Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333197
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Papel do exercício físico na regulação da proteína rock em hipotálamo de camundongos obesos : efeitos sobre a sinalização da insulina e leptina
Title Alternative: Role of physical exercise in rock protein regulation in the hypothalamus from obese rats : effects on insulin and leptin signaling
Author: Pauli, Luciana Santos Souza, 1979-
Advisor: Ropelle, Eduardo Rochete, 1976-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar se o exercício físico agudo tem efeitos no conteúdo da proteína Rock1 em hipotálamo e relacionar esse fenômeno com a sensibilidade à insulina, leptina e regulação da ingestão alimentar de camundongos obesos. Para alcançar os objetivos foram utilizados camundongos Swiss distribuídos nos seguintes grupos: controle (CTL) animais que receberam uma dieta padrão; obesos induzido por dieta rica em gordura (Hiper-SD) animais que receberam uma dieta rica em gordura; e obeso exercitado agudamente (Hiper-EA) animais que receberam a dieta rica em gordura e foram submetidos a um protocolo de exercício agudo. Foram realizadas coletas de sangue para análise sanguínea de insulina e glicemia de jejum, a extração do hipotálamo e análise das proteínas de interesse através da técnica de Western Blot. Os dados foram analisados através de teste "t de Student", quando comparados dois grupos. E análise de variância (Anova), seguida do teste de múltiplas médias de Bonferroni, quando apropriado para comparar os grupos controle e experimentais. A significância estatística adotada foi de p<0,05. Os resultados obtidos mostram que camundongos obesos apresentam alteração na via de sinalização da leptina e insulina no hipotálamo e isso é acompanhado por alterações no conteúdo da proteína Rock e aumento da ingestão alimentar. Ao contrário, os animais submetidos ao protocolo de exercício apresentaram aumento na sensibilidade a leptina e insulina e maior conteúdo proteico de Rock1 no hipotálamo se comparado a seus pares obesos não exercitados. Em adição, foram observados aumentos de fosforilação de JAK2 e Akt, da associação JAK2 com Rock1 e Rock1 com IRS-1 e também, aumento da fosforilação do IRS-1 em serina 632/635 no hipotálamo. A luz desses achados, é possível considerar, no mínimo em parte, que alteração nos níveis proteicos da proteína Rock1 no hipotálamo pode estar associado a condição de redução da sensibilidade à leptina e insulina e aumento da ingestão alimentar na obesidade. Por outro lado, o exercício físico foi capaz de agir positivamente sobre a via da Rock e aumentar a sensibilidade tanto da leptina quanto da insulina no hipotálamo e com isso atenuar a hiperfagia nos camundongos obesos. Tal descoberta amplia o conhecimento acerca dos efeitos do exercício físico sobre processo de controle da fome e abre portas para novas ações terapêuticas contra a obesidade e doenças associadas

Abstract: The objective of this study was to evaluate the effects of acute physical exercise on the protein expression of Rock1 in hypothalamus and to relate this phenomenon with insulin and leptin sensitivity and food intake of obese mice. To achieve the objectives Swiss mice were used in the control groups (CTL), animals that received a standard diet; Obese-induced high-fat diet (Hyper-SD), animals that received a high- fat diet; And obese exercised acutely (Hyper-EA), animals that received a high-fat diet and were submitted an acute exercise protocol. Blood samples were collected for analysis of insulinemia and glycemia fasting. Subsequently, hypothalamus extraction and Western blot analysis of the proteins of interest were performed. The data were analyzed by Student's test, when two groups were compared. And analysis of variance (Anova), followed by Bonferroni's multiple means test, when appropriate for the controlled and experimental groups. The statistical significance was set at p <0.05. The results show that obese mice present a change in the signaling pathway of leptin and insulin in the hypothalamus and this resulted were accompanied by not increased in content of Rock protein and increased food intake. Contrary to the animals submitted to the acute exercise protocol showed increased sensitivity to leptin and insulin and higher protein content of Rock1 in the hypothalamus compared to their non-exercised obese mice. In addition, there was an increases in phosphorylation of JAK2 and Akt proteins, the association of JAK2 with Rock1 and IRS-1 with Rock1, and increased phosphorylation of IRS-1 in serine 632/635 in the hypothalamus. Considering these data, it is possible to consider, at least in part, that protein levels of the Rock protein can be associated with a condition of reduced sensitivity to leptin and insulin in hypothalamus and increased food intake in obesity. On the other hand, physical exercise was able to act positively on a rock pathway and increase a sensitivity of both leptin and insulin in hypothalamic neurons and attenuate hyperphagia in obese mice. This discovery broadens the knowledge about the effects of physical exercise on the process of food intake control and opens the door to new therapeutic actions against obesity and associated diseases
Subject: Obesidade
Hipotálamo
Exercícios físicos
Ingestão de alimentos
Proteínas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PAULI, Luciana Santos Souza. Papel do exercício físico na regulação da proteína rock em hipotálamo de camundongos obesos: efeitos sobre a sinalização da insulina e leptina. 2017. 1 recurso online (62 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Aplicadas, Limeira, SP.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pauli_LucianaSantosSouza_D.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.