Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313717
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo da factibilidade da avaliação funcional ambulatorial em pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas
Title Alternative: Feasibility study of an outpatient functional evaluation in patients undergoing hematopoietic stem cells transplantation
Author: Souza, Clarissa Vasconcellos de, 1982-
Advisor: Vigorito, Afonso Celso
Vigorito, Afonso Celso
Abstract: Resumo: O procedimento de transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) pode causar perdas funcionais que dificultam atividades diárias que requeiram habilidades físicas. Nosso objetivo foi avaliar a função dos pacientes pré e após o TCTH utilizando uma avaliação em ambiente ambulatorial. De novembro de 2008 a Novembro de 2010, 50 pacientes, 29 (58%) mulheres, mediana de idade de 48 anos (24-67), foram arrolados no estudo. A coleta foi realizada pré e pós TCTH alogênico ou autólogo. Os instrumentos utilizados foram o teste de caminhada de 2 minutos (TC2M), saturação de oxigênio (SatO2), freqüência cardíaca (FC) e escala modificada de Borg (EMB) antes e depois do TC2M para avaliação da performance da marcha, teste de força de preensão (TFP) para avaliação de força muscular, teste de Schober (TS) para avaliação de mobilidade de coluna lombar e escala máxima e adaptada de atividade (EMA e EAA) do questionário Perfil de Atividade Humana (PAH) para avaliação da função física. Cinqüenta pacientes foram avaliados pré TCTH; 6 não foram submetidos ao TCTH; 3 morreram previamente, 1 se recusou e 2 foram excluídos. Quarenta e quatro de 50 (88%) foram submetidos ao TCTH, 21 alogênicos e 23 autólogos. Trinta e três de 44 (75%) pacientes foram submetidos à ambas as avaliações, 11/44 (25%) pacientes não foram submetidos: 9 morreram e 2 foram excluídos. Entre os grupos que foram submetidos às duas avaliações, achamos valores estatisticamente menores na avaliação pós para TC2M (p= 0,004), TFP para mão direita e esquerda (p= 0,004 e < 0,0001), TS, EMA e EAA (p< 0,0001); e valores maiores para FC (p= 0,01) antes do TC2M e SatO2 (p= 0,02) após o TC2M. Também encontramos diferenças estatisticamente significantes entre os grupos de pacientes autólogo e alogênico nas variáveis Hemoglobina (Hb), EMA (p= 0,002) e EAA (p= 0,008) no pós TCTH. Estas diferenças indicam um decréscimo no condicionamento aeróbico antes do stress físico, redução da performance da marcha, da força muscular, da flexibilidade da coluna e na função em atividades de vida diária no pós TCTH, mostrando perdas físicas nesta população. Ademais, o prejuízo funcional e físico foi mais severo nos pacientes submetidos ao procedimento alogênico no pós TCTH. Concluindo, o entendimento da intensidade e a especificidade dessas perdas físicas podem ajudar a conduzir melhor um programa de reabilitação no pós TCTH

Abstract: Hematopoietic stem cell transplant (HSCT) procedure may cause functional losses that impair daily tasks that require physical skills. Our aim was to evaluate function of patients pre and post HSCT using an assessment in outpatient basis. From November 2008 to November 2010, 50 patients, 29 (58%) female, median age 48 years (24-67), were enrolled in the study. Collection was performed pre and post autologous or allogeneic HSCT. Instruments were 2 minutes walking test (2MWT), oxygen saturation (Sa02), heart rate (HR) and Borg Scale (BS) before and after 2MWT for gate performance evaluation; Grip Strength (GS) for strength evaluation, Schober Test (ST) for spine mobility testing and maximum and adapted activity score (MAS and AAS) of Human Activity Profile (HAP) questionnaire for function role evaluation. Fifty patients were evaluated pre HSCT; 6 did not undergo HSCT; 3 died, 1 refused, and two were excluded. Forty four out of 50 (88%) underwent HSCT, 21 allogeneic, 23 autologous. Thirty three out of 44 (75%) patients performed both evaluations, 11/44 (25%) patients did not: 9 died and 2 were excluded. Among groups who performed both evaluations, we found significant lower values in the post evaluation for 2MWT (p= 0.004), GS for right and left hand (p= 0.004 and <0.0001 respectively), ST, MAS and AAS (p< 0.0001); and higher HR (p= 0.01) before 2MWT and Sa02 (p=0.02) after 2MWT. We also found statistically differences between allogeneic and autologous groups of patients for hemoglobin (Hb), MAS (p= 0.002) and AAS (p= 0.008) variables on post HSCT. Those differences indicate decrease on aerobic conditioning before physical stress, decline of gate performance, hand strength, spine flexibility and on function role on daily activities post HSCT, showing physical losses in this population. Moreover, functional and physical prejudice was more severe in patients that underwent allogeneic procedure on post HSCT. In conclusion a better understanding of intensity and specificity of those physical losses may help to conduct a better rehabilitation program on post HSCT period
Subject: Reabilitação
Transplante de medula óssea
Hematologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUZA, Clarissa Vasconcellos de. Estudo da factibilidade da avaliação funcional ambulatorial em pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas. 2011. 92 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/313717>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_ClarissaVasconcellosde_M.pdf2.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.