
Reto
Bolsas do colo
Colectomia
Adenomatous polyposis coli
Ileum
Rectum
Colonic pouches
Colectomy
Editor: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Citation: Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 45, n. 2, p. 106-110, 2008.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0004-28032008000200003
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032008000200003
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032008000200003
Date Issue: 1-Jun-2008
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0004-28032008000200003.pdf391.68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.