Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281432
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Ricardo Luiz Coltro Antunespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Esstadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.format.extent164 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleZanon, fábrica sem patrão = um debate sobre classismo e controle operáriopt_BR
dc.title.alternativeZanon, factory without bosses : a debate about classism and workers' control in workers'vanguardpt_BR
dc.contributor.authorFesti, Ricardo Colturato, 1981-pt_BR
dc.contributor.advisorAntunes, Ricardo, 1953-pt_BR
dc.contributor.advisorAntunes, Ricardo Luiz Coltropt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Sociologiapt_BR
dc.subjectCooperativismopt_BR
dc.subjectMovimento operáriopt_BR
dc.subjectTrabalhopt_BR
dc.subjectTrabalhadores - Argentina - Atividades políticaspt_BR
dc.subject.otherlanguageCooperativismen
dc.subject.otherlanguageWorking movementen
dc.subject.otherlanguageWorkingen
dc.subject.otherlanguageWorkers - Argentina - Political activitiesen
dc.description.abstractResumo: Esta dissertação busca analisar e compreender o processo de luta e de resistência dos trabalhadores da fábrica Zanon, localizada no interior da Argentina, contra a precarização de seu trabalho ocorrida nos anos noventa numa conjuntura de reestruturação da produção e do trabalho. O desenlace dos conflitos entre estes trabalhadores e seus patrões foi a ocupação da fábrica e a gestão operária direta da produção. Mas para compreender os seus resultados, localizamos este processo na conjuntura econômica e política pela qual passou a Argentina durante o período neoliberal, que produziu como conseqüência um vertiginoso aumento do desemprego e das mazelas sociais no país. No início do século vinte e um, produto direto desta crise social, centenas de fábricas, após decretarem falência, foram ocupadas e colocadas em produção sob controle de seus trabalhadores, dando origem a um dos fenômenos operários mais interessantes da América Latina destes últimos anos. Porém, a maioria desta experiência esteve marcada pelos limites herdados da crise objetiva e subjetiva da classe operária. Mas Zanon destacou-se neste processo pela radicalidade de suas ações e propostas políticas. Negando a forma cooperativa e lutando pela estatização da fábrica sem indenização sob gestão operária, os ceramistas construíram uma forma de controle operária. Para compreender esta particularidade, reconstruímos as lutas impulsionadas pelo grupo de ativistas políticos que surgiu dentro da fábrica Zanon e que foi responsável por resgatar a tradição classista do movimento operário argentino. Em plena época de ceticismo e pessimismo histórico hegemonizados nos discursos teóricos e políticos das ultimas décadas do século vinte, os ceramistas de Zanon provaram, através de sua pequena experiência, que a classe trabalhadora continua sendo um sujeito social e político importante em nossa sociedadept
dc.description.abstractAbstract: This dissertation holds the objective to analyze and comprehend the process of struggle and resistance of Zanons' factory workers, located in the South of Argentina, which was held against labour precarious process occurred during the 1990's in a conjecture of production and labour restructuring. The outcome of the conflicts between these workers and their employers will be both the seizure of the factory and the workers' control of production. In order to understand its results, we have studied this process in the economic and political conjecture that took place in Argentina during the neoliberal period. Intensive growth of unemployment and social hardship took place as consequence. In the early years of the XXI century, as a result of this social crisis, hundreds of factories, after declaring bankruptcy, were taken and put under control o f its workers, starting one of the most interesting workers' phenomenon of Latin America. The centrepiece of this experience, however, was retained within the limits inherited of the subjective and objective crisis of the working class. Despite this element which limited the political action of hundreds of other factories taken under control by its workers, Zanon stood out in this process for the radical roots of its actions and political proposalsen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.citationFESTI, Ricardo Colturato. Zanon, fábrica sem patrão = um debate sobre classismo e controle operário. 2010. 164 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Esstadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281432>. Acesso em: 16 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineSociologia do Trabalhopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Sociologiapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameNeto, Ruy Gomes Bragapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameMarcelino, Paula Regina Pereirapt_BR
dc.date.available2018-08-16T04:23:06Z-
dc.date.accessioned2018-08-16T04:23:06Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-16T04:23:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Festi_RicardoColturato_M.pdf: 2329129 bytes, checksum: 79522c6e33617985fe0dd78dd4f56e44 (MD5) Previous issue date: 2010en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281432-
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Festi_RicardoColturato_M.pdf2.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.