Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/334417
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Análise do impacto da política monetária sobre os preços de commodities minerais
Title Alternative: Analysis of the impact of monetary policy on mineral commodity prices
Author: Guimarães, Daniel Jorge Teixeira, 1988-
Advisor: Silveira, Rodrigo Lanna Franco da, 1976-
Abstract: Resumo: Os preços de commodities apresentaram forte volatilidade ao longo das décadas de 2000 e 2010, atingindo picos de preços em 2008 e novas máximas em 2011. As principais razões apontadas para esse movimento são o forte crescimento da demanda global, com a entrada de grandes players no mercado mundial; bolhas especulativas, que teriam levado a sobrevalorização de diversos ativos incluindo commodities; e choques de política monetária. Este trabalho investiga a relação empírica entre a política monetária americana e os preços de commodities minerais, testando a hipótese de correlação negativa entre as duas variáveis e analisando os efeitos de choques de política monetária sobre os preços. De forma a atingir tais objetivos, a pesquisa faz uso de um modelo VAR com dados mensais para encontrar os efeitos de choques de política monetária sobre os preços dos metais no período 1981-2018, realizando-se ainda uma análise comparativa em relação aos preços do petróleo. Os resultados indicam a existência de uma quebra estrutural nas séries de preço em 2005, levando a análise aos subperíodos 1981-2004 e 2005-2018. O teste de causalidade de Granger indicou efeito significativo entre as variáveis de política monetária e os preços de commodities minerais e de petróleo para o período de 2005-2018. A causalidade da política monetária sobre os preços se deu via taxa de juros e oferta de moeda. Para o período 1981-2004, o teste apresentou fraca evidência de relação da política monetária com os preços. Uma possível explicação para a diferença do resultado entre os períodos é a maior intensidade dos choques de política monetária no período 2005-2018. A análise da função resposta impulso indica efeitos inconclusivos das variáveis de política monetária para o período 1981-2004. Para o período 2005-2018, a análise indica que um choque positivo na taxa de juros tem um efeito negativo de curto prazo sobre os preços minerais, com estes retornando à trajetória em até quinze meses após o choque. A análise da decomposição da variância dos erros de previsão, por sua vez, indicou que a taxa de juros é uma variável importante no processo de previsão dos preços dos metais e do petróleo. Os resultados fornecem subsídios para o aprimoramento de decisões de produção mineral e definições de política monetária na previsão de pressões inflacionárias

Abstract: Commodity prices have shown strong volatility during the 2000s and 2010s, reaching peak prices in 2008 and new highs in 2011. The main reasons for this move were the strong growth in global demand, with the entry of large players in the world market; speculative bubbles, which may have led to the overvaluation of several assets including commodities; and monetary policy shocks. This study investigates the empirical relationship between US monetary policy and mineral commodity prices, testing the hypothesis of a negative correlation between the two variables and analyzing the effects of monetary policy shocks on prices. In order to achieve these objectives, we estimated a VAR model using monthly data to find the effects of monetary policy shocks on metal prices during the period of 1981-2018, with a comparative analysis of oil prices. Our results indicate the existence of a structural break in the price series in 2005, taking the analysis to the 1981-2004 and 2005-2018 subperiods. Granger's causality test indicated a significant effect between the monetary policy variables and the prices of mineral and petroleum commodities for the period 2005-2018. The causality of monetary policy on prices occurred through interest rate and money supply. For the period 1981-2004, the test presented weak evidence of the relationship between monetary policy and prices. One possible explanation for the difference in the result between the periods is the higher intensity of the monetary policy shocks in the period 2005-2018. The impulse response function indicates inconclusive effects of the monetary policy variables for the period 1981-2004. For the period 2005-2018, the analysis indicates that a positive interest rate shock has a negative short-term effect on mineral prices, with these returning to trajectory within fifteen months after the shock. The analysis of the variance decomposition of the forecast errors, in turn, indicated that the interest rate is an important variable in the forecasting metals and oil prices. The results provide subsidies for the improvement of mineral production decisions and monetary policy definitions in forecasting inflationary pressures
Subject: Produtos primários
Preços
Política monetária
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GUIMARÃES, Daniel Jorge Teixeira. Análise do impacto da política monetária sobre os preços de commodities minerais. 2019. 1 recurso online (87 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guimaraes_DanielJorgeTeixeira _M.pdf2.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.