Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332728
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Mapeando os livros de trajes do século XVI e a literatura de moda no Brasil
Title Alternative: Mapping sixteenth-century costume books and the fashion literature in Brazil
Author: Carvalho, Larissa Sousa de, 1988-
Advisor: Marques Filho, Luiz Cesar, 1952-
Abstract: Resumo: No universo das obras impressas do Cinquecento podemos destacar um gênero artístico-literário conhecido, na língua portuguesa, como "livros de trajes". Tais publicações apresentavam os habitantes e os costumes de inúmeras regiões do globo, segundo uma estrutura quase científica para saciar a curiosidade a respeito da alteridade. Dessa maneira, o mundo era exibido como um sistema de classificação visual dos seus "cidadãos", sendo capaz de deleitar e ensinar o público a identificar o caráter humano pelos contornos das vestimentas regionais. A presente pesquisa busca problematizar esse conjunto de obras, das quais doze foram selecionadas para uma exame mais atento (produzidas por Enea Vico, François Desprez, Ferdinando Bertelli, Nicolas de Nicolay, Hans Weigel, Abraham de Bruyn, Jean-Jacques Boissard, Bartolomeo Grassi, Jost Amman, Pietro Bertelli, Alexandro de Fabri e Cesare Vecellio), uma vez que um corpus iconográfico foi criado pela circulação desse conteúdo nos mais importantes centros editoriais europeus da segunda metade do século XVI: a Itália, a Alemanha, os Países Baixos e a França. Propomos um mapeamento e uma análise minuciosa desses "atlas das aparências" para investigar em que medida essas obras rumam a uma unidade capaz de corroborar a criação de uma categoria para enquadrá-las, destacamos: a conjuntura para o seu surgimento, as características formais de cada volume, os objetivos dos autores, a audiência almejada, entre outros aspectos. Em seguida, gostaríamos de averiguar como algumas identidades e estereótipos foram construídos na Europa e para além dela. Pois a repetição das imagens ao longo de mais de quatro décadas sinaliza que não são criações artísticas aleatórias, mas uma iconografia com forte concepção e propósito por parte dos seus idealizadores. As inúmeras reedições dos livros de trajes ratificam a ampla circulação desse conteúdo ¿ no período em que foram criados e nos séculos seguintes. Por outro lado, elas permanecem à margem dos estudos contemporâneos, os quais seguem cheios de lacunas a serem preenchidas. Trataremos da recepção desse material pelas gerações ulteriores, focando, em particular, na utilização e na transmissão de modelos pelos manuais sobre a História do vestuário disponíveis no Brasil. Por fim, criamos uma galeria das imagens em forma de catálogo digital e elaboramos um estudo filológico dos exemplares consultados a fim de proporcionar ao leitor contemporâneo o contato com essa valiosa produção artística

Abstract: In the universe of printed works of the Cinquecento we can highlight an artistic-literary genre known as "costumes books". Such publications presented the inhabitants and customs of countless regions of the globe, according to a quasi-scientific structure, to quench their curiosity about alterity. In this way, the world was shown as a system of visual classification of its "citizens", being able to delight and teach the public to identify the human character by the contours of regional clothing. The present research seeks to problematize this set of works, of which twelve were selected for a closer examination (produced by Enea Vico, François Desprez, Ferdinando Bertelli, Nicolas de Nicolay, Hans Weigel, Abraham de Bruyn, Jean- Jacques Boissard, Bartolomeo Grassi, Jost Amman, Pietro Bertelli, Alexandre de Fabri and Cesare Vecellio), since an iconographic corpus was created by the circulation of this content in the most important European publishing centers of the second half of the sixteenth century: Italy, Germany, Low Countries and France. We propose a mapping and a detailed analysis of these "atlases of appearances" to investigate the extent to which these works lead to a unit capable of corroborating the creation of a category to fit them, we highlight: the conjuncture for its emergence, the formal characteristics of each volume, the authors' objectives, the target audience, among other aspects. We would like to find out how some identities and stereotypes were built in Europe and beyond it. Since the repetition of the images over more than four decades indicates that they are not random artistic creations, but an iconography with strong conception and purpose on the part of its creators. The numerous reprints of costume books confirm the widespread circulation of this content ¿ in the period in which they were created and in the following centuries. On the other hand, they remain on the margins of contemporary studies, which go on being full of gaps to be filled. We will deal with the reception of this material by later generations, focusing in particular on the use and transmission of models by the textbooks on History of costume available in Brazil. Finally, we have created a gallery of the images in the form of a digital catalog and we have elaborated a philological study of the copies consulted in order to provide to the contemporary reader the contact with this valuable artistic production
Subject: Renascença
Trajes - História - Séc. XVI
Livros - História
Moda
Artes gráficas
Historiografia
Alteridade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_LarissaSousaDe_D.pdf19.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.