Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324352
Type: TESE DIGITAL
Title: Os desafios das redes inteligentes de energia elétrica no Brasil e uma solução viável de implementação
Title Alternative: The smart grids challenges in Brazil and a feasible implementation solution
Author: Schroder Filho, Hamilton da Gama, 1963-
Advisor: Pissolato Filho, José, 1951-
Abstract: Resumo: As iniciativas de redes inteligentes de energia elétrica (smart grids) vêm sendo implementadas em larga escala e se encontram em fase de consolidação em vários mercados, com destaque para América do Norte e Europa. Esta verdadeira revolução confere inteligência aos sistemas elétricos das plantas de geração, transmissão, e distribuição através da aplicação intensiva de tecnologia transformando uma planta estática e unidirecional, no que diz respeito ao fluxo de energia e de informações entre os agentes do setor e os consumidores, em uma planta dinâmica e em constante expansão, baseada em um relacionamento bidirecional tanto no que diz respeito ao suprimento de energia elétrica, quanto à troca de informações e gestão dos serviços. Esta nova realidade do setor potencializa o papel dos consumidores fazendo com que estes participem de forma mais ativa na prestação do serviço. Entretanto, é notório o atraso na evolução destas iniciativas nos países emergentes ou em desenvolvimento. Esta diferença é devida, em grande parte, à falta de diretrizes e definições claras no ambiente regulatório, do atraso tecnológico, da falta de incentivos e de ações relativas ao engajamento do consumidor nos programas de redes inteligentes, e as diferenças socioeconômicas, gerando um clima de incertezas que elevam o grau de risco dos investimentos nestes projetos, e que resultam em desestímulo tanto para os agentes do setor, quanto para a indústria. Os modelos de implementação de redes inteligentes adotados no Brasil, e em outros países emergentes e em desenvolvimento, consideram como referência o modelo adotado pelos países mais desenvolvidos, nos quais os cenários regulatório, tecnológico e socioeconômico são completamente diferentes. Na América Latina, o Brasil assume um papel de destaque neste contexto, muito embora poucos projetos passem da fase piloto para implementações práticas e em produção. Este trabalho aborda os principais desafios enfrentados pelo setor elétrico brasileiro para a implementação de redes inteligentes, e apresenta os resultados obtidos a partir de uma proposta alternativa de projeto adotada por um grupo de empresas formado por oito distribuidoras, que considera as particularidades nacionais e que pode representar uma referência para viabilizar projetos em outras distribuidoras brasileiras e em outros países nos quais o setor elétrico enfrente desafios semelhantes aos observados no Brasil

Abstract: Smart grid initiatives are being deployed on a large scale and are in a phase of consolidation in several markets, especially in North America and Europe. This revolution gives intelligence to the electrical systems affecting generation, transmission, and distribution through the intensive application of new technologies transforming a static and one-way system, regarding to the energy and flow of information between the agents of the sector and consumers, in a dynamic and constantly expanding system, based on a bi-directional relationship both with regard to the supply of electric power, as the exchange of information and management of services. This new reality requires more active consumers. However, it is noted the delay in the progress of these initiatives in emerging or developing countries. This difference is mainly due to the lack of guidelines and clear definitions in the regulatory environment, technological backwardness, and lack of incentives and of actions relating to consumer engagement in programs of Smart grids, and socioeconomic differences. It creates a climate of uncertainty that elevate the level of risk of investments in these projects, and which result in discouraging for both industry agents and for the industry. The Smart grid implementation models adopted in Brazil, and other emerging and developing countries, as reference the implementation model adopted by most developed countries, in which the regulatory, technological and socioeconomic scenario are completely different. In Latin America, Brazil takes a prominent role in this context, although few projects proceed from pilot phase to practical implementations and in production. This work addresses the main challenges faced by the Brazilian electrical sector for the implementation of Smart grids, and presents the results obtained through an alternative project proposal adopted by a group of companies formed by eight utilities, which considers the national particularities and that may represent a reference to implement projects in other utilities in Brazil and in other countries where the electricity sector face similar challenges
Subject: Energia elétrica - Distribuição
Energia elétrica - Medição
Energia elétrica - Brasil
Sistemas de energia elétrica - Automação
Smart power grids
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEEC - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
SchroderFilho_HamiltonDaGama_M.pdf5.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.