Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322432
Type: TESE DIGITAL
Title: Aprendizagem cooperativa como possibilidade para promoção da educação ambiental crítica = Cooperative learning as a possibility for promoting the critical environmental education
Title Alternative: Cooperative learning as a possibility for promoting the critical environmental education
Author: Rocha, Pedro Neves da, 1991-
Advisor: Viveiro, Alessandra Aparecida, 1980-
Abstract: Resumo: O tema da pesquisa em questão abrange a relação entre a Educação Ambiental Crítica com a Aprendizagem Cooperativa. A proposta do presente trabalho está ancorada no pressuposto de que, para que qualquer tendência pedagógica teórica seja efetivamente trabalhada, as metodologias utilizadas durante o trabalho prático docente precisam estar em ressonância com tal tendência. Justifica-se a Educação Ambiental (EA) pela crescente importância do tema tanto nos documentos oficiais que norteiam a educação brasileira, como nos debates em nível regional, nacional e mundial dos temas na esfera política, econômica e social. Em nossa pesquisa, a EA é abordada a partir de uma perspectiva crítica, baseada em três eixos da teoria freireana: problematização, dialogicidade e autonomia. A escolha pela Aprendizagem Cooperativa (AC) é justificada por se tratar de um conjunto teórico-metodológico que pode estimular em seus participantes elementos tais como compromisso com resultados coletivos acima de conquistas individuais, capacidade de discutir ideias e tomar decisões consensuais, preocupação com o desenvolvimento das atividades dos companheiros, estimulação de relações sociais, entre outros. Assim, partimos da hipótese de que a Aprendizagem Cooperativa é potencialmente interessante para se estimular uma Educação Ambiental Crítica. Para verificar esta hipótese, analisamos a intersecção destes dois eixos com base no desenvolvimento de uma Atividade extracurricular de Educação Ambiental com estudantes do Ensino Médio de uma escola pública no decorrer de um ano letivo. A metodologia utilizada em questão traz elementos da pesquisa participante, e tem como objetivos principais: discutir as possibilidades de utilização das estratégias e metodologias da AC como forma de promover uma EA Crítica; desenvolver na escola uma atividade de EA norteada pelos pressupostos teóricos e metodologias da Aprendizagem Cooperativa, numa perspectiva crítica; explorar as relações entre as perspectivas teóricas da Aprendizagem Cooperativa e uma EA Crítica;. Para coleta de dados, usamos registros em um diário de campo, gravações e transcrições dos áudios dos encontros da atividade, além de um questionário para traçar o perfil dos participantes. Ao analisar os dados coletados, consideramos que a AC foi efetivamente promovida. Além disso, ao estimularmos a criação de um espaço propício à problematização, autonomia e dialogicidade, julgamos ter contribuído para desenvolver elementos que possam promover uma EA Crítica. Temos clareza que a emancipação ou formação crítica é um processo longo e talvez até interminável. Não é uma ação, uma experiência ou um episódio, e sim um longo processo que permeia toda a vida do ser humano. Seria muita presunção achar que uma atividade de alguns meses letivos pudesse "emancipar" nossos alunos. Por outro lado, consideramos que podemos e devemos sim criar ambientes propícios à formação do pensamento crítico, sempre que possível

Abstract: This research englobes the relation between the Critical Environmental Education and the Cooperative Learning. This work¿s proposition is based on the principle that, for any pedagogical tendency to be effectively developed, the methodologies used in the teaching process must be coherent to such tendency. We chose to focus on the Environmental Education (EE) because of its growing importance, as in the official policies and documents, as on the debates in local, national and world scales, in the political, economic and social spheres. In our research, EE is approached in a critical perspective, based in three axis of Paulo Freire¿s theory: problematization, dialogicity and autonomy. We elected the Cooperative Learning (CL) because it¿s a theoretical-methodological set that can stimulate elements such as commitment with collective achievements, ability to discuss ideas and make decisions in consensus, preoccupation with the development of partners¿¿ activities, encourage of healthy social relations, among other things. We started from the hypothesis that the Cooperative Learning is potentially useful to stimulate a Critical Environmental Education. To verify this hypothesis, we analyzed the intersection between these two axis based on the construction of a extracurricular activity of Environmental Education with secondary students, in a public school, during one year. The methodology of research brings elements of the participant research, and aims to: develop a EE activity in the school, directed by the theoretical principles and methods of the Cooperative Learning, in a critical view; explore the relations between the theoretical principles of the Cooperative Learning and a Critical EE; discuss the possibilities of using strategies and teaching methodologies of the Cooperative Learning as a way to promote a Critical EE. To collect data, we used a diary, audio recording and transcriptions of the meetings during the activity, and also a questionnaire to draw the participants¿ bios. After analyzing the data, we considered that the CL was effectively promoted. Beyond that, as we stimulated an ambient propitious to the problematization, autonomy and dialogicity, we considered that we could contribute to develop elements that might promote a Critical EE. We are sure that the emancipation or critical formation is a long process, maybe unfinishable. It¿s not an action, an experience or an episode, but a long process that goes through an individual¿s whole life. We cannot consider that a activity of some months could "emancipate" our students. By the other hand, we considered that we can and must create spaces opened to the formation and development of critical thinking, as much as possible
Subject: Educação ambiental crítica
Aprendizagem cooperativa
Ensino - Metodologia
Aprendizagem - Metodologia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFGW - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rocha_PedroNevesDa_M.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.