Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325585
Type: TESE DIGITAL
Título : Avaliação do sistema nervoso auditivo central nas crianças com histórico de otite média
Otros títulos : Central auditory nervous system assessment in children with a history of otitis media
Autor : Borges, Leticia Reis, 1981-
Advisor: Santos, Maria Francisca Colella dos, 1963-
Resumen : Resumo: Introdução: a presença da otite média na infância pode interferir no adequado processamento da informação auditiva. As avaliações comportamentais e eletrofisiológicas contribuem para verificar o funcionamento do sistema nervoso auditivo central. Uma vez detectada uma falha no processamento da informação auditiva, o treinamento auditivo é realizado, a fim de estimular os circuitos neurais para que haja alterações benéficas no comportamento auditivo e no sistema auditivo nervoso central. Objetivos: avaliar o funcionamento do sistema auditivo nervoso central por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos nas crianças com histórico de otite média submetidas à cirurgia para inserção bilateral de tubos de ventilação e analisar os resultados da avaliação comportamental e eletrofisiológica após um programa de treinamento auditivo. Métodos: Os indivíduos foram divididos em três grupos com idade entre oito e 14 anos: grupo controle (GC) - formado por 40 crianças sem antecedentes de otite média; grupo otite média (OM) - constituído por 50 crianças com histórico documentado de otite média e que foram submetidas à cirurgia para inserção bilateral de tubos de ventilação e grupo treinamento auditivo (GTA) ¿ formado por 20 crianças que realizaram um programa de treinamento auditivo acusticamente controlado. Todas as crianças realizaram avaliação audiológica completa (audiometria, logoaudiometria e imitanciometria), avaliação comportamental (testes: dicótico de dígitos, identificação de sentenças com mensagem competitiva ipsilateral, gaps-in-noise, padrão de frequência e dicótico consoante-vogal) e eletrofisiológica (Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico e Potencial Evocado Auditivo de Longa Latência). Os participantes que apresentaram alteração em dois ou mais testes comportamentais da avaliação do Processamento Auditivo Central foram convidados a participar de um programa de treinamento auditivo e reavaliados posteriormente. Resultados: o grupo OM apresentou desempenho estatisticamente inferior (p<0,001) quando comparado ao GC para todos os testes comportamentais aplicados. Os resultados do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico revelaram significante atraso na latência e redução da amplitude (p<0,05) das ondas III e V para o grupo OM. As medidas do Potencial Evocado Auditivo de Longa Latência apresentaram aumento significativo (p<0,05) na latência dos potenciais P2, N2 e P300 nas crianças do grupo OM. Após o programa de treinamento auditivo o GTA apresentou melhora significante (p<0,001) em todos os testes comportamentais e redução estatisticamente significante nas medidas da latência das ondas III, V e intervalo III-V e do P300 (p<0,05). Conclusão: Os resultados demonstraram que houve efeito negativo da otite média nas habilidades auditivas e nas medidas eletrofisiológicas nas crianças com histórico de otite média. O presente estudo também revelou a efetividade do programa de treinamento auditivo comprovado pelo aumento no desempenho das habilidades auditivas e redução da latência dos Potenciais Evocados Auditivos

Abstract: Introduction: the presence of otitis media in childhood may result in changes in the auditory processing information. Behavioral and electrophysiological evaluations contribute to verify the functioning in the central auditory nervous system. Once detected a failure in decoding information, auditory training is applied in order to activate the neural circuitry for beneficial changes in auditory behavior and central nervous auditory system. Objectives: to analyze the central auditory nervous system function through behavioral and electrophysiological tests in children with a history of otitis media and subsequent bilateral tubes placement surgery and analyze the results of behavioral and electrophysiological evaluation after an auditory training program. Methods: the participants were divided into three groups between eight and 14 years old: control group (CG) consisted of 40 children with no history of otitis media; otitis media group (OM) consisted of 50 children with documented history of otitis media and undertook a surgery for bilateral tubes placement and auditory training group (ATG) consisted of 20 children who performed a formal auditory training. All children completed audiological evaluation (audiometry, speech audiometry and immitance audiometry), behavioral evaluation (tests: dichotic digits, synthetic sentence identification with ipsilateral competing message, gaps-in-noise, frequency pattern and dichotic consonant-vowel) and electrophysiological (Auditory Brainstem Response and Long Latency Evoked Potential). The participants who had two or more abnormal tests in the behavioral evaluation of Central Auditory Processing were invited to participate in an auditory training program and were subsequently reassessed. Results: The OM group showed significantly poorer performance (p<0.001) than the CG for all auditory abilities applied. The results in the Auditory Brainstem Response revealed significant latency delays and reduced amplitude (p<0.05) of waves III and V. The measures in the Long Latency Evoked Potential Auditory showed significant latency delays of potentials P2, N2 and P300 in children with a history of otitis media (p<0.05). After the auditory training program, the ATG showed considerable improvement in all behavioral tests and significant latency reduction in the measure of waves III, V, III-V and P300 (p<0,05). Conclusion: The results demonstrate the negative effect of otitis media in the auditory abilities and electrophysiological measures in children with a history of otitis media. The present study also reveals the effectiveness of the auditory training program as shown at the better performance in auditory abilities and reduced latencies of Auditory Evoked Potentials
Palabras clave : Criança
Otite media
Audição
Eletrofisiologia
Transtornos da percepção auditiva
Editorial : [s.n.]
Fecha de publicación : 2017
Aparece en las colecciones: FCM - Tese e Dissertação

Ficheros en este ítem:
Fichero Tamaño Formato  
Borges_LeticiaReis_D.pdf1.52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.