Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/12387
Type: Artigo de periódico
Title: Cirurgia para epilepsia na infância: avaliação neuropsicológica e de qualidade de vida
Title Alternative: Epilepsy surgery in childhood: neuropsychological and quality of life assessments
Author: Guimarães, Catarina Abraão
Souza, Elisabete A.P.
Montenegro, Maria Augusta
Cendes, Fernando
Guerreiro, Marilisa M.
Abstract: OBJETIVO: Avaliar e descrever os efeitos advindos da cirurgia para epilepsia quanto aos aspectos neuropsicológicos e de qualidade de vida e relacionar os resultados ao quadro clínico do paciente. MÉTODO: Foram avaliadas nove crianças com epilepsia refratária antes e seis meses após a cirurgia através de uma ampla bateria de instrumentos neuropsicológicos e questionário de qualidade de vida. As etiologias e os procedimentos cirúrgicos foram variados. RESULTADOS: Mudanças significativas no QI, no geral, não ocorreram; duas crianças cuja etiologia da epilepsia de lobo temporal era lesão neoplásica tiveram importante piora comportamental na avaliação pós-cirúrgica apesar do controle de crises; o sujeito que obteve maiores ganhos nas avaliações foi aquele que apresentou o quadro pré-cirúrgico mais grave e foi submetido à hemisferectomia esquerda devido à síndrome de Rasmussen. Houve melhora dos aspectos sociais, ambientais, efeitos de medicação, percepção de controle de crises e do nível geral de qualidade de vida do grupo, havendo correlação positiva entre o controle de crises epilépticas e a percepção dos pais quanto à melhora da qualidade de vida. CONCLUSÃO: A melhora da qualidade de vida detectada na avaliação pós-cirúrgica correlacionou-se com o controle de crises; diferentemente, as repercussões neuropsicológicas dependeram de vários fatores como tipo de epilepsia, etiologia e tipo de cirurgia.
PURPOSE: To perform neuropsychological and quality of life assessments before and after epilepsy surgery in children; to correlate these parameters with clinical findings. METHOD: Nine children with refractory epilepsy were evaluated before and six months after the surgical treatment with a comprehensive neuropsychological battery and quality of life questionnaire. Children had variable etiologies and surgical procedures. RESULTS: IQ changes did not occur; two children with temporal lobe epilepsy due to tumor had important behavior impairment after surgery despite complete seizure control; best neuropsychological improvement was seen in the child who had Rasmussen's encephalitis and underwent hemispherectomy. Social aspects, drug side effects, seizure perception and the overall level of quality of life improved after surgery. CONCLUSION: Quality of life improvement was clearly correlated with seizure control; nevertheless, neuropsychological improvement depended on several factors, such as etiology, type of epilepsy and surgery.
Subject: avaliação neuropsicológica
qualidade de vida
epilepsia
infância
neuropsychological assessment
quality of life
epilepsy
childhood
Editor: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0004-282X2003000500016
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2003000500016
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2003000500016
Date Issue: 1-Sep-2003
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0004-282X2003000500016.pdf74.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.