Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275137
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Resistencia a insulina, composição corporal e força muscular de homens idosos submetidos a treinamento com pesos
Title Alternative: Insulin resistance, body composition and muscle strength in elderly men after weight training
Author: Costa, Thiago Gaudensi
Advisor: Chacon-Mikahil, Mara Patrícia Traína, 1965-
Abstract: Resumo: Com o crescimento da população que está envelhecendo, evidencia-se a necessidade do estabelecimento de condutas que minimizem as perdas fisiológicas e as complicações relacionadas às limitações e doenças que surgem deste processo. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito de 16 semanas de treinamento com pesos (TP) sobre a resistência a insulina (RI), a composição corporal (CC) e a força muscular (FM) em homens saudáveis com idades acima de 60 anos. Para tanto, fizeram parte da amostra 18 indivíduos do sexo masculino, sedentários e saudáveis, subdivididos em grupo treinamento (GT, n=10; 65±4 anos de idade; 82,42±12,32 kg de massa corporal; 103,43±10,68 cm de cintura; 27,56±3,31 kg/m2 de IMC) que foi submetido a um programa de TP durante 16 semanas e grupo controle (GC, n=8; 61±2 anos de idade; 84,45±13,10 kg de massa corporal; 102,88±11,05 cm de cintura; 28,49±4,32 kg/m2 de IMC) que não se envolveu com nenhuma rotina de exercícios físicos durante o segmento. Os grupos foram avaliados nos momentos pré e pós TP. A CC foi avaliada através da técnica de Absortometria Radiológica de Duplo Feixe de Energia (DEXA). Os indicadores de FM foram determinados pelo teste de 1 Repetição Máxima (1RM). A RI foi estimada pelo índice do Homeostasis Model Assesment (HOMA). O programa de TP consistiu em 10 exercícios com três séries de 15 repetições executados três vezes por semana em dias alternados. Reduções significativas (p<0,05) foram encontradas no GT para a gordura corporal relativa (%G; -4,73%). Diferenças significativas (p<0,05) foram encontradas nos percentuais de alteração dos grupos em relação à gordura corporal absoluta (GA) e massa livre de gordura (MLG). Aumentos significativos (p<0,05) foram encontrados também no GT para FM avaliada pelo teste de 1RM no supino reto (+41,95%), leg press (+30,15%) e rosca direta (+15,83%). No entanto, não foram observadas alterações significativas na glicemia, insulinemia e resistência à insulina em ambos os grupos estudados após o período experimental. O TP mostrou-se eficiente em promover alterações na CC e FM de indivíduos idosos, o que não ficou estatisticamente evidenciado quando analisou-se as alterações sobre a RI. Os resultados demonstram a importância do TP para reduzir os riscos relacionados com o desenvolvimento da RI em idosos, visto, por exemplo, seu efeito sobre a gordura corporal e força muscular. Contudo, a influência direta de tal treinamento sobre a RI nesta população necessita ainda ser mais estudada, considerando diferentes intensidades e durações do TP, além de diferentes técnicas de determinação da sensibilidade insulínica.

Abstract: With population longevity growth, becomes evident the necessity in establishing ways for physiological losses reduction and also, complications related to limitations and illness resulting from this process. So, this study aimed to evaluate the effect of 16 weeks of weight training (WT) on insulin resistance (IR), body composition (BC) and muscle strength (MS) in healthy over 60 year-men. Eighteen sedentary, healthy men were divided into training group (TG, n=10; 65±4 years old; 82.42±12.32 kg of body mass; 103.43±10.68 cm waist measurement; 27.56±3.31 kg/m2 of IMC) who performed 16 weeks of WT and control group (CG, n=8; 61±2 years old; 84.45±13.10 kg of body mass; 102.88±11.05 cm waist measurement; 28.49±4.32 kg/m2 of IMC) who kept in a sedentary condition during the study. The groups were evaluated at the moments pre and post WT. BC by Dual Energy X-ray Absorptiometry (DEXA) was determined. MS was evaluated by 1 repetition maximum test (1RM). IR was estimated by Homeostasis Model Assesment (HOMA) index. WT program consisted of a 10 exercises with three sets of 15 repetitions in three nonconsecutive days per week. Significant reductions (p<0,05) in percent body fat (%BF) were found for the TG (-4,73%). Significant results (p<0,05) were found in relative group changes related to total body fat (BF) and fat free mass (FFM). Significant increases (p<0,05) were also found for the TG in MS evaluated by 1RM on bench press (+41,95%), leg press (+30,15%) and arm curl (+15,83%). Significant changes on fasting glucose and insulin and on IR in both groups were not found after experimental period. WT showed to be efficient in promoting elderly BC and strength changes, which was not evident when changes on IR were analyzed. So, the results demonstrated WT importance in reducing risks related to IR development in the elderly due to, for example, its effect on body fat and muscle strength. However, the direct influence of WT on IR of this population needs to be more investigated, considering different possibilities of WT intensities and durations, and also different techniques of insulin sensibility determination.
Subject: Treinamento com peso
Idosos
Resistência à insulina
Composição corporal
Força muscular
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: COSTA, Thiago Gaudensi. Resistencia a insulina, composição corporal e força muscular de homens idosos submetidos a treinamento com pesos. 2008. 77 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275137>. Acesso em: 12 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_ThiagoGaudensi_M.pdf544.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.