Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315034
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador : George John Shepherdpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologiapt_BR
dc.format.extent305f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleEstudos taxonomicos das especies de Lobelia L. (Campanulaceae Juss.) que ocorrem no Brasilpt_BR
dc.contributor.authorVieira, Ana Odete Santospt_BR
dc.contributor.advisorShepherd, George John, 1949-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologiapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Biologia Vegetalpt_BR
dc.subjectFitogeografiapt_BR
dc.subjectBiologia vegetalpt_BR
dc.subjectPlantas - Identificaçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: Este estudo restringiu-se às espécies de ocorrência no território brasileiro, uma vez que Lobella é um gênero amplo, com cerca de 400 espécies. Este gênero pertence a família Campanulaceae Juss. E a subfamília Lobelloideae Scholand. No Brasil, foram reconhecida 16 espécies, que seguindo a classificação infragenérica de WIMMER (1957), estão incluídas em dois subgêneros e três seções diferentes. Para cada espécie apresenta-se uma descrição morfológica, ilustrações e mapa com a distribuição geográfica, que indica uma preferência por localidades com certa altitude. As sementes mostram-se como um caráter importante, quer na separação infragenérica, quer na separação de espécies. Algumas espécies puderam ter suas sementes examinadas ao microscópio eletrônico de varredura, sendo descritas as células da superfície da testa. Além da sementes, podem ser relacionados como caracteres importantes na delimitação das espécies: a pilosidade do ápice das anteras inferiores e das folhas, o comprimento, o tipo, pilosidade e cor da corola, a forma e a posição das brácteas. São indicados os números cromossômicos de 6 espécies, dos quais 5 são contagens novas, todos apresentando como número básico X=7. As espécies paquicaules são toda tetraplóides (n = 14) e em L.camporum ficou evidenciada uma série poliplóide com n = 7 e n= 21. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digitalpt
dc.description.abstractAbstract: The genus Lobella L. belongs to family Campanulaceae Juss. and to the subfamily Lobelloideae Scholand, where this is the biggest genus in number of species. In Brazil, 16 species and two new subspecies have been recognized and according to the infrageneric classification by WIMMER (1957), they are includede in two subgenera and three different sections. There are a key to the species, a morphologic description, illustrations and map with geographic distribution to each species which indicate a preference for highlands. The seeds are an important character to the infrageneric separation. Some species had their seeds examined in the eletronic scaning microscope and the cells of the surface of the testa have been described. Basides the seeds, other important character to the delimitation of the species can be related: the hairs of the apes of the superior anthers and of the leaves, the length, type, hairs and color of the corolla and shape and position of the bracts. The chromosomic numbers of six species are indicated: five of them are new counts and all of them present as a basic number X=7. All the pachycauly species are tetraploids (n=14) and in L. camporum, a probrable polyploid serie with n=7 and n=21 was evidenced. ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertationsen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1988pt_BR
dc.identifier.citationVIEIRA, Ana Odete Santos. Estudos taxonomicos das especies de Lobelia L. (Campanulaceae Juss.) que ocorrem no Brasil. 1988. 305f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, [SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/315034>. Acesso em: 17 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Biologia Vegetalpt_BR
dc.date.available2018-07-17T18:42:06Z-
dc.date.accessioned2018-07-17T18:42:06Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-17T18:42:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_AnaOdeteSantos_M.pdf: 19958565 bytes, checksum: 3e071cb739acab0c61b6ca192d4b8c0b (MD5) Previous issue date: 1988en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/315034-
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vieira_AnaOdeteSantos_M.pdf19.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.