Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314807
Type: TESE
Degree Level: Universidade Estadual de Campi
Title: O genero Zornia J. F. Gmel. (Leguminosae, Papilionoideae, Dalbergieae) : revisão taxonomica das especies ocorrentes no Brasil e filogenia
Title Alternative: The genus Zornia J. F. Gmel. (Leguminosae, Papilionoideae, Dalbergieae : taxonomic revision of the species that occur in Brasil and phylogeny
Author: Fortuna-Perez, Ana Paula
Advisor: Tozzi, Ana Maria Goulart de Azevedo, 1954-
Abstract: Resumo: Zornia J.F. Gmel. possui distribuição pantropical e contém 75 espécies, das quais 36 ocorrem no Brasil. Para o gênero, têm sido reconhecidos dois subgêneros: Zornia subg. Myriadena (Desv.) Mohlenbr. e Zornia subg. Zornia; o último está dividido em três seções: Zornia sect. Zornia, Zornia sect. Isophylla Mohlenbr. e Zornia sect. Anisophylla Mohlenbr. Há problemas nesta classificação infragenérica, pois muito dos caracteres diagnósticos utilizados são subjetivos e nem sempre se mostram descontínuos. Zornia, que está incluído no clado Adesmia, junto com mais cinco gêneros ocorrentes na América do Sul, Adesmia DC., Poiretia Vent., Amicia Kunth, Chaetocalyx DC. e Nissolia Jacq., é caracterizado principalmente pelas flores dispostas em inflorescências espiciformes com bractéolas peltadas, aos pares, protegendo cada flor. Considerando a expressiva diversidade de táxons de Zornia existente no Brasil, a pouca descontinuidade entre os caracteres diagnósticos infragenéricos e a escassez de revisões taxonômicas recentes deste gênero, este estudo teve por objetivos: a) realizar a revisão taxonômica das espécies de Zornia ocorrentes no Brasil; b) estudar a filogenia de Zornia no intuito de verificar as relações infragenéricas e determinar padrões de evolução morfológica; c) determinar tempo de diversificação e padrões biogeográficos do gênero. A revisão taxonômica foi realizada através de análise morfológica de exsicatas e observações de populações em campo. As matrizes dos estudos moleculares foram analisadas sobs os critério de parcimônia e de bayesiana. Foram reconhecidas e descritas até o momento 36 espécies de Zornia para o Brasil, incluindo duas novas. Descrições com comentários sobre relações taxonômicas e morfológicas e distribuição geográfica para as espécies são fornecidas. Os estudos filogenéticos morfológicos e moleculares feitos neste estudo sugerem que Zornia seja monofilético, ao mesmo tempo em que revela que os subgêneros e seções atualmente reconhecidos para o gênero mostraram-se para ou polifiléticos. A datação molecular mostrou que ocorreu um único evento migratório de Zornia da América para África ou Austrália há 4,61 milhões de anos, e esta disjunção se deve provavelmente à dispersão a longa distância.

Abstract: Zornia J.F. Gmel. has a pantropical distribution and consists of 75 species. Thirty six of theses species occur in Brazil. For this genus, two subgenera have been recognized: Zornia subg. Myriadena (Desv.) Mohlenbr. and Zornia subg. Zornia; the latter is divided into three sections: Zornia sect. Zornia, Zornia sect. Isophylla Mohlenbr. and Zornia sect. Anisophylla Mohlenbr. This infrageneric classification is problematic, because most of the diagnostic characters used are subjective and they are not always discontinuous. Zornia is included in the Adesmia clade together with five more genera that occur in South America (Adesmia DC., Poiretia Vent., Amicia Kunth, Chaetocalyx DC. and Nissolia Jacq.). The genus Zornia is characterized mainly by flowers arranged in spiciform inflorescences, with paired peltade bracteoles protecting each flowers. Considering the expressive diversity of Zornia taxons in Brazil, the little morphological discontinuity between the infrageneric diagnostic characters, and the lack of recent taxonomic revisions of this genus, this study aimed at: a) carrying out a taxonomic revision of Zornia species that occur in Brazil; b) studying Zornia phylogeny in order to verify the infrageneric relationships; c) determining divergence time and biogeography patterns for the genus. The taxonomic revision was done by morphological analysis of herbarium materials and by observing field populations. The matrices of molecular studies were analyzed by Parsimony and Bayesian analyses. So far thirty six species of Zornia have been described for Brazil, including two new species. Descriptions with comments on taxonomic and morphological relationships, and on geographic distribution of the species have been provided. The phylogenetic studies in this work suggest that Zornia is monophyletic. At the same time this study shows that the subgenera and the sections currently acknowledged for the genus are paraphyletic or polyphyletic. The molecular dating shows that only one migratory event of Zornia occurred 4.61 Ma ago from America to Africa or Australia, and this disjunction is probably due to long distance dispersal.
Subject: Zornia
Taxonomia vegetal
Plantas - Filogenia
Datação molecular
Biogeografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FORTUNA-PEREZ, Ana Paula. O genero Zornia J. F. Gmel. (Leguminosae, Papilionoideae, Dalbergieae): revisão taxonomica das especies ocorrentes no Brasil e filogenia. 2009. 271 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314807>. Acesso em: 22 nov. 2018.
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Perez_AnaPaulaFortuna.pdf111.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.