Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322515
Type: TESE DIGITAL
Title: Jovens estudantes do ensino médio no município de Guanambi (BA) : modos de ser e de viver a escola
Title Alternative: Young high school students in the municipality of Guanambi (BA) : ways of being and living the school
Author: Fernandes, Zizelda Lima, 1964-
Advisor: Zan, Dirce Djanira Pacheco e, 1969-
Abstract: Resumo: A pesquisa teve como objetivo central compreender as relações que jovens estudantes da escola pública de ensino médio constroem com a escola, considerando: o território de residência e a condição de gênero; as relações estabelecidas com a família e o trabalho e, sobretudo, as sociabilidades por eles praticadas no contexto escolar nas redes interativas. Com a chamada "expansão da escolarização", adentram a escola de ensino médio jovens com múltiplos processos de socialização. No entanto, por trabalhar sempre com um público de perfil mais definido em relação ao ser aluno e às normas escolares, essa escola apresenta resistências, não conseguindo, em muitas circunstâncias, redefinir-se internamente e compreender aspectos fundamentais da dimensão do ser jovem e do ser aluno nos dias de hoje. Assim, para conseguir "permanecer" nessa escola, esses jovens imprimem as suas marcas, tornando-a um significativo espaço de sociabilidade. Considerando esse cenário, a pesquisa se debruçou sobre as seguintes questões: de que maneira os jovens estudantes do ensino médio constroem relações no atual contexto escolar? Como esses jovens constituem grupos de sociabilidade nesse espaço? Qual a percepção que esses jovens têm sobre a escola de ensino médio e sobre si mesmos como alunos dessa escola? Existe algum fator que impacta numa relação mais positiva ou mais negativa com a escola? O campo investigativo constituiu-se de cinco escolas públicas da rede estadual de ensino médio do município de Guanambi (BA) e teve como principais interlocutores jovens alunos do primeiro ano do ensino médio. Com vistas a uma melhor abordagem do tema, procurou-se desenvolver um estudo fundamentado nos preceitos de uma metodologia qualitativa. Para tal, utilizou-se de fontes documentais (pesquisa bibliográfica e declaratória, ata de resultados finais, projeto político-pedagógico e os textos de políticas educacionais) e fontes não documentais (observações diretas no campo, que constaram de: diário de campo, conversas com professores e gestores, aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas). Os dados foram analisados à luz de um referencial teórico que perpassa pela sociologia da educação e sociologia da juventude. De forma geral, foi possível compreender que a escola de ensino médio se apresenta frágil no seu papel de socialização. Essa escola não tem conseguido ensinar o jovem a se constituir como aluno. O encontro dos jovens com a escola se dá, muitas vezes, de forma tensa e conflitiva, de forma que os rituais próprios da cultura escolar não se coadunam com os ritmos provenientes da cultura juvenil. Os resultados da pesquisa reafirmam a necessidade de a escola de ensino médio se (re) construir com base em um projeto que valorize a experiência da sociabilidade juvenil na dimensão educativa

Abstract: This research had as main objective how the relationships that young students from the public high school build with a school, considering the territory of residence and gender condition; how family-work relationships are established and, above all, as sociabilities practiced by them in the school context in the interactive networks. With the so-called "expansion of schooling", young people enter the high school with multiple processes of socialization. However, by always working with na audience with a more defined profile in relation to being a student and to school norms, this school shows resistance, failing, in many circumstances, to redefine itself internally and to comprehend fundamental aspects of the dimension of being young and of being a student these days. Thus, in order to be able to "stay" in this school, these young people imprint their marks, making it a significant space of sociability. Taking in consideration this scenario, the research focused on the following questions: How do young high school students build relationships in the current school context? How do these young people constitute groups of sociability in such space? What is the perception these young people have about high school and about themselves as students of this school? Is there any factor that impacts in a more positive or negative relationship with the school? The investigative field consisted of five schools of the public high school state system network of the municipality of Guanambi, BA and had young students of the first year of high school as main interlocutors. With views to a better approach to the theme, a study was developed based on the precepts of a qualitative methodology. For such purpose, documentary sources (bibliographic and declarative research, result reports, political-pedagogical project and educational policy texts) and non-documentary sources (direct observations in the field consisting of: field diary, conversations with teachers and managers, application of questionnaires and semi-structured interviews) were used. The data was analyzed in the light of a theoretical reference that spans through the sociology of education and sociology of youth. In general, it was possible to comprehend that the secondary school is fragile in its role of socialization. This school has not been able to teach the young person to become a student. The meeting of young people with school often occurs in a tense and conflicting way, so that rituals of school culture do not match the rhythms of youth culture. The research results reaffirm the need the secondary school has on (re)build itself based on a project that values the experience of youth sociability in the educational dimension
Subject: Juventude
Ensino médio
Sociabilidade
Cultura juvenil
Editor: [s.n.]
Citation: FERNANDES, Zizelda Lima. Jovens estudantes do ensino médio no município de Guanambi (BA): modos de ser e de viver a escola. 2017. 1 recurso online ( 228 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_ZizeldaLima_D.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.