Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334561
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Discursos transfeministas e feministas radicais : disputas pela significação da mulher no feminismo
Title Alternative: Transfeminist and radical feminist discourses : disputes for the meaning of the women in feminism
Author: Bagagli, Beatriz Pagliarini, 1993-
Advisor: Zoppi-Fontana, Mónica, 1961-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar discursos feministas que tematizam os sujeitos transgêneros e/ou travestis e/ou transexuais. Tratam-se sobretudo de análises de discursos feministas radicais trans-excludentes e/ou autointitulados "críticos de gênero" através de um referencial teórico transfeminista, ao qual a autora deste trabalho explicitamente se filia. Concentramos nossas análises nas teorizações de duas autoras acadêmicas: Janice G. Raymond e Sheila Jeffreys. As teorizações destas duas autoras possuem uma vasta influência nos posicionamentos trans-excludentes nos discursos e movimentos feministas contemporâneos. Para tanto, iremos utilizar conceitos provenientes do campo teórico da Análise de Discurso, tal como o de formação discursiva, visando compreender a textualização da problemática teórica feminista. Nosso corpus de análise conta com textos provenientes de livros, revistas acadêmicas (artigos e resenhas de livros), portais de notícias, sites e blogs (todos de acesso público). Abordamos os temas centrais de polêmicas entre transfeministas e feministas radicais: alterações corporais pela medicina; socialização; estereótipos, identidade e abolição de gênero; a negação da autenticidade das identidades trans e a sexualidade lésbica. Levamos em consideração a íntima relação entre as construções linguísticas e ideológicas para a análise de discursos feministas. Nomeamos duas tendências no discurso feminista radical trans-excludente: paternalista e conspiratória. Nos detivemos sobretudo para os efeitos produzidos pelas construções linguísticas de negação que incidem sobre as formulações que tematizam a questão da subversão e identidade de gênero. Em virtude da importância e centralidade do efeito de denegação nos discursos analisados, trazemos as considerações teóricas da linguística e psicanálise sobre a negação. Além da negação, trazemos a discussão sobre pressuposição linguística e sua relação com o conceito de pré-construído, além da questão do reconhecimento, vulnerabilidade, subjetividade e a relação entre feminismo e psicanálise. Pudemos concluir que em virtude do reconhecimento das identidades transgêneras ser enquadrado no âmbito individual e intencional e a problemática da subversão de gênero ser textualizada pelo efeito de denegação, não houve uma mudança de terreno epistemológico de uma problemática idealista pela formação teórica feminista radical trans-excludente

Abstract: This work aims to analyze feminist discourses that has transgender and/or transvestite and/or transsexual subjects as its themes. It¿s mainly about discourses analysis of trans-exclusionary radical feminism and/or self-titled "gender critical" through a transfeminist theoretical referential, which the author of this work explicitly joins. We focused our analysis on the theorizations of two academic authors: Janice G. Raymond and Sheila Jeffreys. The theorizations of these two authors have a vast influence on the trans-exclusionary positions in contemporary feminist discourses and movements. To do so, we will use concepts from the theoretical field of Discourse Analysis, such as discursive formation, in order to understand the textualization of the feminist theoretical problematic. Our corpus of analysis includes texts from books, academic journals (articles and book reviews), news portals, websites and blogs (all publicly accessible). We address the central issues of controversy between transfeminists and radical feminists: body modifications in medicine; socialization; stereotypes, gender and abolition of gender; the denial of the authenticity of trans identities and the lesbian sexuality. We take into account the intimate relationship between linguistic and ideological constructs for the analysis of feminist discourses. We have named two tendencies in trans-exclusionary radical feminist discourse: paternalistic and conspiratory. We have focused mainly on the effects produced by the linguistic constructions of negation that focus on the formulations that thematize the question of subversion and gender identity. Due to the importance and centrality of the denegation effect in the analyzed discourses, we bring the theoretical considerations of linguistics and psychoanalysis about negation. In addition to negation, we bring the discussion about linguistic presupposition and its relation to the concept of pre-constructed, and the question of the recognition, vulnerability, subjectivity and the relationship between feminism and psychoanalysis. We could conclude that because the recognition of transgender identities was framed within the individual and intentional scope and the problematic of gender subversion was textualized by the denegation effect, there was no change in the epistemological terrain of an idealist problematic by trans-exclusionary radical feminist theoretical formation
Subject: Feminismo
Teoria feminista
Análise do discurso
Identidade de gênero
Transexualidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BAGAGLI, Beatriz Pagliarini. Discursos transfeministas e feministas radicais: disputas pela significação da mulher no feminismo. 2019. 1 recurso online (174 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bagagli_BeatrizPagliarini_M.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.