Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309436
Type: TESE
Title: O estudo do esvaziamento gastrico na insuficiencia renal cronica
Author: Hirata, Eunice Sizue, 1948-
Advisor: Mesquita, Maria Aparecida, 1956-
Filho, Gentil Alves
Abstract: Resumo: A importância do esvaziamento gástrico em anestesia pode ser resumida a um de seus aspectos principais, o jejum pré-operatório. Um retarde no esvaziamento pode causar estase gástrica, aumentar o risco de vômito e aspiração e provocar complicações graves, como a síndrome de Mendelson e a asfixia. Existem muitas dúvidas quanto à possibilidade de o paciente com insuficiência renal crônica apresentar retarde no esvaziamento gástrico. A importância clínica desta definição pode ser entendida se nos reportarmos â grande importância que o transplante de rim vêm adquirindo nas últimas décadas, como principal terapêutica de substituição renal. Preconizam-se medidas especiais relacionadas à indução e recuperação anestésica nestes pacientes, com o intuito de evitar as graves complicações pulmonares. A presente pesquisa teve como objetivo principal avaliar o esvaziamento gástrico em pacientes com insuficiência renal crônica pelo método cintilográfico. Estudaram-se 30 pacientes com doença renal e 17 sujeitos sadios. Entre os pacientes com insuficiência renal, um grupo de 16 estava em tratamento clínico conservador e apresentava um valor de ciearance da creatinina menor do que 20 ml/min. Outro grupo de 14 pacientes estava em tratamento hemodialítico, e por um período de tempo superior a 6 meses. No estudo cintilográfico foram obtidos os seguintes parâmetros para a avaliação do EG total: a curva de retenção gástrica total e o T1/2 do EG. Para a avaliação da distribuição intragástrica de alimentos estudou-se as curvas de retenção próxima) e distai e a distribuição intragástrica proximal e distai. Além do estudo cintilográfico, todos os pacientes portadores de insuficiência renal responderam a um questionário de avaliação clínica da dispepsia e foram submetidos à endoscopia digestiva. Os resultados obtidos mostram que, as curvas de retenção gástrica total nos três grupos foram semelhantes, assim como o T1/2 do EG. Em relação aos parâmetros de distribuição intragástrica de alimentos, também não se encontraram diferenças significativas. As queixas clínicas de náusea, vômito, saciedade precoce, plenitude gástrica e epigastralgia não foram freqüentes e não houve predomínio de nenhuma elas nos grupos estudados. O resultado da endoscopia digestiva mostrou ser muito elevada a freqüência de lesões endoscópicas nos pacientes com IRC, sendo predominantes as de caráter erosivo. Apesar de, na comparação das médias do VA, não ter sido observada diferença entre os três grupos estudados, nove pacientes, entre aqueles portadores de insuficiência renal crônica, apresentaram T1/2 de esvaziamento gástrico aumentado. Estes nove pacientes estiveram uniformemente distribuídos entre os dois grupos de pacientes com insuficiência renal, em tratamento clínico conservador e em hemodiálise. A única diferença observada foi uma incidência significativamente maior de náusea nos pacientes com VA elevado. Concluiu-se, por este estudo, que a taxa de esvaziamento gástrico e a distribuição intragástrica de alimentos, em pacientes portadores de insuficiência renal crônica em tratamento clínico conservador ou em hemodiálise não difere do padrão apresentado pelo grupo de sujeitos sadios

Abstract: The importance of gastric emptying in anaesthesia can be summarized in one of its principal aspects, pre-operative fasting. A delay in gastric emptying can cause gastric stasis, increase the risk of vomitting and aspiration and may cause serious complications, such as Mendelson syndrome and asphyxia. The existence of delayed gastric emptying in patients with chronic renal failure has been questioned. The clinical significance of this finding can be understood, due to the importance of renal transplantation, as the therapy of choise in this patients. Especial measures associated with anaesthetic induction and recovery in these patients have been proposed to avoid serious pulmonary complications. The purpose of the current study was to investigate gastric emptying in patients with chronic renal failure using radionuclide scintigraphy. Thirty patients with chronic renal failure and 17 healthy subjecs were studied. A subgroup of 16 patients was on conventional medical therapy and had a creatinine clearance below 20ml/min. The other subgroup of 14 patients was on hemodyalisis for at least 6 months. In the scintigraphic study were obtained the following parameters for evaluation of the total gastric emptying: the curve of total gastric emptying and the T1/2 of the gastric emptying. The intragastric distribution of food were studied through the proximal and distal emptying curve and the proximal and distal intragastric distribution of food. In addition to the scintighraphy study, all patients answered questionnaire on dyspepsia and were submitted to digestive endoscopy. The 3 groups were homogeneous for age and sex. There was no significant difference of T1/2 of gastric emptying among the patients on clinic conventional medical therapy, patients in hemodyalisis, and healthy subjects. The total gastric emptying curves in the 3 groups were also similar, as were the proximal emptying curve and the distal emptying curve. The intragastric distribution did not show any difference among the 3 groups studied. The complaints of nausea, vomitting, early satiety, gastric fullness and epigastric pain were not frequent, and there was no prevalence of any complaint in the 2 groups of patients studied. In contrast endoscopy showed a high frequency of endoscopy lesions in the 2 groups of patients, especially those of erosive nature. Despite the fact that T1/2 did not demonstrate difference among the 3 groups, nine patients had increased VA. These nine patients were uniformly distributed between the 2 groups of patients, excepting for the complaints of nausea, more frequent in the group with increased T1/2. The mean T1/2 of gastric emptying and the intragastric distribution of food, in patients with chronic renal failure either on conventional treatment or on hemodyalisis is normal, and does not differ from normal subjects
Subject: Transplante de rim
Anestesia
Tecnécio
Jejum
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: HIRATA, Eunice Sizue. O estudo do esvaziamento gastrico na insuficiencia renal cronica. 1997. 88 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000123333>. Acesso em: 3 abr. 2017.
Date Issue: 1997
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hirata_EuniceSizue_D.pdf3.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.