Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332109
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo do efeito do sulfato na recuperação de óleo durante a injeção de água calibrada
Title Alternative: Study of the effect of sulphate on oil recovery during calibrated water injection
Author: Oliveira, Guilherme Bueno Aquino de, 1991-
Advisor: Trevisan, Osvair Vidal, 1952-
Abstract: Resumo: Diversos estudos têm sido conduzidos sobre a injeção de água de baixa salinidade em carbonatos, motivados pela importância da técnica no contexto da exploração de petróleo mundial. As várias tentativas de reproduzir o mais fielmente possível em laboratório as condições de campo demonstram o quanto os resultados podem ser influenciados por muitas variáveis. Resultados recentes mostram que o sulfato influencia a recuperação, seja na água de formação ou precipitado na forma de minerais. O presente trabalho busca investigar a influência do íon sulfato na recuperação de petróleo em carbonatos, para isso, foram utilizados ensaios de deslocamento forçado em dolomitos com óleo de um campo do pré-sal brasileiro. Para estudar a recuperação e as diferenças causadas pelo sulfato inicial, realizaram-se ensaios duplicados, modificando-se apenas a preparação das amostras durante a saturação com água de formação. Foram estudados ainda os efeitos da temperatura (65 e 110 °C) e da composição das salmouras de injeção. O aumento da concentração do íon sulfato e a redução da salinidade total também foram investigados ao se utilizar duas sequências de três fluidos nos ensaios de injeção: uma de soluções cada vez mais diluídas e outra com aumento da concentração de sulfato. Ainda, visando a minimização dos efeitos de borda, foram utilizadas duas amostras em sequência durante os ensaios experimentais . Ganhos de produção foram observados a cada injeção de água, os incrementos de recuperação para a água do mar foram sempre maiores que 10% do volume de óleo produzido anteriormente pela injeção de água do mar dessulfatada. Para soluções diluídas duas vezes após a água do mar, foram observados incrementos de 5,6% até 20,0% do volume recuperado anteriormente. Houve antecipação da produção em rochas que continham maior quantidade de sulfato inicial na água de formação, acima de 7% de diferença do volume recuperado do OOIP aos 4 VPI obtido por meio da injeção de água do mar. A presença de sulfato e as diluições da água do mar influenciaram positivamente a recuperação, mas esse efeito não é linear e está associado a fatores como concentração do íon e temperatura. Ainda há divergência sobre os mecanismos envolvidos na injeção de água de baixa salinidade. Entender como o sulfato que já está presente na rocha influencia a produção é importante para validar ensaios em escala de laboratório

Abstract: Low salinity water injection on carbonates has been receiving a significant attention. Several studies had been carried out, influenced by the relevance of the technique to the world scenario. The attempts to reproduce field parameters in laboratory show the impact of certain variables. Recent reports point the effect of the presence of initial sulphate on rock on oil recovery process, this presence may be on the matrix as a solid or dissolved in formation water. This present work pursuits to deep the knowledge about the sulphate ion influence on the oil production. Therefore displacement tests have been carried out with outcrops of dolomites saturated with Brazilian pre-salt oil. As an attempt to understand the oil recovery and the mechanism behind the presence of initial sulphate, it has been performed tests with the same rocks, changing only the stage of preparation before the rock saturation with formation water. Two temperatures were investigated (65°C e 110°C) besides the changing of composition of the injected brines. The two sequences studied were injected: one of diluted solutions and another increasing sulphate concentration. Each injection sequence was composed by three fluids. Bump flow was not adopted hence it has been set two sequencial samples to minimize end effects. Additional gains on oil production were observed. The additional recovery to sea water injection was always bigger than 10% of the previously produced oil from sea water without sulphate. For the diluted water sequence were observed gains of 5.6% up to 20.0% in oil recovery with injection of brine twice diluted comparing to previously recovered with sea water. Recovery antecipation was observed on the experiments that had a great content of sulphate on the formation water, a difference of more than 7% of the OOIP produced at 4 PVI was observed between the two experiments for injection of sea water. The presence of sulphate and the diluted brine influenced positively the recovery, however the effect is not linear and it is influenced by factors such as ion concentration and temperature. There are still divergences about the mechanisms of low-sal injection. Within the peculiarities of dissolution theory, the understanding of how the ion sulphate already inside the porous media impact the recovery is important to validate lab-scale experiments
Subject: Recuperação avançada de petróleo
Sulfato
Rochas carbonaticas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_GuilhermeBuenoAquinoDe_M.pdf3.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.