Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/350888
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Trabalho de campo em geossítios e geoparques para impulsionar as Geociências no ensino médio integrado
Title Alternative: Fieldwork in geosites and geoparks to boost Geosciences in integrated secondary school
Author: Fornaro, Alexandre 1979-
Advisor: Fernandes, Alexandre Martins
Abstract: Resumo: O estudo da história do ensino médio no Brasil permite reconhecer mudanças substantivas, com sucessivas apreciações sobre a qualidade do ensino e sua melhora para a sociedade. Nesse espectro, a questão principal que incentiva este trabalho de pesquisa é: como contribuir para despertar o interesse, melhorar a aprendizagem e transformar o pensamento dos estudantes pelas Geociências, tanto na educação básica de nível médio, como nos cursos técnicos integrados à educação profissional? Com a perspectiva de contribuir para ampliação das possibilidades de ensino e aprendizagem, entendidos em uma relação dialética, o objetivo geral da pesquisa é empregar os trabalhos de campo como ação didática no ensino médio integrado à educação profissional, além de discutir o potencial de ensino das Geociências em áreas especiais como geossítios e geoparques, com referência no Projeto Geoparque Uberaba - MG. A metodologia consiste na análise teórico-conceitual e interpretativa, formulada em um sistema de conceitos científicos, o qual envolve a análise diacrônica e sincrônica da educação básica nacional até a peculiaridade do ensino de Geociências. A discussão é embasada por alguns dos principais conceitos e teorias sobre ensino e aprendizagem, trabalho de campo, e de geossítios e geoparques. Para a análise empírica, utiliza-se a pesquisa participante como forma de investigar a realização de trabalho de campo em locais com estrutura que potencialize esse tipo de atividade para o ensino e aprendizagem das Ciências da Terra. As conclusões apontam para a caracterização do ensino médio, o qual até o início do século XXI foi marcado pela dicotomia entre o ensino intelectual e o direcionado para a formação de trabalhadores. Mudanças legais possibilitaram que o ensino médio integrado à educação profissional iniciasse a transposição dessa dicotomia, ao mesmo tempo com novas perspectivas para o ensino geocientífico. A proposição do trabalho de campo para o ensino de Geociências coaduna-se com as perspectivas oferecidas pelo ensino médio integrado, o qual assimila a educação profissional e o conhecimento científico em teoria e prática, promovendo conexões com os elementos socioambientais da realidade vivenciada. Os espaços não formais para educação como os geossítios e geoparques revelam os temas das Geociências, assim como manifestam a geodiversidade, e caracterizam-se como um tipo de ambiente mais produtivo para a ação de ensino. Considera-se o processo de ensino-aprendizagem em uma relação dialética, uma vez que o trabalho de campo, ao expor o estudante a uma nova percepção teórico-conceitual e da realidade, aprofunda essa relação. A realização de trabalho de campo para estudantes do nível médio é fundamental para a aprendizagem dos temas e conceitos das Ciências da Terra, e os geoparques e os geossítios - tomado o exemplo do Projeto Geoparque Uberaba - fomentam possibilidades ampliadas de ensino e apoio aos professores

Abstract: The study of secondary school history in Brazil allows to recognize substantive changes, with successive appreciations about teaching quality and improvement for society. In this spectrum, the main question that encourages this work is: how to arouse interest, improve learning and transform student's thinking though Geosciences, both in the secondary school and in technical courses integrated with professional education? Within the perspective of contributing to the expansion of teaching and learning possibilities, inserted into a dialectical relationship, the general objective of the research is to use fieldwork as a didactic action in secondary school being Integrated to Professional Education, besides in discussing the teaching potencial of Geosciences in special areas such as geosites and geoparks, with the main reference in Geopark Uberaba Project - MG. The methodology consists of theoretical conceptual and interpretative analysis, formulated in a system of scientific concepts, which involves the diachronic and synchronic analysis of national basic education up to the peculiarity of Geosciences teaching. The discussion is based on some main concepts and theories about teaching and learning, fieldwork and of geosites and geoparks. For the empirical analysis, participatory research is used as a way to investigate the realization of field work and a place with a structure that enhances this type of activity for the teaching and learning of Earth Sciences. The conclusion point to the characterization of secondary school, which until the beginning of the 21st century was marked by the dichotomy between intellectual education and that directed to the training of workers. Legal changes made it possible for secondary education be integrated with professional education for beginning to transpose this dichotomy, with the same time with new perspectives for geoscientific teaching. The proposition of fieldwork for the teaching of Geosciences is in line with the perspectives offered by integrated secondary school, which assimilates professional education and scientific knowledge in theory and practice,promoting connections with the social and environmental elements of the reality experienced. Non-formal spaces for education such as geosites and geoparks reveal the themes of Geosciences, as well as manifest geodiversity, and are characterized as a type of more productive environment for the teaching action. It is considered the teaching-learning process in a dialectical relationship, and the fieldwork, by exposing the student to a new theoretical-conceptual and reality perception, it deepens this relationship. The accomplishment of fieldwork for secondary school students is essential for the learning the themes and concepts of Earth Sciences, where geoparks and geosites - taking the example of the Uberaba Geopark Project - foster expanded possibilities of teaching and support for teachers
Subject: Educação básica
Aprendizagem
Dialética
Prática de ensino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FORNARO, Alexandre. Trabalho de campo em geossítios e geoparques para impulsionar as Geociências no ensino médio integrado. 2020. 1 recurso online (160 p.) Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP.
Date Issue: 2020
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fornaro_Alexandre_D.pdf4.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.