Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280839
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Ceramistas pre-coloniais da Baia da Babitonga, SC : arqueologia e etnicidade
Author: Bandeira, Dione da Rocha
Advisor: Funari, Pedro Paulo Abreu, 1959-
Abstract: Resumo: Pesquisas arqueológicas desenvolvidas no litoral de Santa Catarina têm indicado a presença sucessiva de, pelo menos, dois grupos humanos distintos, produtores de cerâmica na pré-história. Esses grupos têm sido relacionados às Tradições Arqueológicas Guarani e Taquara-Itararé, cujas evidências ocorrem do centro ao sul do Brasil, em aldeias diferenciadas, ocupando amplas áreas em ambientes, às vezes, bastante distintos. Na baía da Babitonga, litoral norte de Santa Catarina, os estudos arqueológicos apontam a existência de sítios que têm sido associados à Tradição Taquara-Itararé, pela presença, ali, de uma cerâmica similar em sítios dessa tradição em outras regiões. Essa tradição tem sido considerada ancestral dos grupos indígenasde língua lê do sul do Brasil. Há informações dúbias sobre a presença de sítios da Tradição Guarani na baía da Babitonga, embora seja consenso na historiografia que seus descendentes, os Carijó, nela vIveram. a debate gerado pela introdução do conceito de Etnicidade na Arqueologia, pela corrente Pós-processual, tem apontado as fragilidadesque permeiam a identificação e vínculos entre grupos a partir da cultura material, principalmente, quando determinados elementos são destacados. As relações entre grupos, semprepresentes, as alianças, as disputas por poder, territórios e recursos e os deslocamentos, por exemplo, criam situações complexas em que elementos culturais podem se confundir. a caminho trilhado foi o da ampliação do conhecimento das unidades arqueológicas - os sítios Itacoara (n° 42), Bupeva II (nO29) e Poço Grande (nO37), enfocando elementos que, até então, tiveram pouco status entre os vestígios materiais. Com ênfase nos vestígios faunísticos, na cerâmica e no ambiente de inserção, procurou-se produzir e reunir informações para os sítios com cerâmica de cada uma das tradições da baía da Babitonga, apontando similaridades e diferenças, com o intuito de entendê-Ias regionalmente, para, então, compará- Ias com contextos arqueológicos outros e com grupos indígenas, na tentativa de avançar nas questões sobre a origem e a descendência desses grupos

Abstract: Archaeological researches developed in the coast of Santa Catarina State, Brazil, they have been indicating the successive presence of, at least, two different human groups, producing of pottery in the prehistory. These groups have been related to the Traditions Archaeological Guarani and Taquara-Itararé,whose evidences happen from the center to the south of Brazil, in differentiated villages, occupying wide areas in environrnent, sometimes, quite different. In the Bay of Babitonga, coast north of Santa Catarina,the archaeological studies point the existence of archaeological sites that have been associatedto the Tradition Taquara-Itararé, for the presence, there, of a similar pottery in sites of this tradition in other areas. This tradition has been considered ancestral of the indigenousgroups of language lê of the south of Brazil. There is dubious information on the presence of sites of the Tradition Guarani in the Bay of Babitonga, although, be consent in the historiographythat your descendants, Carijó, in her lived. The debate generated by the introduction of the concept of Ethnicity in the Archaeology, for the Post-processual current, the fragilities that permeate the identification and entails arnong groups starting from the material culture has been appearing, mainly, when certain elements are outstanding. The relationships among groups, a1ways presents, the alliances, the disputes for being able to, territories and resources and the displacements, for instance, create complex situationsin that cultural elem archaeological-units - the archaeologicalsites Itacoara,BupevaII and PoçoGrande,focusing elements that, until then, they had little status among the material vestiges. With emphasis in the faunistic remains, the pottery and the insert environrnentalit tried to produce and to gather information to the sites with pottery of each one of the traditions of the Bay of Babitonga, pointing similarities and differences,with the intention of understanding them regionally for, then, to compare them with other archaeological contexts and indigenous groups, in the attemptofmoving forward in the subjectson origin and descent ofthese groups
Subject: Arqueologia
Etnicismo
Cerâmica
Animais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BANDEIRA, Dione da Rocha. Ceramistas pre-coloniais da Baia da Babitonga, SC: arqueologia e etnicidade. 2004. 257p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/280839>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bandeira_DionedaRocha_D.pdf30.51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.