Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/1223
Type: Artigo de periódico
Title: Pseudomonas aeruginosa multirresistente: um problema endêmico no Brasil
Title Alternative: Multidrug-resistant Pseudomonas aeruginosa: an endemic problem in Brazil
Author: NEVES, Patrícia R.
MAMIZUKA, Elsa M.
LEVY, Carlos E.
LINCOPAN, Nilton
Abstract: Relatos mundiais têm documentado a problemática da endemicidade de isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa multirresistente (MDR) aliada a elevados índices de morbidade/mortalidade. No Brasil, surtos de infecção ocasionados por P. aeruginosa têm sido relacionados com uma disseminação clonal da espécie. Atualmente, as opções terapêuticas para o tratamento das infecções causadas por esse microrganismo são limitadas, muitas vezes restringindo-se ao uso de carbapenêmicos (p. ex., imipenem [IPM]). Assim, a resistência ao IPM é uma questão de saúde pública, uma vez que esse antibiótico é empregado como último recurso no tratamento de infecções de origem hospitalar, causadas por bactérias Gram-negativas multirresistentes. No Brasil, os principais mecanismos relacionados com fenótipos multirresistentes de P. aeruginosa são produção de metalobetalactamase (MBL) do tipo SPM-1, presença de metilase 16S rRNA RmtD, perda de porina OprD e superexpressão de bombas de efluxo, o que pode explicar os altos índices de resistência a carbapenêmicos e aminoglicosídeos. A emergência de cepas com essas características é preocupante, tendo em vista a escassez de terapias efetivas no tratamento de infecções por esse patógeno. Finalmente, com base em relatos nacionais, publicados por diferentes grupos de pesquisa, podemos deduzir que a convergência de múltiplos mecanismos de resistência em P. aeruginosa tem sido um evento favorável para a seleção de diferentes clones endêmicos multirresistentes disseminados no Brasil.
Global reports have documented the endemicity of multidrug-resistant (MDR) Pseudomonas aeruginosa associated with high levels of morbidity/mortality. In Brazil, outbreaks of MDR P. aeruginosa have been related to clonal dissemination. Currently, therapeutic options for the treatment of these infections are restricted to carbapenemic antibiotics (i.e., imipenem [IPM]). Thus, carbapenem resistance is a public health issue, since carbapenems are considered the last resort to nosocomial infections caused by MDR Gram-negative bacteria. In Brazil, the main mechanisms associated with MDR P. aeruginosa phenotypes are metallo-betalactamase (MBL) production (SPM-1 enzyme), presence of 16S rRNA methylase RmtD, loss of OprD porin, and overexpression of efflux pumps, which may explain the high level of carbapenem and aminoglycoside resistance. Accordingly, the emergence and dissemination of MDR strains is worrisome. Finally, based on national reports published by different groups of investigators, it is deduced that the convergence of multiple mechanisms of P. aeruginosa resistance has played a major role in the selection of endemic MDR clones widespread in Brazil.
Subject: Pseudomonas aeruginosa
Resistência bacteriana
Carbapenemases
Metilases
Bombas de efluxo
Porinas
Bacterial resistance
Methylases
Efflux pumps
Porins
Country: Brasil
Editor: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1676-24442011000400004
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442011000400004
http://www.scielo.br/pdf/jbpml/v47n4/v47n4a04.pdf
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Artigos e Materiais de Revistas Científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
art_NEVES_Pseudomonas_aeruginosa_multirresistente_um_problema_endemico_no_2011.pdfpublished version325.3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.