Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317447
Type: TESE
Title: Análise das capacidades citoadesivas de Plasmodium vivax de pacientes da Amazônia brasileira
Title Alternative: Evaluation of cytoadhesive capacities of Plasmodium vivax from Brazilian Amazon patients
Author: Carvalho, Bruna Oliveira e
Advisor: Costa, Fabio Trindade Maranhão, 1972-
Abstract: Resumo: Malária vivax foi por muito tempo considerada uma infecção benigna, porém, complicações frequentes nas infecções por P. falciparum, como a malária cerebral, síndrome respiratória aguda (ARDS), disfunção hepática, trombocitopenia grave e baixo peso ao nascer devido à infecção placentária, também têm sido observadas em pacientes infectados por P. vivax. Na malária falciparum, estes sintomas estão associados à adesão de eritrócitos infectados por P. falciparum (Pf-IE) que se ligam a diversos receptores do hospedeiro, incluindo CD36, ICAM-1 e CSA. No entanto, não há evidência direta do seqüestro de eritrócitos infectados por P. vivax (Pv-IE) e uma possível capacidade citoadesiva permanecia por ser demonstrada. Pv-IE coletados de pacientes da Amazônia brasileira foram enriquecidos por gradiente de Percoll ® e a capacidade de citoadesão parasitária foi testada em um grupo de células que expressam receptores endoteliais sabidamente envolvidos na citoadesão de P. falciparum, em condições estáticas e em um sistema que mimetiza o fluxo sanguíneo. Mostramos que Pv-IE citoaderem sob condições estáticas e de fluxo, embora em níveis cerca de 10 vezes inferiores aos observado para P. falciparum. Demonstramos ainda que a citoadesão de P. vivax pode ser mediada por membros da família VIR, proteínas expressas na superfície de eritrócitos infectados e codificadas por uma superfamília de genes variantes (vir). Estes dados abrem perspectivas para uma melhor compreensão do fenômeno patológico relacionado com a malária vivax grave incluindo a descoberta de ligantes parasitários e receptores do hospedeiro

Abstract: Vivax malaria has been considered for a long time a benign infection; however severe complications, as observed in P. falciparum, such as cerebral malaria, acute respiratory distress syndrome (ARDS), liver dysfunction, severe thrombocytopenia and low birth weight due placental infection have also been reported worldwide for P. vivax-infected patients. In falciparum malaria, these symptoms are associated to sequestration of P. falciparum-infected erythrocytes (Pf-IE) that bind to several host receptors, including CD36, ICAM-1 and CSA. Nonetheless, direct evidence of P. vivax-infected erythrocytes (Pv-IE) sequestration is missing and binding analyzes of this species is lacking. Pv-IE obtained from patients in the Brazilian Amazon were enriched by Percoll® gradient and parasite adherence was tested to a panel of cells expressing endothelial receptors known to mediate cytoadhesion of P. falciparum, in static and flow conditions. Here we show that mature Pv-IE cytoadhere both under static and flow conditions, albeit at levels about 10-fold lower than those observed for P. falciparum. We further demonstrate that cytoadhesion by P. vivax was in part mediated by members of the VIR family, parasite-derived proteins expressed at the infected erythrocyte surface and encoded by a superfamily of variant genes (vir). These data open perspectives for a better understanding of the pathological phenomenon related to severe P. vivax malaria, including the discovery of novel parasite ligand(s) and host receptor(s)
Subject: Malaria
Plasmodium vivax
Adesão celular
Endotelio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_BrunaOliveirae_D.pdf25.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.