Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322704
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Mata-mata : reciprocidades constitutivas entre classe, gênero, sexualidade e território
Title Alternative: Mata-mata : constitutive reciprocities among class, gender, sexuality and territory
Author: Efrem Filho, Roberto, 1983-
Advisor: Facchini, Regina, 1969-
Abstract: Resumo: Os grupos de extermínio atuantes na região de fronteira entre Pernambuco e Paraíba assassinam, dentre suas vítimas, adolescentes e jovens em conflito com a lei, supostos "marginais", trabalhadores rurais, sem-terras e homossexuais. Este "dado", constante no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito do Extermínio do Nordeste, concluída no ano de 2005 na Câmara de Deputados, ensejou a pergunta que inaugurou o trabalho de pesquisa desta tese: como "grupos sociais" tão diversos como trabalhadores sem terra e LGBT figuram como vítimas das mesmas armas? O acesso inicial a narrativas documentais e, sobretudo, de militantes de movimentos sociais campesinos e do Movimento LGBT, acerca das violências que atravessam as suas vidas e os conflitos em que se acham implicados, possibilitou a contextura do objeto desta tese: relações de classe, gênero, sexualidade e territoriais reciprocamente constituídas e oportunizadas por narrativas sobre violência e pelas condições de possibilidade de produção dessas narrativas. Com isso, procura-se compreender as formas como essas narrativas sobre violência acionam as e são acionadas pelas reciprocidades constitutivas entre tais relações sociais. A tese se vale do acompanhamento de atividades de movimentos sociais, autos de inquéritos policiais e processos judiciais e, principalmente, de entrevistas junto a militantes dos mencionados movimentos. Percorrendo o caminho metodológico segundo o qual narrativas sobre violência conduzem a mais narrativas sobre violência, a tese passa pelas denúncias de uma militante de Direitos Humanos cujo filho gay foi assassinado num bairro periférico do Recife; transporta-se para cenas de um conflito agrário numa fazenda do semiárido paraibano; transita para as narrativas de duas travestis, ou mulheres transexuais, a respeito de suas trajetórias de migração e trabalho na prostituição; vai ao pequeno quarto de uma moradora de uma ocupação de sem-tetos; visita as páginas dos autos de um processo judicial em que uma travesti sem teto é vítima de assassinato; defronta-se inesperadamente com as dinâmicas do mercado de drogas ilícitas em João Pessoa; aproxima-se das narrativas de integrantes do comitê que buscou solucionar um caso de desaparecimento, estupro e homicídio da filha adolescente de uma sindicalista rural; e contabiliza as trinta facadas desferidas contra o corpo de uma travesti, num ponto de prostituição em Campina Grande. Para tanto, investiga-se as narrativas sobre violências e aquelas relações sociais, assim como o lugar narrativo do crime e da criminalização junto a essas relações. Procura-se também entender como relações de gênero e de sexualidade operam na tessitura de narrativas sobre violência e, ao revés, como a reivindicação narrativa da violência atua no perfazimento de relações de gênero e de sexualidade e nas disputas em torno da legitimação das vítimas

Abstract: The extermination groups acting along the border between the States of Pernambuco and Paraíba murder teenagers and young people in conflict with the law, alleged criminals, rural workers, landless rural workers and homossexuals, amongst their victims. This `datum¿, present on the final report of the Parliamentary Comission of Inquiry about the extermination groups in Northeast of Brazil, which was concluded in 2005 at the House of Representatives, brought to this thesis an opening question: how can `social groups¿ so distinct from each other like landless rural workers and LGBT people become victims by the same weapons? The inicial access to documental narratives and, most of all, to the narratives of activists from the peasant social moviments and LGBT Movement about the violences that traverse their lives and the conflicts they find themselves in made the contexture of the object of this thesis possible: class, gender, sexuality and territorial relations reciprocally built and made propitious by narratives about violence and by the conditions of possibilities for the production of these narratives. So, it is intended to comprehend how these narratives about violence activate and are activated by the constitutive reciprocities among such social relations. The thesis makes use of the monitoring of the social movements activities, documents of police investigations and judicial proceedings and, mainly, interviews with actvisits from the movements already mentioned. Crossing the methodological way in which narratives about violence lead to more narratives about violence, the thesis goes through the denouncements made by an Human Right activist whose gay son was murdered in a peripheral neighborhood of the City of Recife; then the thesis goes to the scenes of a rural conflict on a farm located at the semiarid region of the State of Paraíba; it transits through the narratives of two transvestites, or two transsexual women, concerning about their trajectories of migration and work in prostitution; it goes to a small bedroom where a lady lives in on a homeless people occupation; it visits the pages of a judicial proceeding about the murder of a homeless transvestite; it unexpectedly faces the dinamics of illegal drugs market at the City of João Pessoa; it gets closer to the narratives of the members of the Committee that tried to solve the case about the disappearance, rape and homicide of a rural syndicalist¿s teenage daughter; and it count the thirty stabs against the body of a transvestite, on a prostitution point at the City of Campina Grande. Therefore, the narratives about violence and those social relations are investigated, as well the narrative place of crime and criminalization along with these relations. The thesis also seeks to understand how gender and sexuality relations operate on the tessitura of narratives about violence and, also on the contrary, to understand how the narrative claim about the violence acts in the construction of gender and sexuality relations and around the legitimation of the victims
Subject: Classes sociais
Movimentos sociais
Sexualidade
Violência
Crime - Brasil
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
LimaFilho_RobertoCordovilleEfremDe_D.pdf4.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.