Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322482
Tipo: TESE DIGITAL
Título: Clarice Lispector e o universo feminino : linguagem e versão do olhar feminino
Título(s) alternativo(s): Clarice Lispector and the female universe : linguage and version of female look
Autor(es): Ferreira, Daniela Vitor, 1979-
Orientador: Dias, Cristiane Pereira, 1974-
Abstract: Resumo: A maior aproximação de Clarice Lispector (1920 ¿ 1977) com seus leitores, principalmente o público feminino, sobre justamente o universo feminino, por meio das crônicas produzidas para o jornal Correio da Manhã (RJ), de 1959 a 1961, bem como a linguagem e análise da versão de algumas dessas crônicas do jornal para o livro Correio Feminino, publicado em 2006, é o objeto de estudo deste trabalho. A produção das crônicas, por Clarice Lispector com pseudônimo de Helen Palmer, aconteceu no jornal Correio da Manhã, segundo caderno, sempre às quartas e sextas-feiras, no período de agosto de 1959 a fevereiro de 1961, totalizando 128 edições elaboradas pela autora. O principal objetivo deste trabalho é examinar, sob a ótica da Análise de Discurso, o processo de produção de uma versão da temática do universo feminino, tratada nas crônicas de Clarice Lispector, bem como seus recursos discursivos. A noção de versão foi desenvolvida por Eni Orlandi (2001), para trabalhar com a multiplicidade de sentidos produzidos por diferentes formas de dizeres possíveis sobre uma mesma questão. Nessa perspectiva, pretende-se analisar a linguagem de três crônicas escritas para o jornal, bem como sua respectiva "versão" produzida em livro. Para isso, é importante que se compreenda o sentido de texto, enquanto "unidade significativa". Essa pesquisa procurará, assim, também verificar as relações entre a linguagem utilizada pelos cronistas e a do Jornalismo Literário. Isso porque se por um lado os cronistas informam o leitor a respeito de acontecimentos cotidianos que, muitas vezes, passam despercebidos pelos jornalistas, por outro, estes também utilizam dos recursos estilísticos da Literatura no denominado Jornalismo Literário. A partir dessas problemáticas, buscaremos compreender a construção do universo feminino no dizer das crônicas de Clarice Lispector, bem como na republicação dessas crônicas em livro, o que consideramos já um discurso sobre o universo feminino de Clarice Lispector

Abstract: Clarice Lispector's (1920-1977) closer approximation with her readers, especially the female audience, on the female universe, through the chronicles produced for the newspaper Correio da Manhã (Rio de Janeiro) from 1959 to 1961, as well as the language and the analysis of the version of some of these chronicles of the newspaper for the book Correio Feminino, published in 2006, are the object of study of this work. The production of the chronicles, by Clarice Lispector under the pseudonym of Helen Palmer, took place in Correio da Manhã newspaper, second bureau, always on Wednesdays and Fridays, from August 1959 to February 1961, computing 128 editions prepared by the author. The main objective of this work is to examine, from the perspective of Discourse Analysis, the production process of a version of the theme of the female universe, treated in the chronicles of Clarice Lispector, as well as its discursive resources. In this perspective, it is intended to analyze the language of three chronicles written for the newspaper, as well as its respective "version" produced in a book. For this, it is important to understand the meaning of text as "meaningful unity". This research will also try to verify the relations between the language used by the chroniclers and that of Literary Journalism. This is because if on the one hand the chroniclers inform the reader about everyday events that are often overlooked by journalists, on the other hand, they also use the stylistic resources of Literature in so-called Literary Journalism. From these topics, we are willing to understand the construction of the female universe in the words of the chronicles of Clarice Lispector, as well as in the republishing of these chronicles in a book, which we already consider a discourse on the feminine universe of Clarice Lispector
Palavras-chave: Lispector, Clarice, 1920-1977. Correio feminino - Crítica e interpretação
Correio da Manha (Jornal)
Crônicas brasileiras
Mulheres na literatura
Análise do discurso
Jornalismo e literatura
Editor: [s.n.]
Data do documento: 2017
Aparece nas coleções:IEL - Dissertação e Tese

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Silva_DanielaVitorFerreira_M.pdf504.1 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.