Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315266
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Flora arbustivo-arborea do fragmento de floresta estacional semidecidual no Ribeirão Cachoeira, Campinas, SP
Author: Santos, Karin dos
Advisor: Kinoshita, Luiza Sumiko, 1947-
Abstract: Resumo: Foi realizado um estudo da flora arbustivo-arbórea na mata do Ribeirão Cachoeira através de descrição das espécies e elaboração de chave analítica baseada em caracteres vegetativos. A listagem obtida foi comparada a de outros remanescentes do estado. Com 233,7ha, é o maior fragmento de floresta estacional semidecidual da Área de Proteção Ambiental de Souzas e Joaquim Egídio, no município de Campinas. E o mais bem conservado do município. Situa-se a 650m de altitude, coordenadas 46° 55' 58" Oeste e 22° 50'13" Sul, sobre solo Podzólico Vermelho-Amarelo. O clima, segundo KOEPPEN (1948), é Cwag'- temperado moderadamente chuvoso. Foram considerados quatro sítios de coleta, nos quais, durante o período de agosto de 1996 à outubro de 1997, onde foi coletado amostras de material fértil de todos os indivíduos com perímetro à altura do peito (PAP) igualou superior a 12cm. Foram identificadas 175 espécies de 119 gêneros e 49 famílias, das quais 85,1% são arbóreas. Foi construída uma chave de identificação totalmente baseada em caracteres vegetativos, com ilustrações de folhas. Tais caracteres possibilitam que se identifique todos os táxons incluídos nesse levantamento, ainda que às vezes seja necessário observar algumas características de material fresco. As famílias com maior número de espécies foram Myrtaceae (14), Rutaceae e Fabaceae (13), Caesalpinaceae (11), Solanaceae (9) e Rubiaceae (7). Algumas espécies foram encontradas pela primeira vez na região: Tachigali multijuga e Schoepfia brasiliensis. O maior número de espécies com flores ocorreu durante o final da estação seca e início da estação úmida. A frutificação ocorreu uniformemente durante todo o ano com ligeiro incremento durante os meses de agosto a novembro. A mata, quando comparada com outros remanescentes mostrou alta similaridade aos demais remanescentes de Campinas. Devido à sua riqueza florística e seu bom estado de conservação a mata é fortemente indicada para a preservação

Abstract: Ribeirão Cachoeira's forest (233.7ha, 6S0m high, 46°SS'S8'W-22°S0'13"S)is the second largest fragment of semidecidual tropical forest from the municipioof Campinas, São Paulo State, Southeastem Brazil, being the better conserved forest in this place. The soil characteristic is red-yellow podzolic and the climate is Cwag' of Kõppen. The aim of this study was to do the inventory of the flora (trees and shrubs), describe morfologically the species, and elaborate an identification key based on vegetative characters and to compare this inventory with another floristic studies in São Paulo. The samples were made from August 1996 to October 1997. It was included in the survey only fertile individuais with a trunk perimeter at breast height of 12cm ar greater. Hundred seventhy five species were identified (in 119 genera and 49 families). From these 8S,1%were trees. The richer families were Myrtaceae (14 species), Rutaceae and Fabaceae (13), Caesalpinaceae (11), Solanaceae (9), and Rubiaceae (7). The dichotomous key was illustrated with photographs of leaves. The vegetative features were very useful in the identification of the species in the absence of flower and fruits. The majority of plant species flowered from August to December. The frutification distributed uniformily during the year wiyh a lithle increase from August to November. Ribeirão Cachoeira Forest is very similar with another Campinas's fragments. This forest is a typical fragment of semidecidual tropical forest which must br preserved.
Subject: Botânica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Karin dos. Flora arbustivo-arborea do fragmento de floresta estacional semidecidual no Ribeirão Cachoeira, Campinas, SP. 1998. 234f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315266>. Acesso em: 25 jul. 2018.
Date Issue: 1998
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_Karindos_M.pdf19.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.