Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332739
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Siuatamatik, ou ser como mulher : afeto, gênero e sexualidade nahua na produção do corpo kuilot
Title Alternative: Siuatamatik, or to be like woman : affection, gender and sexuality in the production of the kuilot body
Author: Maciel, Lucas da Costa, 1989-
Advisor: Lea, Vanessa
Abstract: Resumo: Esta pesquisa visa explorar, no mundo nahua, os fenômenos em torno da constituição de uma pessoa kuilot, um não homem formado pela recusa da masculinidade e que às vezes pode aparecer como mulher, atentando para a forma em que ela aparece no interior do sistema nativo de sexo/gênero e observando uma determinada economia de afetos e de desejos que aproxima e separa pessoas ao mesmo tempo que engendra englobamentos cujo idioma central é o amor. Neste processo, trataremos das relações entre cosmovisão, afetividade, conhecimento, sexualidade, violência sexual e produção de parentesco na constituição do corpo e da pessoa kuilot. Enfoca tratar do modo em que este, alguém que parece mulher (siautamatik), é tratado ordinariamente como um tipo diferente de homem ou uma mulher metafórica, mas que no ato sexual é equiparado à mulher, sendo considerado como uma. A partir daí, poderemos explorar a forma em que o kuilot transita pelas categorias de gênero, sexo anatômico e orientação sexual das quais se valem os antropólogos: nem um homem, nem uma mulher, nem um homossexual, o kuilot se encontra na intersecção dessas categorias na mesma medida em que o seu estatuto varia a partir do campo relacional em que ele se coloca

Abstract: This research explores, in the Nahua world, the phenomena around the constitution of a kuilot person, a non-man formed by the refusal of masculinity and that sometimes may appear as a woman, considering the way in which it appears within the native system of sex/gender and observing a certain economy of affections and desires that approaches and separates people at the same time as it engenders encompassings whose central language is love. In this process, we will deal with the relationships between cosmovision, affectivity, knowledge, sexuality, sexual violence and kinship production in the constitution of kuilot body and personality. Our concern is to deal with the way in which someone who looks like a woman (siautamatik), is ordinarily treated as a different kind of man or a metaphorical woman, but is considered as a woman in the sexual act. From there, we can explore the way in which kuilot crosses the categories of gender, sex and sexual orientation that anthropologists value: neither a man, nor a woman nor a homosexual, kuilot is at the intersection of these categories in which its status varies from the relational field in which he stands
Subject: Sexualidade
Cosmologia nahua
Índios do México
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_LucasDaCosta_M.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.