Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315093
Type: TESE
Title: Composição floristica e fenologia da mata ciliar e mata de encosta, adjacentes ao rio Lençois, Lençois, BA
Author: Funch, Ligia Silveira
Abstract: Resumo: o presente estudo representa uma caracterização da formação florestal ciliar e de encosta adjacente ao rio Lençois, município de Lençois, Chapada Diamantina, Bahia (12°33'S e 41°25'W). Realizou-se um levantamento florístico das árvores e lianas, na mata ciliar e na mata de encosta e um levantamento fitos sociológico do componenete arbóreo. Apresentou-se dados de freqüência, densidade e dominância relativas e índice de valor de importância para as espécies, e índice de valor de importância para as famílias. As observações fenológicas nos indivíduos arbóreos referiram-se as fenofases de queda e brotamento de folhas, floração e frutificação; enquanto em lianas apenas a floração e frutificação foram observadas. O levantamento florístico das árvores de mata ciliar identificou 87 espécies, pertencentes a 67 gêneros e 34 famílias de Magnoliopsidae; enquanto na mata de encosta, foram amostradas 56 espécies, distribúidas em 49 gêneros e 31 famílias. Em ambas as matas, foram encostradas 33 espécies de lianas, pertencentes a 26 gêneros e 13 famílias de Magnoliophyta. A comparação florística entre as matas estudadas e outras formações florestais brasileiras mostrou grande semelhança com outras matas da Serra do Espinhaço e do sul da Bahia. Verificou-se que grande parte das espécies possui ampla distribuição nos neotrópicos. Relacionou-se algumas espécies como indicadoras de matas ciliares na Chapada Diamantina. Foram apresentadas chaves de identificação, descrições suscintas e comentários de todas as espécies, baseados principalmente em caracteres vegetativos. Em ambas as matas, verificou-se um pico moderado de queda foliar durante a estação seca e maior brotamento e atividade de floração e frutificação durante a estação chuvosa. O padrão perenifólio foi predominante, embora maior grau de deciduidade seja evidenciado na mata de encosta. Em contraste, maior atividade de floração e frutificação em espécies de lianas foi encontrada no início da estação seca

Abstract: The present study presents a characterization of the riparian and montane (slope) forests along and adjacent to the Lençóis River, in the Municipality of Lençóis, Chapada Diamantina (Diamond Highlands), Bahia State, Brazil (120 33'S e 410 25'W) based on their floristic composition, structure and phenology. A floristic survey was made of the trees and woody vines, and a phytosociological survey was done on the forest componente Measurements of frequency, density, reIative dominance, and the importance value index were made at the species level, as well as the importance value index (IVI) for families. Phenological observations were made, noting the phenophases of leaf falI, leaf growth, flowering and fruiting, while for the woody vines, only flowering and fruiting, were observed. The floristic study in the riparian forest identified 87 tree species, belonging to 67 genera and 34 families of the Magnoliophyta. In the montane forest were found 56 species, belonging to 49 genera and 31 families. In both habitats there were identified a total of 33 species of woody vines, belonging to 26 genera and 13 families of Magnoliophyta. Comparing the floristic composition of the two forest types studied with other areas in Brazil revealed significant similarities with the forests in the Serra do Espinhaço Range, as well with those in southern Bahia State. The study was able to identify a number of tree species as indicator species for riparian forest in the Chapada Diamantina. Identification keys were prepared and brief descriptions and commentaries were made on all species, stressing vegetative characteristics. Field observations made in both forest types revealed a moderate peak of leaf fall in the dry season, and increased leaf budding, flowering and fruiting in the rainy season. The two forest types were predominately perennial, although of the two, the montane forest demonstrated a more pronounced deciduous componente. The woody vines generally showed more flowering and fruiting activity at the start of the dry season
Subject: Florestas tropicais
Dinâmica de vegetação
Ecologia vegetal
Comunidades vegetais
Botânica - Classificação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citationo: FUNCH, Ligia Silveira. Composição floristica e fenologia da mata ciliar e mata de encosta, adjacentes ao rio Lençois, Lençois, BA. 1997. 298f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000125694>. Acesso em: 3 abr. 2017.
Date Issue: 1997
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Funch, Ligia Silveira.pdf30.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.