Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322734
Type: TESE
Title: O que muda, quando tudo muda? : uma análise do trabalho docente dos professores alfabetizadores do estado de São Paulo
Title Alternative: What changes when all changes? : an analysis of the teaching of literacy teachers in the state of São Paulo
Author: Rigolon, Walkiria de Oliveira, 1968-
Advisor: Souza, Aparecida Neri de, 1952-
Abstract: Resumo: Essa pesquisa tem como objetivo compreender as alterações na organização do trabalho de professores alfabetizadores vinculados à Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, cuja hipótese centrou-se na perspectiva de que a nova política implementada a partir dos anos 2000 repercutiu diretamente no trabalho docente. Nesse sentido, analisa-se como os professores (em grande maioria mulheres) interagem com a reorganização de sua atividade e com a inserção de novas formas de gerenciamento da educação, aqui compreendidas como efetivas forma de controle, instauradas pelo estabelecimento de metas, pela promoção por mérito, por avaliações externas, pela reorganização curricular, além das ações de intervenção direta em sala de aula. Foram realizadas entrevistas em profundidade com professores que se encontram em atividade e com docentes já aposentados, no interior e na capital paulista, contemplando, também, outros profissionais a exemplo de: professores coordenadores, diretores de escola, supervisores de ensino e assessores da Secretaria da Educação. A análise pautou-se, ainda, em dados estatísticos, em documentos institucionais e oficiais do governo do estado de São Paulo relativos à docência do segmento de ensino em questão. A pesquisa indicou que o trabalho docente nos anos iniciais do Ensino Fundamental tem se deparado com novas demandas e formas de controle que têm aportado crescente precariedade nas relações de trabalho que, concomitantemente passaram a desencadear pressões e tensões até então inéditas neste campo

Abstract:This research, whose hypothesis focused on the perspective that the new policy implemented by the Secretaria de Estado da Educação, from 2000s on, reflected directly into the teaching, aims to understand the changes in the organization of the literacy teachers work linked to it. In this sense, we have analyzed how teachers (most of them women) interact with the reorganization of their activities and with the introduction of new methods of education management, here presented as effective ways of to control, implemented by goals establishment, by promotion through merit, by external evaluations, by curricular organization, besides direct intervention in the classroom. Interviews in deep with teachers still in activity and some already retired, in the countryside and São Paulo city, were performed besides others professionals: teachers under coordination role, school principals, school supervisors and technical advisers. The analysis was also based on statistics dta, institutional and official documents from the State of São Paulo government related to literacy teachers. The research results have indicated that the teachers of the early years of elementary school (fundamental level) have faced new demands and control requirements that have increasingly led to precarious work relationships, which, at the same time, resulted in pressures and tensions not seen before in this area
Subject: Trabalho docente
Formação continuada
Avaliação externa
Mérito
Política educacional
Professores alfabetizadores
Relações de trabalho
Precarização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rigolon_WalkiriaDeOliveira_D.pdf5.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.