Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333655
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação das propriedades físico-químicas e da profundidade de penetração de infiltrantes experimentais em lesões superficiais em esmalte humano
Title Alternative: Evaluation of physicochemical properties and penetration depth of experimental infiltrants on surface lesion in human enamel
Author: Santos, Janaina Emanuela Damasceno dos, 1990-
Advisor: Marchi, Giselle Maria, 1970-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a profundidade de penetração, a estabilidade de cor, a resistência coesiva e o grau de conversão de diferentes infiltrantes experimentais, comparando-os ao infiltrante comercial Icon®. Foram utilizados blocos de esmalte de molares humanos infiltrados para as avaliações de profundidade de penetração e estabilidade de cor. Esses foram submetidos à simulação de lesão superficial em solução desmineralizante (DES) com pH: 4,5. Após, os corpos de prova foram divididos em grupos para aplicação dos infiltrantes: IC (Icon®), E (Experimental: 25% BisEMA + 75% TEGDMA); ED (Experimental + 0,5% DFI), EH (Experimental + 10% HEMA), EHD (Experimental + 10% HEMA + 0,5% DFI); EEt (Experimental + 10% Etanol) e EEtD (Experimental + 10% Etanol + 0,5% DFI). Os blocos de esmalte foram infiltrados pelos materiais e submetidos à análise da profundidade de penetração por meio da microscopia confocal de varredura a laser (MCVL). Para estabilidade de cor, os blocos de esmalte foram imersos em 3 soluções: controle (água deionizada), café e vinho tinto, por 7 dias, em estufa a 37ºC para posterior avaliação através da espectrofotometria. Para a avaliação de resistência coesiva, corpos de prova dos infiltrantes em formato de palitos foram confeccionados e submetidos ao teste de microtração. Para avaliação do grau de conversão, corpos de prova dos infiltrantes em forma de discos, foram submetidos à espectroscopia de infra-vermelho (FTIR) para registro do pico de absorção do metacrilato antes e após a polimerização. Os dados foram tabulados e analisados por modelos lineares generalizados. As análises foram realizadas no programa R, considerando o nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que para profundidade de penetração, não houve diferença estatística entre os grupos estudados (p>0,05). Para avaliação da estabilidade de cor, todos os grupos estudados pigmentaram quando submetidos a pigmentação com o café e vinho tinto, sendo para o café significativamente maior para os blocos de esmalte infiltrados com EH (p<0,05), e o infiltrante IC, quando pigmentado com vinho tinto, apresentou a maior alteração de cor (p<0,05). Na resistência coesiva, o infiltrante EH apresentou maior resistência e os infiltrantes IC e ED menor, diferindo estatisticamente dos demais grupos estudados (p<0,05). O grupo IC apresentou menor grau de conversão, só não diferindo estatisticamente do ED. O grupo EEtD maior grau de conversão, diferindo significativamente dos demais grupos de infiltrantes (p<0,05). A presença apenas do solvente HEMA afetou negativamente a pigmentação com café, e o Icon® apresentou maior alteração de cor com o vinho tinto. A presença apenas do solvente HEMA afetou positivamente a resistência coesiva do infiltrante estudado. Além disso, a adição do solvente etanol associado ao DFI aumentou o grau de conversão do infiltrante

Abstract: The aim of this study was to evaluate the penetration depth, color stability, cohesive strength and degree of conversion of different experimental infiltrants, comparing them to the commercial infiltrant Icon®. Enamel blocks of infiltrated human molar were used for evaluation of penetration depth and color stability. The blocks were submitted to simulation of superficial lesion in demineralizing (DES) solution with pH=4.5. After that, the specimens were divided into groups for infiltrants application: IC (Icon®), E (Experimental: 25% BisEMA + 75% TEGDMA); ED (Experimental + 0.5% DFI), EH (Experimental + 10% HEMA), EHD (Experimental + 10% HEMA + 0.5% DFI); EEt (Experimental + 10% Ethanol) e EEtD (Experimental + 10% Ethanol + 0.5% DFI). The enamel blocks were infiltrated by the materials and submitted to penetration depth analysis by confocal laser scanning microscopy. For color stability, the blocks were immersed in 3 solutions: control (dieionized water), coffee and red wine, for 7 days at 37ºC for further evaluation by spectrophotometry. For the evaluation of cohesive strength, specimens of infiltrants in sticks were prepared and submitted to the microtensile test. For the evaluation of degree of conversion, disc-shaped infiltrants were prepared and the absorption peak of methacrylate was registered before and after polymerization. Data were tabulated and analyzed by generalized linear models. The analyzes were performed in R program, considering 5% of significance level. The results showed that for depth penetration, there was no statistical difference between groups (p> 0.05). In order to evaluate the color stability, all groups pigmented when submitted to pigmentation with coffee and red wine, and coffee was significantly higher for the enamel blocks infiltrated with HD (p <0.05), and the IC infiltrant, when pigmented with red wine, showed the greatest color change (p <0.05). Cohesive resistance results showed that EH infiltrant presented the highest resistance and the infiltrating IC and ED the lowest one, differing statistically from the other groups (p <0.05). The IC group had the lowest conversion degree, but it did not differ statistically from the ED. The EEtD group had the highest conversion degree, differing significantly from the other groups of infiltrants (p <0.05). The presence of only HEMA solvent negatively affected the pigmentation with coffee, and Icon® showed a greater color change with red wine. The presence of only HEMA solvent positively affected the cohesive strength of the studied infiltrate. In addition, the addition of ethanol solvent associated with DFI increased the degree of conversion of the infiltrant
Subject: Desmineralização
Resinas compostas
Pigmentação
Esmalte dentário
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Janaina Emanuela Damasceno dos. Avaliação das propriedades físico-químicas e da profundidade de penetração de infiltrantes experimentais em lesões superficiais em esmalte humano. 2019. 1 recurso online (59 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP.
Date Issue: 2019
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_JanainaEmanuelaDamascenoDos_M.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.