Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331268
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Título : Cássio Vasconcellos e as poéticas do espaço = Cássio Vasconcellos and the poetics of space
Otros títulos : Cássio Vasconcellos and the poetics of space
Autor : Assumpção, Daniel Augusto de Moraes, 1975-
Advisor: Farina, Mauricius Martins, 1961-
Resumen : Resumo: Há muito Cássio Vasconcellos circula pelo espaço de exposição da fotografia contemporânea, sendo reconhecido como um dos principais fotógrafos de sua geração no Brasil. Entretanto, o aprofundamento de sua poética na literatura em nível condizente com este livre reconhecimento ainda é uma lacuna, de modo que a presente dissertação pretende ampliar o estudo de suas obras na direção de uma atenuação daquele hiato. Neste esforço, inicia-se de um panorama histórico e cultural contemporâneo, em que cabem as obras de Vasconcellos, apoiando-se principalmente em estudos recentes de André Rouillé (sobre a fotografia como uma expressão) e de Helouise Costa e Renato Rodrigues da Silva (sobre o pioneirismo da expressão fotográfica no Brasil como herança aos fotógrafos contemporâneos brasileiros). Dado o caráter múltiplo e duradouro do trabalho de Vasconcellos, suas séries fotográficas são analisadas em dois grandes blocos temporais, o primeiro abrangendo os anos 1980 e 1990, do início à consolidação de sua formação poética, e o segundo abordando as últimas décadas, em que o fotógrafo recorre também a recursos digitais e a imagens aéreas. A análise crítica das imagens orienta-se por sugestões de Rudolf Arnheim e de Martine Joly quanto à identificação de dados visuais e à formulação de leituras. No decorrer da análise de cerca de centenas de imagens de Vasconcellos, núcleos poéticos possíveis são levantados, com base em recorrências no modo como o fotógrafo narra os espaços fotografados e suas interações com a cultura. Como elo conceitual entre estes aspectos, lança mão a pesquisa da concepção da direção poética de Vasconcellos como uma vertigem, tal como sugerida em ensaio de Eder Chiodetto sobre o fotógrafo, articulando-a com o conceito de estranhamento na arte, de Viktor Chklòvski. Deste reencontro entre fotógrafo e recorte teórico, pode enfim a dissertação propor quatro vias constitutivas da vertigem em Vasconcellos abertas a conexões com outros fotógrafos, sugerindo interações poéticas entre obras. Procura-se assim, ao mesmo tempo, a consonância do estudo com os esforços de compreensão do instante atual das artes visuais e a indicação de leituras-chave das obras de Cássio Vasconcellos a futuras pesquisas, abordem estas diretamente o trabalho deste fotógrafo, obras que tratem do espaço e sua ocupação, ou ainda o campo mais geral da fotografia e das poéticas da imagem

Abstract: Cássio Vasconcellos has long circulated through the exposition space of contemporary photography, being recognized as one of the essential photographers of his generation in Brazil. However, the deepening of his poetics in literature at a level consistent with this free recognition is still a gap, so the present dissertation intends to broaden the study of his works in the direction of an attenuation of that hiatus. In this effort, it begins from a contemporary historical and cultural panorama, in which the works of Vasconcellos fit, being based mainly on recent studies of André Rouillé (about the photography as an expression) and of Helouise Costa and Renato Rodrigues da Silva (about the pioneering of photographic expression in Brazil as an inheritance for contemporary brazilian photographers). Given the multiple and lasting character of the Vasconcellos work, his photographic series are analyzed in two great temporal blocks, the first one concentrating in the 1980s and 1990s, from the beginning to the consolidation of his poetic formation, and the second one approaching the last decades, in which the photographer also uses digital resources and aerial images. The critical analysis of the images is guided by suggestions of Rudolf Arnheim and Martine Joly regarding the identification of visual data and the formulation of readings. During the analysis of about hundreds of Vasconcellos images, possible poetic nuclei are raised, based on recurrences in the way the photographer narrates the photographed spaces and their interactions with culture. As a conceptual link between these aspects, the research uses the conception of the poetic direction of Vasconcellos as a vertigo, as suggested in Eder Chiodetto's essay about the photographer, articulating it with the concept of estrangement in art, by Viktor Chklòvski. From this reencounter between Vasconcellos and theoretical clipping, the dissertation can finally propose four constitutive ways of vertigo in Vasconcellos open to connections with other photographers, suggesting poetic interactions between works. Thus, at the same time, we seek the consonance of the study with the efforts of understanding the present moment of the visual arts plus the indication of key readings of the works of Cássio Vasconcellos to future researches, whether these directly approach the work of this photographer, deal with space and its occupation, or with the more general field of photography and the poetics of the image
Palabras clave : Vasconcellos, Cássio, 1965-
Fotógrafos - Brasil
Arte e fotografia
Arte brasileira
Language: Português
Editorial : [s.n.]
Fecha de publicación : 2017
Aparece en las colecciones: IA - Tese e Dissertação

Ficheros en este ítem:
Fichero Tamaño Formato  
Assumpcao_DanielAugustoDeMoraes_M.pdf10.58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.