Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279707
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Rastros : a constituição do zoológico de São Paulo na imprensa paulistana
Title Alternative: Trails : the constitution of São Paulo zoo in the city press
Author: Pessoa, Luisa, 1988-
Advisor: Farage, Nadia, 1959-
Abstract: Resumo: O objetivo desta dissertação de mestrado é construir uma história da constituição do zoológico público na cidade de São Paulo, que afinal veio a se tornar a Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP) em 1958. Recortando o período que vai, aproximadamente, de 1858 a 1968, a pesquisa aborda sobretudo os debates havidos na imprensa paulistana quanto a coleções zoológicas e sua relevância política e científica. Trata-se, assim, de mapear os atores e respectivos discursos que se confrontam sobre o tema na cena política paulista e nacional, em que a coleção zoológica figura constantemente como índice de civilização do país. Nesse quadro, o trabalho aborda o valor simbólico da categoria animal selvagem, articulada a concepções do nacional, bem como a categoria animal exótico, concebida como índice de uma desejada presença equiparável de São Paulo a outras grandes capitais no cenário internacional. Além disso, o exame da imprensa no período recortado permite depreender as variações em torno da sensibilidade social quanto ao confinamento de animais em zoológicos. Por fim, abordando trajetórias de alguns dos animais hoje pertencentes ao acervo da FPZSP, busca-se apontar dispositivos de velamento e esquecimento que operam na constituição do confinamento em zoo

Abstract: The aim of this research is to build a history of the arrangement of São Paulo city public zoo, which became Fundação Parque Zoológico de São Paulo in 1958. Analysing the period that goes approximately from 1858 to 1968, this work deals with the discussions appeared on São Paulo press about zoological collections and their political and scientific relevance. In that way, we map the actors and speeches confronting about this subject on the national and local political scene, on which the zoological colletion figures constantly as the country's civilization index. In this framework, the paper discusses the symbolic value of the `wild animal¿, articulated with a national conception, as well as the `exotic animal¿, understood as an index of a desired equivalence of São Paulo with other major capitals in the international arena. In addition, the review of the press allows us to infer the variations of the social awareness about the confinement in zoos. Finally, we adress the trajectories of some of the animals that today are part of the FPZSP collection, trying to point out the veiling and forgetting devices that operate in the constitution of zoo confinement
Subject: Jardins zoológicos - São Paulo (SP)
Animais de zoologico
Confinamento (Animais)
Animais e civilização
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pessoa_Luisa_M.pdf14.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.