Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322799
Type: TESE DIGITAL
Título : Avaliação da qualidade de vida de cuidadores de pacientes pediátricos com paralisia cerebral tetraparética
Otros títulos : Assessment of the quality of life of patients with pediatric patients with tetraparétic cerebral palsy
Autor : Figueiredo, Aldvan Alves, 1972-
Advisor: Brandão, Maria Angela Bellomo, 1967-
Resumen : Resumo: Introdução: O presente estudou abordou a Qualidade de Vida (QV) de cuidadores de pacientes com Paralisia Cerebral Tetraparética (PCT) atendidos no setor de Gastroenterologia Pediátrica do Departamento de Pediatria da FCM/Unicamp. Objetivos: Avaliar a Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS), a ansiedade, a depressão, a desesperança e a ideação suicida dos cuidadores de crianças e adolescentes com PCT, atendidos no HC-Unicamp. Casuística e métodos: Trata-se de uma pesquisa de estudo transversal de caráter qualitativo e quantitativo com cuidadores dos pacientes de PCT do Setor de Gastroenterologia Pediátrica do Departamento de Pediatria da FCM/Unicamp. A amostra foi composta de 30 cuidadores de pacientes pediátricos com PCT. Para avaliar a QVRS foi utilizado o Medical Outcomes Study (MOS) SF-36 e as Escalas Beck. Para análise estatística foi aplicado à análise descritiva dos dados coletados. Resultados: Participaram do estudo 30 cuidadores com idade média de 39,70 (DP ± 9,04). A idade dos cuidadores e o número de moradores por residência com os domínios do MOS-SF-36 e as Escalas Beck mostrou-se significativa: quanto maior o número de moradores na casa maior a desesperança. A idade, a renda familiar e o nível de escolaridade não foram relacionados com a QVRS nos domínios do SF-36 dos cuidadores nem com o Inventário de Depressão (BDI), o Inventário de Ansiedade (BAI) e a Escala de Desesperança (BHS) que pertencem as Escalas Beck. Houve correlação significativa entre QVRS dos cuidadores no domínio capacidade funcional (CF) do SF-36 e as Escalas de Beck BAI e BDI. A QVRS no domínio SM (saúde mental) do SF-36 foi significativa com as Escalas de Beck BAI e BDI. Conclusão: Observamos que estudos com PCT e GMFCS nível V sobre QVRS do cuidador não foram encontrados. Pois os que existem trabalham com amostras mistas de níveis de GMFCS. Observamos que existe um cuidador principal responsável pelo PCT. A QVRS dos cuidadores de PCT no presente estudo encontra-se bem abaixo das médias da população geral normal de homens e mulheres dentro da faixa etária pesquisada nos domínios do MOS-SF-36 para os componentes de saúde física (CSF) e para os componentes de saúde mental (CSM). Os níveis de ansiedade, depressão, desesperança e ideação suicida foram observados em percentuais para cada Escala Beck. A ansiedade moderada e grave ocorreu em 33.33% da amostra. Enquanto que a depressão moderada e grave ocorreu em 46.67%. E a desesperança moderada em 20% dos cuidadores de PCT. Não houve valor significativo para a ideação suicida na presenta população. A avaliação da QV de cuidadores de pacientes com PCT descreve o contexto silencioso de uma população não doente, mas necessitada do olhar das políticas de saúde publica em caráter emergencial

Abstract: Introduction: The present study addressed Quality of Life (QoL) of caregivers of patients with Cerebral Palsy Tetraparetics (CPT) treated in the Pediatric Gastroenterology Department of the Pediatric Department of FCM/Unicamp. Objectives: To assess the QOL, anxiety, depression, hopelessness and suicidal ideation of caregivers of children and adolescents with CPT attended at HC-Unicamp. Patients and methods: This is a cross-sectional qualitative and quantitative study with caregivers of CPT patients from the Department of Pediatric Gastroenterology, Department of Pediatrics, FCM/Unicamp. The sample consisted of 30 pediatric caregivers with CPQE. To assess the QOL, the Medical Outcomes Study (MOS) SF-36 and the Beck Scales were used. For statistical analysis it was applied to the descriptive analysis of the data collected. Results: 30 caregivers with a mean age of 39.70 (SD ± 9.04) participated in the study. The age of the caregivers and the number of residents per residence with the SF-36 domains and the Beck Scales proved to be significant: the higher the number of residents in the house the greater the hopelessness. Age, family income and level of schooling were not related to HRQoL in the caregiver's SF-36 domains either with the Depression Inventory (BDI), the Anxiety Inventory (BAI), and the Hopelessness Scale (BHS) Which belong to the Beck Scales. There was a significant correlation between the HRQoL of the caregivers in the SF-36 functional capacity domain (CF) and the BAI and BDI Beck Scales. The HRQoL in the SM (mental health) domain of the SF-36 was significant with the BAI and BDI Beck Scales. Conclusion: We observed that studies with CPQE and GMFCS level V on the caregiver's HRQoL were not found. For those who exist work with mixed samples of GMFCS levels. We observed that there is a primary caregiver responsible for PCT. In the present case, 98% of the primary caregiver are mothers and 2% are maternal grandparents. The HRQoL of CPT caregivers in the present study is well below the averages of the normal general population of men and women within the age range surveyed in the MOS-SF 36 domains for the physical health components (CSF) and for the components of Mental health (MSM). Levels of anxiety, depression, hopelessness and suicidal ideation were observed in percentages for each Beck Scale. Moderate and severe anxiety occurred in 33.33% of the sample. While moderate and severe depression occurred in 46.67%. And the moderate hopelessness in 20% of the caregivers of PCT. There was no significant value for suicidal ideation in the present population. The evaluation of the QoL of caregivers of patients with PCT describes the silent context of a population that is not ill but needs the look of public health policies in an emergency
Palabras clave : Paralisia cerebral
Qualidade de vida
Cuidadores
Ansiedade
Depressão
Editorial : [s.n.]
Fecha de publicación : 2017
Aparece en las colecciones: FCM - Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Tamaño Formato  
Figueiredo_AldvanAlves_M.pdf1.41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.