Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275489
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Atividade fisica e a relação com a qualidade de vida, ansiedade e depressão em pessoas com sequelas de acidente vascular cerebral isquemico (AVCI)/ \ c Alberto Martins da Costa
Author: Costa, Alberto Martins da
Advisor: Duarte, Edison, 1955-
Abstract: Resumo: O acidente vascular cerebral (A VC) continua sendo uma das grandes preocupações da atualidade, tendo em vista ser a terceira maior causa de morte por doença no mundo, depois das doenças cardíacas e do câncer. Muitos pesquisas e ações vêm sendo desenvolvidas em quase todo o mundo, para a conscientização da população na busca de um estilo de vida mais saudável, no intuito de prevenir e controlar os fatores de riscos que possam levar ao desenvolvimento de um A VC. Contudo, a não ser o tratamento convencional, realizado pelos profissionais da fisioterapia, os esforços têm-se concentrado, na maioria das vezes, na prevenção da doença, deixando a desejar quando se trata de buscar alternativas na melhoria da qualidade de vida geral de pessoas que já foram acometidas por esta patologia. Neste estudo, buscamos demonstrar que um programa de atividade física e recreativa regular pode propiciar ao indivíduo que sofreu um A VC um novo sentido para sua vida, demonstrando de forma concreta que, apesar das limitações impostas pela deficiência, muitas são, ainda, as potencialidades a serem desenvolvidas. O trabalho envolveu 18 pessoas com seqüelas de A VCI, nas quais realizamos uma avaliação da qualidade geral de vida, estado de depressão e ansiedade. Posteriormente, os mesmos foram submetidos a um programa de atividade física regular,durante seis meses, realizando atividades na água, com cavalo e caminhadas. Após o término do programa, foram reaplicados os instrumentos utilizados inicialmente e comparados estatisticamente os dados obtidos. De acordo com os objetivos propostos pelo estudo, pudemos verificar que o programa de atividade física possibilitou significativa melhora em todos os aspectos avaliados, ou seja, minimização do processo de depressão, diminuição acentuada na ansiedade ESTADO e melhoria na qualidade geral de vida. Assim, podemos afirmar que um programa de atividade física regular desenvolvido e comprometido com a alegria, prazer e interesses e compatível com as limitações e potencialidades dessas pessoas, pode não só trazer benefícios fisiológicos no sentido de prevenir uma nova recidiva de acidente vascular cerebral, como também influenciar de forma benéfica no seu aspecto emocional, proporcionando-lhes maior autoconfiança, autonomia e independência

Abstract: Cerebral stroke is a disease which raises considerable concem currently due to the fact that it is the largest cause of death alI over the world, after heart disease and cancer. A great deal of researches have been carried out in several countries so that people become aware of the need to search for healthy lifestyles in order to prevent and control the risk factors related to this clinical status. Nonetheless, except for the conventional treatment performed by physiotherapists, the efforts in the area have mainly emphasized prevention, thus leaving a gap conceming the possible ways to reach an improved general quality of life for those who have had such a disease. This study is concretely aimed at showing that a regular program of physical activity may provide a new meaning for this population and also that, despite the disability, a large number of potentialities lie ahead of them. Eighteen volunteers with ischemic cerebral stroke were evaluated in terms of general quality of life, depression and anxiety. Then, they accomplished a regular program including activities in water, with horses and walking for six months. Finally, they were reevaluated on completion of the program by using the initial instruments again and the data obtained were statistically compared. It is the purpose of this study to demonstrate that the program itself made a significant improvement possible in alI evaluated aspects, that is, minimization of the depression process, marked decrease in state anxiety and improvement in general quality of life. Hence, we may conclude that when a program like this one is developed and committed to joy, pleasure and personal interests, being compatible with the limitations and potentialities of this population, it may not only bring physiological benefits by avoiding recurrence in this clinical picture but also influence the individual emotional aspects. These benefits provide a higher leveI of self confidence, autonomy and independence
Subject: Exercícios físicos
Qualidade de vida
Saúde
Depressão mental
Ansiedade
Acidentes vasculares cerebrais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COSTA, Alberto Martins da. Atividade fisica e a relação com a qualidade de vida, ansiedade e depressão em pessoas com sequelas de acidente vascular cerebral isquemico (AVCI)/ \ c Alberto Martins da Costa. 2000. 195p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275489>. Acesso em: 26 jul. 2018.
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_AlbertoMartinsda_D.pdf5.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.