Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/191
Type: Artigo de periódico
Title: Perfil de prescrições e uso de antibióticos em infecções comunitárias
Title Alternative: Prescription patterns and antibiotic use in community-based infections
Author: DEL FIOL, Fernando de Sá
LOPES, Luciane Cruz
TOLEDO, Maria Inês de
BARBERATO-FILHO, Silvio
Abstract: INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo foi conhecer os padrões de utilização de antibióticos no município de Sorocaba, avaliando o diagnóstico referido, a terapêutica empregada e sua utilização. MÉTODOS: Utilizou-se um instrumento de avaliação aplicado por 12 meses em usuários de antibióticos. Foram coletados dados de 403 usuários e referiram-se à: informações sociodemográficas e de saúde, diagnóstico e terapêutica. RESULTADOS: Encontrou-se grande utilização e a maior utilização prévia na faixa etária de 0-10 anos (p<0,05). As infecções com envolvimento pulmonar foram as mais citadas (p<0,05) e as penicilinas, os fármacos mais utilizados, presentes em 45,1% das prescrições. Tempo médio de terapêutica (8,9 dias) esteve abaixo do preconizado para otites. Em sinusites, 22% das prescrições não orientaram para o uso recomendado (10 dias). CONCLUSÕES: A inexistência e não utilização de protocolos terapêuticos têm resultado em grande diferença nos padrões de prescrição, levando a insucesso terapêutico e recidiva de infecções - situações frequentemente encontradas neste estudo.
INTRODUCTION: The aim of this study was to find out about the patterns of antibiotic use in the municipality of Sorocaba, through evaluating the reported diagnosis and the therapy used. METHODS: An evaluation tool was applied among antibiotic users over a 12-month period. Sociodemographic data and information relating to health, diagnosis and therapeutics were gathered in relation to 403 users. RESULTS: Great present use and the greatest previous use was found in the 0-10 year-old age group (p < 0.05). Infections with lung involvement were the ones most mentioned (p < 0.05) and penicillins were the drugs most used, present in 45.1% of the prescriptions. The mean duration of therapy for otitis (8.9 days) was below the recommendation. For sinusitis, 22% of the prescriptions did not give guidance regarding recommended use (10 days). CONCLUSIONS: The lack and/or nonuse of therapeutic protocols resulted in great differences in prescription patterns, thereby leading to therapeutic failure and recurrence of infections, which were situations frequently found in this study.
Subject: Antibióticos
Prescrição
Infecções bacterianas
Resistência bacteriana
Antibiotics
Prescriptions
Bacterial infections
Bacterial resistance
Country: Brasil
Editor: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Citation: Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v.43, n.1, p.68-72, 2010
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0037-86822010000100015
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822010000100015
http://www.scielo.br/pdf/rsbmt/v43n1/a15v43n1.pdf
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Artigos e Materiais de Revistas Científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
art_TOLEDO_Perfil_de_prescricoes_e_uso_de_antibioticos_2010.pdfpublished version166.96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.